Árbitro assistente do Acre não aparece para trabalhar em jogo da Série B

30/07/2013 às 20:25 por Marcos Lopes

O inusitado de América x ASA foi o desaparecimento do árbitro assistente, João Gomes Jacome, do Acre, que desembarcou em Natal na parte da manhã, foi para a casa de familiares mas não foi para o estádio Barrettão.

No primeiro tempo o quarto árbitro, Carlos José atuou como assistente enquanto a Comissão de Arbitragem da FNF, convocou o árbitro assistente Lorival Cândido das Flores, que estava em casa, para trabalhar no segundo tempo do jogo.

O detalhe é que segundo o árbitro a culpa foi do taxista, que foi para Goianinha ao invés de Ceará-Mirim.

4 Comentários para “Árbitro assistente do Acre não aparece para trabalhar em jogo da Série B”

  1. pegado jr disse:

    Esse deve ser de japé… o cara foi parar lá em Goianinha kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Roberto Silva disse:

    Sim ,o taxista o levou para Goianinha,o celular dele estava desligado neste meio tempo,e Papai Noel desembarca em Natal em 25/12…

  3. Marcos Vinicius Lopes disse:

    Ele falou com o site Voz do Apito. Pediu desculpas e tudo. Fiquei com pena dele.

  4. Francisco das Chagas disse:

    A culpa não foi do taxista mais sim da CBF que escalou um árbitro, vindo de tão longe (Acre), Região Norte, será que não tinha árbitros disponíveis aqui no Nordeste, ou mesmo no Sudeste? Por isso, o coitado perdeu-se em Natal e tomou o rumo de Goianinha ao invés de Ceará Mirim, na certa queria mesmo era ir para a praia da Pipa. Bem feito. De toda sorte, deve ter aproveitado bem o seu passeio a Natal e, quanto ao jogo? bem deixa pra lá.