Mixto repete no Mato Grosso cena do RN

15/02/2010 às 10:36 por Marcos Lopes

O Mixto do Mato Grosso montou um time com um folha mensal de 400 mil reais e contratou – e já dispensou – Adriano Gabiru, Perdigão, Luizinho Neto, Rodrigo Ninja e Paulo Cordeiro, e ocupa a lanterna do Estadual com apenas um ponto.

Quinta-feira o time que ainda é dirigido por Roberto Cavalo enfrenta o União, que tem sete pontos e cujo investimento mensal gira em torno de 80 mil reais.

O que está acontecendo no futebol do Mato Grosso é a reprise do que aconteceu aqui no RN em 2009.

2 Comentários para “Mixto repete no Mato Grosso cena do RN”

  1. Nélson disse:

    Culpa de técnicos incompetentes, que mesmo com bons elencos não conseguem fazer seus times jogarem bem.
    Lá Roberto Cavalo, aqui Heriberto da Cunha, com a agravante de ter escolhido quase todos os jogadores.

  2. Jaime disse:

    NÉLSON,

    Me desculpe, mas a culpa não foi de Heriberto da Cunha e sim de Judas Tadeu que atrasou o pagamento dos jogadores.

    Meu amigo, no fim do estadual os jogadores já estavam com dois meses de salários atrasados, fique imaginando o que passava na cabeça do jogador, se no começo do ano já estava com dois meses de salários atrasados imagine quando chegasse o final do ano.

    Esse discurso que salário atrasado não interferi no rendimento do jogador é a mais pura mentira, salário atrasado atrapalha o rendimento de qualquer profissional, quero ver qual o profissional que fica dois meses sem receber e continua trabalhando da mesma forma.