O deputado Vivaldo Costa (PR) está solicitando ao governo do estado, providências para que seja solucionado o problema de reabilitação dos dependentes químicos em nosso Estado.

Para aprofundar mais o debate, o parlamentar também irá realizar uma audiência pública sobre o tema, em data ainda a ser definida.

A preocupação do deputado, externada na sessão plenária desta terça-feira (12), é com a inexistência de uma rede integrada no sistema de saúde pública que permita aos pacientes um suporte para sua recuperação e com o fato dos dependentes químicos serem tratados em conjunto com os pacientes com transtornos mentais.

Segundo Vivaldo, o tratamento dado aos dependentes químicos é inadequado, fazendo com que a maioria padeça nos Centros de Apoio Psicossocial (Caps). “Um dependente químico e um doente mental precisam ser bem assistidos, mas infelizmente os dependentes são tratados da mesma maneira que os esquizofrênicos, o que causa enormes dificuldades de recuperação, devido, entre outros motivos, à diferença de patologias”, afirmou.

Hoje a política nacional antidrogas estabelece que o tratamento dos dependentes químicos deve ser feito no Caps – Centro de Atenção Psicossocial. Mas em alguns grandes centros, como Curitiba, essa desintoxicação é realizada nos hospitais de média complexidade e, quando há risco de vida para o paciente, nos hospitais psiquiátricos.

Comentários do Site

  1. Renato Araujo

    Vivaldo podia comecar por Caicó, sua principal base, pois la raramente apareçe um médico psiquiatra para cuidar dos seus conterraneos.