Coluna TN: Reestruturar a Série C

27/10/2011 às 08:00 por Marcos Lopes

Sou contra a extinção da Série D como defendem alguns. O que a CBF precisa fazer é, num primeiro momento profissionalizar e qualificar a Série C a partir de 2012 e em seguida padronizar a Quarta Divisão, que é o primeiro degrau de acesso para o Brasileiro. As séries A,B e C devem ser equiparadas na forma de dispputa, com pontos corridos e todos jogando contra todos. Depois organiza a D, mas jamais extinguir a Quarta Divisão, o que representa um prejuízo grande, especialmente para as federações nordestinas. Aqui no RN por exemplo, perderíamos uma vaga. Se a CBF tiver vontade política ordena direitinho as séries C e D a partir do ano que vem.

4 Comentários para “Coluna TN: Reestruturar a Série C”

  1. Nuremberg Pereira de Araújo Filho disse:

    Acho que seria possivel fazer uma série C com até 60/80 Clubes, mas do jeito que ta com série D com 40 ta bom demais. não poderá haver mudança esse formula ta ótima. Série C com pontos corridos acho que a paritr de 2014.

  2. Wendel A Damasceno disse:

    Marcos

    Concordo em gênero, número e grau com voce, a CBF não tá nem ai com as Séries C e D e nem deixa os outros tomarem de conta. lembra que a empresa que tomava de conta da serie B queria assumir a serie C e a madrasta não deixou!!! Ricardão é o dono do pedaço e ninguém mete a colher em quanto ele tiver lá, infelizmente para o futebol Brasileiro.

  3. Breno Cardoso disse:

    A série C poderia ser feita em fontos corridos, por que não??? E a série D poderia herdar o regulamento antigo da C com 64, no tempo que tinhamos duas vagas…..

    tanto o regulamento da série C, quanto o da série D massacram o clube com poucos jogos e longo tempo sem jogar após os estaduais….

    Marcos, eu não sei se voce concorda, mas a série B poderia ser disputada com 24 equipes…

    A CBF quer colocar os campeonatos daqui em moldes europeus (poucos times), mas não vê que tem muitos times de muitas regioes aqui no Brasil, há uma grande diversidade

  4. Série C corrida disse:

    Marcos Lopes, a série C com 20 clubes e em pontos corridos, igual a A e B, com certeza iria fortalecer os clubes participantes, ninguém lamentaria tanto cair da B para a C. O que preocupa na queda da B para a C é ter que disputar um campeonato super curto e deficitário. Já que a CBF se recusa a bancar a série C deveria caber aos dirigentes dos clubes tentar obter o direito de administrar a série C. Além do mais, para diminuir o número de equipes IO-IO, o número de equipes rebaixadas em cada série, assim como a asceção, deveria cair de quatro para duas. Na série B atual o que vemos são clubes como o ABC, Icasa e Salgueiro, que recentemente estiveram na série C sendo ameaçados de rebaixamento. Na série A, temos o caso do América Mineiro que até pouco tempo estava na série B praticamente rebaixado. Temos que ser humildes e colocar nosso futebol onde realmente ele merece estar, chega de sonhar. Futebol é responsabilidade os clubes tem que ser rentáveis.

    Saudações Realistas