A proposta do América que “abre” eleição para o sócio

09/07/2018 às 14:34 por Marcos Lopes

A proposta de “abertura” que a diretoria executiva do América vai apresentar ao Conselho Deliberativo, permitindo que o sócio tenha direito a voto nas eleições, ficou muito distante do que quer a grande maioria dos torcedores do clube. O anseio é que o sócio-torcedor tenha direito a voto, que possa participar da vida política do clube.

A proposta do América – venda de títulos patrimoniais –   estabelece um número fixo de 600 novos sócios patrimoniais, com valor de 3 mil e 200 reais, sendo que 200 reais é pago no ato de adesão, e o restante em 30 parcelas de 100 reais.

 

O Sócio Patrimonial terá o direito de votar para eleger o Conselho Deliberativo que depois elege o Presidente conforme o estatuto.

Durante a temporada de pagamento, Sócio Patrimonial terá os mesmos direitos do Sócio Torcedor convencional aos jogos e Clube de Vantagens com descontos exclusivos em mais de 100 serviços de diferentes ramos comerciais.

E o América segue resistindo o quanto pode a uma efetiva abertura e democratização do clube, o que ficou muito claro na proposta seletiva que foi apresentada.

 

8 Comentários para “A proposta do América que “abre” eleição para o sócio”

  1. Adriano N Azevedo disse:

    Meu caro Marcos. Fique certo que não irá vingar! é preciso que a Diretoria do America tenha respeito e entenda que aumentar o numero de sócios apenas com direito a votarem no conselho deliberativo, é pura bobagem. Que abram dos olhos e vendam títulos diretos para conselheiros. caso contrario, deixem como estar, pois não somos BOBOS.

  2. Vilar disse:

    Quase 2 milhões de reais…
    Malandro é malandro e Mané é Mané….

  3. Nilo disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Essa ideia deve ser de Ricardo Sandice TPM!KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  4. Bruno disse:

    America e time falido licenciamento e a melhor opção
    Uns dois anos..pagar as dívidas

  5. Antônio José disse:

    Se o América não quer dar outro vexame ele precisa contratar um profissional para contratar técnicos e jogadores. Chega de amadores que contratam 7 ou 8 times por temporada e nenhum presta. Profissionalizar já.
    Quanto ao sócio votar, será que não aumentaria, em muito, a quantidade de sócio torcedores?
    Falta inteligência. Bastaria fazer proporcional. Ex: cada 100 votos do sócio corresponderia a um voto de um conselheiro. Mas falta inteligência desses conservadores amadores que presidem ao América.

  6. pepe disse:

    Querem ter direito a voto e não querem contribuir. Está correto o América,compre o título de sócio e pague a mensalidade de 50,00 reais que após 3 anos terão direto ao voto,se estiverem em dia.
    Para ter bons times têm que ter caixa. Veja o Flamengo e Corintians com um montam de dinheiro contratam os melhores. É o Barcelona e o Real Madrid do futebol brasileiro o início da queda total do nosso futebol.

  7. PAULO ROBERTO O. N. SOUZA disse:

    MARCOS LOPES, BOA TARDE!
    PERMITA UTILIZAR SEU ESPAÇO, PARA EXPOR A MINHA OPINIÃO ACERCA DESSE ASSUNTO.
    O PRESIDENTE ESTÁ ABSOLUTAMENTE CORRETO. EDUARDO ROCHA DÁ UM PASSO IMPORTANTÍSSIMO PARA A DEMOCRATIZAÇÃO DO MECÃO. A PARTIR DESTA MEDIDA ACERTADA, CERTAMENTE, PODERÁ TER INÍCIO A POSSIBILIDADE DE UM NOVO MODELO DE GESTÃO, ALÉM DE PROPORCIONAR O SÓCIO PATRIMONIAL DECIDIR EFETIVAMENTE OS DESTINOS DO CLUBE. TUDO TEM SEU COMEÇO. NA ATUAL PROPOSTA JÁ VERIFICA-SE UM AVANÇO COM O SÓCIO PATRIMONIAL TENDO DIREITO A VOTO, PODENDO MAIS À FRENTE, VISLUMBRAR A PERMISSIBILIDADE DO SÓCIO TORCEDOR TAMBÉM TER ESSE DIREITO.
    TUDO NO SEU TEMPO. SEM ATROPELO. SEM AÇODAMENTO. GRAVES CONSEQUÊNCIAS DECORREM DAS PRECIPITAÇÕES. MUDANÇAS GRADATIVAS SEMPRE TENDEM A BONS RESULTADOS. PONDERAÇÃO E RESPONSABILIDADE É O CAMINHO, PRESIDENTE!

  8. CB JUNIOR disse:

    pagar 3 mil pra votar no conselho? q tipo dde pessoas formam o AFC? comunistas? tá mesmo q a eleição dos estados unidos, os delegados votam nos congressistas para os congressistas votarem no presidente. ta feia a coisa.