Série C: Chapa quente no Fortaleza

25/07/2011 às 18:00 por Marcos Lopes

A  tarde desta segunda-feira foi tensa e de muita cobrança no Fortaleza. Cerca de 100 torcedores compareceram à reapresentação do time após a derrota para o América, no sábado, para protestar contra o desempenho do time na Série C. O protesto foi pacífico, mas com fogos de artifício e três faixas e muitas frases em tom de ameaça.

Entre os gritos ouvidos estavam “O pau vai quebrar se o Fortaleza não subir, olê-olê-olá”, “Vergonhaaaaa”, “não é mole não, a diretoria acabou o meu Leão”, além de fortes xingamentos ao superintendente de futebol do clube, Jurandi Júnior.

O clima esquentou de vez quando os jogadores surgiram no gramado do estádio Alcides Santos, para um trabalho físico com bola. Enquanto parte dos torcedores xingava os atletas, outra parte quase entrou em confronto com a Polícia Militar, após um rojão ser atirado em campo. Houve correria, mas ninguém saiu ferido.

O presidente do Fortaleza, Osmar Baquit, tentou apaziguar os ânimos e conversou com membros de duas torcidas organizadas. No entanto, a reunião parece não ter gerado bons frutos.

Em coletiva na sala  imprensa do clube, Baquit falou sobre a chegada de reforços. De acordo com ele, três já estão acertados e mais um está perto de fechar.

Com informações O Povo

1 Comentário para “Série C: Chapa quente no Fortaleza”

  1. Verdão Marvilha disse:

    FERDINANDO TEIXEIRA montou o time do Campinense e o clube foi rebaixado.

    Montou o time do Alecrim, o verdão foi rebaixado.

    Montou o time do Fortaleza, sendo o clube que mais investiu para a série C, e o Leão é o lanterna.

    Melancólica a despedida do treinador.

    Os últimos trabalho de Ferdinando Teixeira demonstram que o treinador está completamente ultrapassado e sem conhecimento nenhum do mercado.