FENAPAF pede desculpas por incidentes em Salvador e Campo Grande

19/02/2018 às 20:48 por Marcos Lopes

A

Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol (Fenapaf) vem apresentar as mais sinceras desculpas à sociedade brasileira diante de tão graves e lamentáveis incidentes ocorridos no último domingo, 18, durante as partidas entre Comercial x Operário, em Campo Grande (MS), e Vitória x Bahia, em Salvador (BA).

O Brasil passa por uma série de transformações com o foco em modernizar-se. A sociedade clama por justiça, educação e ordem que livre o povo de todas as formas de violência. No futebol não pode ser diferente.

As cenas exibidas desde ontem chocam a nação e todos que buscam resgatar o protagonismo no futebol mundial. É fato que a Fenapaf vem percebendo avanços nas conquistas e respeito das entidades à atividade exercida pelos atletas: intervalos mínimos entre partidas, regulação de jogos em temperatura compatível, anotação das carteiras de trabalho e assistência médica obrigatória em partidas são exemplos de que a dignidade existe e vem sendo irrigada.

Não adianta, todavia, estarmos debatendo a profissão do atleta de futebol, suas especificidades, garantias e direitos se a categoria unida não apoiar uma causa que é do Brasil. Os equívocos praticados por alguns atletas devem ser avaliados na forma da lei e da moral. Não compactuamos, sob qualquer hipótese, com os incidentes que rasgam a nossa história de País do Futebol e só enlodam nossa obrigação de sermos exemplo para a sociedade.

Aos atletas, fundamental que sejamos exemplos às crianças e às famílias, que precisam voltar aos estádios com segurança e paz. A intolerância com gestos que devem significar apenas uma comemoração também deve ser repensada para não virar estopim de mais violência.

Mais uma vez, desculpas.

Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol

ASSU reforça para Segundo Turno

19/02/2018 às 20:20 por Marcos Lopes

Atacante Gilmar Couto volta a defender o ASSU
Gilmar tem 36 anos, 1,90 de altura e já fez parte do elenco em anos anteriores, inclusive foi artilheiro em 2011-2012. No ano passado atuou pelo ASSU quando recebeu uma boa proposta do Souza da Paraíba. Nesse ano estava defendendo a camisa do Toledo-PR.

Foto: Ascom ASSU – Multiplus Midias Sociais

Ufa! Força e Luz vence a primeira e passa lanterna para o Baraúnas

19/02/2018 às 16:57 por Marcos Lopes

O Força e Luz poderia ter aberto o placar já no primeiro tempo contra o Baraúnas não fosse em alguns lances o goleiro Yuri e em outras a falta de competência dos atacantes do time de Natal, mas no segundo tempo mesmo com o Baraúnas tendo começado melhor, o time de Jocian Bento abriu o placar com Rafael Potiguar aos 22 minutos. Sofreu o empate com Ju aos 29 para em seguida, aos 32 permitir que o Time Elétrico novamente chegasse na frente do placar com Arthur.

Acompanhando o jogo com a narração de Fábio Oliveira e comentários de Júnior Xavier, da 95FM de Mossoró, o Força e Luz foi melhor ao longo de praticamente toda a partida, melhor armado taticamente. Segundo os colegas que fizeram o jogo, atacante Felipe Moreira mesmo fora de forma e sem ritmo, fez a diferença no Time Elétrico, e marcou o terceiro gol do tricolor aos 50 minutos da etapa final, consolidando a vitória por 3 a 1.

Foi a primeira vitória do Força e Luz que deixou a lanterna e chegou agora aos 3 pontos, entregando a lanterna para o Baraúnas. Na próxima quinta-feira, pela primeira rodada do returno, o tricolor enfrenta o América na Arena das Dunas.

Estadual RN: Olho no apito

19/02/2018 às 15:27 por Marcos Lopes

A rodada será fechada no dia 14 de março, com Baraúnas x Globo, no Nogueirão.

Olho no prazo para contratações

19/02/2018 às 12:35 por Marcos Lopes

A quarta rodada do segundo turno do Estadual será disputada no dia 4 de março, um domingo, e segundo o regulamento da competição, o prazo para contratações encerra no último dia útil antes da rodada, ou seja, na sexta-feira (2).

Quem quiser contratar e reforçar para o segundo turno tem que agilizar.

Coluna TN: Pachequinho

19/02/2018 às 07:33 por Marcos Lopes

Pachequinho que foi apresentado ao América na última quinta-feira, assumiu ontem o comando técnico do time rubro, disse na coletiva que quer “abrir o mercado nordestino” e que o “América precisa voltar para a Série C e conquistar campeonatos”. Falou o óbvio, o de sempre sem nenhuma novidade.

Avaliar o trabalho

Agora é esperar e ver o trabalho de Pachequinho no segundo turno do Estadual, onde não deve ter grandes reforços e deve mesmo seguir trabalhando com o elenco que tem à disposição.

“ Sair da ciranda”

Presidente Eduardo Rocha, disse que autorizou a contratação de Pachequinho depois que viu o currículo do treinador e buscou informações a respeito do trabalho, e que a contratação foi para “ sempre das mesmas pessoas, daquela ciranda que finda com um clube como o América que já foi de Série A e hoje amarga uma Série D”.

“Sair da ciranda”

Mas a verdade é que antes de ver a importância de sair da “ciranda” o América tentou Dado Cavalcanti e Geninho e só abriu negociação com Pachequinho depois que os dois primeiros disseram “não”. Sem contar a conversa com Vica. Ou seja, fica claro que o atual treinador não era a primeira opção. Foi na verdade uma via encontrada depois que dois mais “rodados” não toparam o desafio da Série D, que convenhamos é um desafio e tanto!

RN Rastreamento apoia o Torcedor Fiel

19/02/2018 às 07:25 por Marcos Lopes

Informe publicitário

Sabe qual a forma mais segura para manter os carros da família ao seu alcance?

RN Rastreamento conta com  uma central de Monitoramento 24horas além de poder acompanhar a localização exata do seu veículo em tempo real pelo nosso app, na palma da sua mão.  Rastreamento Veicular, Seguro Veicular e Telemetria para moto e caminhão você encontra na RN Rastreamento.

Dê preferência a empresas com o selo Torcedor Fiel.

Saiba mais em: https://goo.gl/PzArWR

post-torcedor-fiel-(Rn_Rastreamento)

Atacante do Santa Cruz sofreu fratura de tíbia

18/02/2018 às 14:17 por Marcos Lopes

O atacante Edson Kapa, um dos artilheiros do Santa Cruz de Natal no Campeonato Potiguar deste ano com três gols, fraturou a tíbia da perna direita durante o jogo contra o Potiguar de Mossoró, neste sábado (17), no Estádio Nogueirão.

O lance aconteceu após uma dividida pelo domínio da bola, ainda no primeiro tempo, do jogo que terminou com a vitória do Tricolor por 2 a 1.

Com isso, o atacante será submetido a uma cirurgia e está fora do Estadual 2018.

Edson Kapa, que completará 21 anos no mês de março, precisou ser levado a um hospital de Mossoró em carro particular de um dos integrantes da diretoria do Santa Cruz de Natal.

A ambulância disponível no Estádio Nogueirão não estava autorizada, segundo o delegado da partida, a sair da praça esportiva para levar o atleta profissional ao hospital. A informação repassada ao departamento médico do Tricolor foi a de que o jogo não poderia ficar paralisado até que houvesse o retorno da ambulância ao estádio.

Diego Simonetti/ Santa Cruz de Natal

ATUALIZADO ÀS 15H20: – Coronel Ricardo Albuquerque,presisente da Comissao Estadual de Arbitragem, em contato com o blog disse que ” o médico que estava lá era o do Potiguar que atendia as duas equipes. Gabriel,o delegado da partida falou com o médico que disse que colocasse gelo e que no intervalo da partida ele ia fazer uma reavaliação. O pessoal do Santa Cruz,que não levou médico, queria levar de imediato para o hospital,mas a última palavra é do médico”.

O assesor de imprensa do Santa Cruz, Diego Simonetti, também entrou em contato com o blog: Só um ajuste Marcos..
Quem fez o atendimento ao atacante Edson Kapa foi o médico do Potiguar de Mossoró, já que o Santa não apresentou seu médico.
O médico falou que não seria necessário e que fizesse compressa de 20 minutos.
Só que o pessoal do Santa (enfermeiro) disse que tinha que ser levado naquele momento para o hospital. Quem levou o atleta foi o gerente de futebol Rafael Monteiro”.

Frasqueirão precisa de atenção

18/02/2018 às 11:09 por Marcos Lopes

O que se viu ontem (17) no Frasqueirão foi demonstração clara do quanto a estrutura daquele estádio está necessitando de reformas urgentes. A área das cabines de rádio e televisão está suja, mal cuidada e com preocupantes infiltrações de água.

Lógico que o volume de chuva ontem foi muito acima da média, mas trabalhamos em cabines inundadas – apesar do esforço de um funcionário em conter a água- com goteiras, com os banheiros alagados, com o corredor alagado, com as escadas alagadas, enfim, com água “na canela”.

Naquela área, as emissoras trabalham com equipamentos elétricos e o risco de um choque é real.

Mas não é só na área de imprensa que o Frasqueirão carece de atenção. O gramado ontem alagou de um jeito que o árbitro paralisou a partida ABC x ASSU aos 10 minutos do primeiro tempo, e foi necessário um esforço conjunto de funcionários para a drenagem da água.

O Frasqueirão está sediando jogos de futebol em razão de um TAC assinado com a PM, Bombeiros e MP e algumas obras estão sendo feitas, ou devem ser feitas, para adequar o estádio.

O túnel de acesso da ambulância ao gramado, previsto no projeto original do estádio,terá que ser obrigatoriamente construído, segundo o presidente Paulo Tarcisio,engenheiro responsável pela construção do Frasqueirão.

Uma sala especial de monitoramento para a PM, aumento no número de câmeras no estádio é outra reforma, e o custo segundo Tarcísio, é alto.

Não sei qual o custo mensal com manutenção daquele estádio, mas é fato que ao longo do tempo, tenho a impressão que foram “empurrando com a barriga” e agora chegou em um ponto que não tem mais como “maquiar”.

E ainda tem a verdadeira lagoa que se forma na rodovia em frente ao estádio e naquela área que deveria ter sido calçada e quando chove impede o acesso de torcedores.

As reformas na área das cadeiras especiais,com a instalação de corrimões e portões, foram feitas através de uma “vaquinha” entre torcedores. E existem coisas simples que não são feitas, como uma lavagem nas arquibancadas, onde a sujeira é visível. Está feio.

O Frasqueirão é um estádio funcional, agradável mas precisa de uma reforma. Ou faz ou a deterioração será cada vez maior e com custo consequentemente cada vez mais elevado.

Coluna TN: Prestigiar as bases

18/02/2018 às 10:22 por Marcos Lopes

O América emprestou três jogadores para o lanterna Força e Luz, dentre eles, o meia Anthony que vinha sendo apontado como um jogador de qualidade e integrava o elenco principal. Confesso que não é a melhor maneira de prestigiar a basa, emprestando jogadores jovens para um time completamente sem estrutura e sem nenhuma perspectiva de valorizar os atletas. Se não vai aproveitar pode e deve emprestar, mas que seja para quem tenha condições de dar “vitrine” aos caras.