O tema saúde suscitou, na Sessão Ordinária desta terça-feira, 23, preocupação por parte do vereador Professor Francisco Carlos, acerca de dívidas milionárias acumuladas pela Prefeitura de Mossoró. O débito de mais de R$ 3 milhões junto ao Hospital Wilson Rosado pode levar à suspensão do atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) caso o pagamento não ocorra até o final deste mês.

Dos R$ 3,4 milhões devidos pelo Executivo Municipal, um total de R$ 2,8 milhões se refere a atendimentos por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), cujos repasses, apesar de já feitos pelo Governo Federal para o Município, não foram encaminhados ao hospital.

Foto: Walmir Alves