Atraso no inicio do trabalho da base do Alecrim

31/03/2014 às 07:55 por Marcos Lopes

O trabalho do sub-19 do Alecrim, única categoria de base do time verde, e que vai participar do Estadual que é seletivo para a Copa SP ainda não começou, e o que pior, sem previsão para começar, o que preocupa os responsáveis pelo setor.

O tal investimento prometido para as bases do Alecrim,  segundo apurei ontem é na base do faz de conta, do oba-oba, a começar pelas dificuldades que tiveram para viajar para São Paulo,  com muitas despesas sendo bancadas pelo coordenador das bases.

E um detalhe, são quatro ou cinco jogadores das bases no time principal e ainda assim, o departamento sofre com o descaso da direção.

O que ouvi ontem da gestão Armstrong parece brincadeira,  com pagamento de luvas de 100 mil reais para jogador assinar com o Alecrim,  a demissão de Wassil Mendes, a passagem de um gerente de futebol que veio do Rio de Janeiro, Miguel o nome dele, e mais recentemente o sumiço do presidente Armstrong que delegou poderes para a filha, que não resolve absolutamente nada.

3 Comentários para “Atraso no inicio do trabalho da base do Alecrim”

  1. cacá medeiros disse:

    É o que dá, entregar o time a Farosteiro, o mesmo aconteceu com o Corinthians de São Paulo, quando entregou o time aos Russos.

  2. Carlos Eduardo disse:

    Virou casa de mão joana.
    Na verdade não sei se o Alecrim para com o ab6 ou vice e versa

  3. arivaldo costa disse:

    Sinceramente, não me lembro de melhor momento do Alecrim do que este da era Armstrong. Não sei o que pode acontecer lá na frente, mas o verdão hoje tem um elenco que fez um campeonato razoável sem os conselheiros do Alecrim colocar um centavo do bolso.

    Criticar é muito fácil, administrar um time sem patrocínio, sem prestígio, sem renda com meia dúzia de abnegados é que são elas.

    Pense nisso.