Arquivos da Categoria ‘Artigo’

Violência que assusta

07/10/2010 às 20:37 por Marcos Lopes

A solidariedade ao médico Maeterlink Rego e familia, pelos momentos de terror que viveram quando foram rendidos por dois marginais armados. Os bandidos invadiram a casa do médico, que levou uma coronhadas, e depois de trancar todos no banheiro fugiram levando dinheiro e jóias.

A violência está fora de controle, e vai continuar assim enquanto não houver uma reforma séria e profunda na legislação.  A estrutura de segurança no Brasil está carcomida e é ultrapassada.  A estrutura prisional no Brasil é do século 19. A população perde com duas Policias, e a unificação é essencial.

Eu aproveito o fato lamentável com Maeterlink Rego, para abrir uma janela que foge do futebol, mas que é de interesse coletivo. Ninguém mais aguenta viver em um país onde a politica de segurança pública, é raquítica.

As bombas que viram traques

14/08/2010 às 08:34 por Marcos Lopes

No mínimo leviano, insinuar que o vice-prefeito e conselheiro do América, Paulinho Freire, tenha usado a influência do cargo para forçar o Banco Bonsucesso patrocinar o clube, “linkando” o patrocinio a um contrato firmado com a prefeitura.  A instituição bancária já tem o mesmo contrato com o governo do estado e investe em vários outros clubes de futebol do país.

O futebol em Natal e no Rio Grande do Norte é tão frágil do ponto de vista econômico, que quando os clubes conseguem um patrocínio em nível nacional, isso deveria ser aplaudido. O banco buscou um clube no RN que desse a marca da instituição uma visbilidade nacional, o que o América dá no Brasileiro.

O patrocínio do Bonsucesso no América abriu caminho para o BMG patrocinar o ABC.

É o mesmo caso das insinuações maldosas que o ABC estava escondendo o jogo sobre o valor da transação de Wallysson para não honrar os compromissos com aqueles que compraram cotas do atleta. Ou que existem dirigentes dentro do ABC, que usam o clube para ganhar dinheiro.

Quebraram a cara nos dois casos, e por uma razão bastante simples.  Os dois episódios foram conduzidos com transparência e por pessoas sérias, bem sucedidas e mais um detalhe. Permitiriam os Conselhos Deliberativos dos clubes, qualquer tipo de ilegalidade que pudesse prejudicar as duas entidades?

Vai chegar um tempo em que não vai sobrar ninguém querendo administrar o futebol profissional em Natal.

É notório que os dois clubes – o ABC melhor estruturado – buscam caminhar com as próprias pernas, sem ter que contar com o dirigente/patrocinador, mas enquanto não conseguem de forma integral, a realidade é que os dirigentes continuam tirando dinheiro do bolso para tapar furos financeiros. Não é o correto, mas é a realidade.

Tudo o que existe de torto e de errado tem que ser denunciado, mas de forma concreta, com documentos, com provas e sem insinuações. Para ser a versão potiguar do blog do Paulinho, tem que ser assim, tudo baseado em provas testemunhais ou documentais, do contrário as bombas viram traques.

Homenagem aos pais

08/08/2010 às 06:00 por Marcos Lopes

Meu pai partiu muito jovem – menos de 50 anos – já há mais de 20 anos, mas ainda hoje existem situações, boas ou ruins, que a primeira coisa que penso é em dividir com ele. É uma questão de segundos e a “ficha cai” e novamente volto a realidade de que meu pai não está mais ao meu alcance, na hora em que eu precisar dele.

Os filhos não devem entrar no apelo comercial do segundo domingo de agosto como O DIA. Todos os dias são próprios para homenagear, abraçar, acariciar e beijar o pai.  Aproveitar intensamente todas as oportunidades para estar fisicamente com ele, não sentir vergonha de dizer “pai eu te amo”, “pai eu preciso de ti”, “pai me protege”, “deixa eu te abraçar”, “vem cá pai prá eu te dar um beijo”.

Hoje eu sinto falta do beijo que não dei, do abraço que não apertei, do carinho que não troquei, do muito obrigado que não disse, do perdão que não pedi.

Não permita que a vida faça com que amanhã ou depois você sinta a mesma sensação. Curta o seu pai do jeito que ele é, com a vida que ele escolheu e acredite que não existe nada no mundo capaz de separar pais e filhos.

Viva o seu pai do jeito que ele é, curta o seu pai com a vida que ele leva. Seja mais do que um filho(a), seja cumplíce, amigo(a), companheiro(a), parceiro(a). A vida passa num piscar de olhos.

Fala torcenauta! Os caminhos da bola

25/07/2010 às 09:00 por Marcos Lopes

Carminha Soares, é Doutora em Educação e enviou artigo importante e que serve para reflexão sobre o mundo do futebol. Leiam com atenção:

Fico pensando nos equívocos que há no futebol, desporto considerado o mais popular do mundo. Esta reflexão passa pelo seu significado social, reconhecendo que o futebol também envolve consequências indesejáveis: o trágico fim da carreira de um jovem goleiro veiculado na imprensa do mundo inteiro. O assustador “MUNDO” que gira em torno do futebol no contexto atual.

O futebol como esporte tem como princípios norteadores a disciplina, o equilíbrio, o trabalho em equipe e, fundamentalmente, o de ser o espelho para o enorme público amante desse desporto, envolvendo crianças e adolescentes que sonham em chegar a uma grande equipe, ser um CRAQUE!

Entretanto, fica evidente que falta colocar nesse esporte, tão rentável para quem chega lá, um alicerce sólido que passa orientar e guiar as condutas e atitudes dos seus jogadores dentro e fora dos clubes – valores morais e éticos para que sua dimensão social seja realmente entendida.

É notório que o poder, a fama e os altos salários deixam “MUITOS” sem limites. São deuses, mitos de uma torcida apaixonada! Podem tudo ou pensam que podem. É bem verdade, que a cultura que muitos trazem consigo não lhes permite suportar os holofotes da fama, que os tornam vulneráveis e os fazem percorrer caminhos incertos.

O mundo lá fora está cheio de armadilhas para passos displicentes e desatentos. É necessário ser acompanhado por uma equipe psicosocial, para alcançar um crescimento social capaz de contestar e discutir as exacerbações que a cada dia aumentam no mundo do futebol.

Não há dúvida de que o futebol, como prática social humana, necessita de um olhar mais atento por parte dos seus dirigentes, o que significa refazer o caminho da bola.

Caso Bruno: Frieza, cinismo ou inocência

22/07/2010 às 21:19 por Marcos Lopes

20100722173451604826uMais uma vez o goleiro Bruno surpreende. Preso acusado de participar do desaparecimento e morte de Eliza Samúdio, imagens feitas dentro do presídio onde ele, Marcarrão, Bola e Sérgio estão presos, mostraram Bruno cantando e reafirmando inocência, dizendo inclusive que “a mulher está viva, só que eles não procuram e ficam nos acusando. Vou processar o Estado por tudo o que estou passando”.

Outra imagem, mostra Bruno saindo de uma audiência sorrindo e debochando de populares que protestavam na frente do Fórum.

A mesma tranquilidade que ele demonstrou naquela entrevista em que dizia que ainda daria risadas de tudo o que está acontecendo.

Evento de lançamento do novo uniforme do ABC

17/07/2010 às 11:39 por Marcos Lopes

Nas foto de Wellington Rocha, momento da apresentação do novo uniforme do ABC, em evento que aconteceu ontem no Norte Shopping.

João Paulo e Cascata

João Paulo e Cascata

A apresentação da nova coleção contou com a presença dos jogadores Welligton, Dida, Ricardo Oliveira, Cascata, Juliano e João Paulo, além do auxiliar técnico Ivan e do fisioterapeuta Ronnie Peterson, representando a comissão técnica. Além disso, participaram de maneira especial as jornalistas Simone Silva, Ana Paula Davim, o também jornalista Anderson Legal, além dos atletas paraolímpicos Raimundo Damasceno, Euzébio e Rildene Fonseca, e de Fabiola, portadora da Síndrome de Down.

O bar da boleirada

15/07/2010 às 05:01 por Marcos Lopes

Tem um bar no conjunto Ponta Negra – não vou fazer comercial – que é reduto da “boleirada” de ABC e América.

Neste bar, é comum jogadores dos dois maiores clubes do RN e rivais históricos em campo, dividirem a mesma mesa em longos e agradáveis – imagino que o papo seja agradável – conversas regadas pela velha cerveja de guerra.

Ouvi ontem a noite relatos preocupantes acerca dos frequentadores mais assíduos do bar e que não estão rendendo nos times onde são titulares.

Os nomes? Não divulgo nem sob tortura. Mas pelo que sei, o bar é bem frequentado e tem inclusive dirigente  que armou uma espécie de rede de informantes para saber quem são, qual a frequência semanal no bar e o que consomem.

A vida particular do jogador de futebol só interessa a ele, aos familiares dele e ao clube. Mas os caras são figuras públicas e facilmente identificáveis.

Não faz muito tempo, um torcedor do América encontrou dois jogadores – já foram dispensados e foi tirar satisfação com eles, que não gostaram da interferência do torcedor.

Qualquer hora o clima pode acabar pesando prá valer.

Copa 2014: Oportunidades em todos os segmentos

12/07/2010 às 06:05 por Marcos Lopes
A Copa da África do Sul terminou, e agora mais do que nunca o tempo voa para quem não ficar fora da  próxima edição do  evento, em 2014. O Brasil  será sede da Copa que mexe não só com emoções e com o futebol, mas o  acontecimento do futebol aciona mudanças radicais na economia, nas cidades, nas atividades culturais e nos comportamentos.
Li um artigo intressante sobre os beneficios e oportunidades que a competição gera, e uma delas é importante para Natal.

As maiores oportunidades durante o evento estão nos setores de turismo e gastronomia. Lembre-se que os turistas costumam ficar cinco dias nas cidades-sedes dos jogos, por isso precisam de entretenimento, comércio e serviços. Também são carreiras e negócios potenciais os ligados, principalmente, a áreas como tecnologia da informação, educação, engenharias civil, mecânica e mecatrônica, logística e comunicação.

A FIFA e a corrupção no futebol

29/06/2010 às 14:13 por Marcos Lopes

A jornalista Flavia Tavares, de O Estado de S. Paulo, entrevistou o jornalista escocês Andrew Jennings, que vem relatando casos de corrupção e que escreveu três livros sobre o Comitê Olímpico Internacional e outro sobre a Federação Internacional de Futebol. As declarações do escocês são fortes.
Que instrumentos a Fifa usa para manter esse poder?

A Fifa dá cerca de US$ 250 mil por ano para cada país investir em futebol. Na Europa, não precisamos desse dinheiro. A indústria do futebol fatura o suficiente para se alimentar. Mas é uma forma de a Fifa se manter. Esse dinheiro nunca é auditado. Na Suíça, a propina comercial não era ilegal até pouco tempo, apenas o suborno de oficiais do governo. O caso que eu conto no meu livro é justamente sobre um esquema de propinas pagas pela International Sport and Leisure (ISL), empresa que negociava os direitos televisivos e de marketing da Fifa. A história é cheia de detalhes, mas no final a ISL só foi responsabilizada pelo fato de gerenciar mal seus negócios enquanto devia para outras empresas.
Não houve punição?

Como eu disse, o pagamento de propina não era ilegal na Suíça. Portanto, não havia crime a ser punido. As acusações contra a Fifa foram retiradas e a entidade foi multada em 5,5 milhões de francos suíços (cerca de US$ 5 milhões) para custos legais.
Por que os governos não se envolvem ou a Justiça não faz algo?

Porque a sede da Fifa é na Suíça e a lei lá é muito permissiva. Para outros países, é inaceitável que esses homens se safem tão facilmente e que os altos dirigentes riam da nossa cara desse jeito. O que me deixa enojado é que os líderes dos países – o primeiro-ministro britânico, o presidente Lula e todos os outros – façam negócio com essas pessoas. Eles deveriam lhes negar vistos, deveriam dizer que não querem se relacionar com dirigentes tão corruptos. E tenho certeza de que, se os governantes se voltassem contra a corrupção da Fifa, teriam apoio maciço dos torcedores/eleitores,
de nós, torcedores, e dos atletas que jogam no chão batido em países subdesenvolvidos. Eles tiram dos pobres.
O que o senhor espera da Copa no Brasil, em 2014?
Há algumas semanas, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, deu um piti público cobrando o governo brasileiro para que acelerasse as construções para a Copa. Estranhei muito, porque não imagino que o governo brasileiro se recusaria a financiar uma Copa. Vocês são loucos por futebol, estão desenvolvendo sua economia, têm recursos e podem achar dinheiro para isso. Uma fonte havia me dito que Valcke e Ricardo Teixeira tinham tirado férias juntos, estavam de bem. Então, o que está por trás dessa gritaria? É pressão para o governo brasileiro colocar mais dinheiro público nas mãos da CBF. Mundialmente, as empreiteiras têm envolvimento com corrupção. Dá para sentir o cheiro daqui.

Do blog – Os trechos acima foram reproduzidos pelo Correio do Povo

Motorista embriagado assassina jovem na BR 101

19/06/2010 às 13:06 por Marcos Lopes

Fortaleza – CE – Logo cedo a noticia que o motorista que iria nos conduzir – Marco Lira e eu – até o aeroporto Augusto Severo – Marcos – havia sofrido um acidente e o filho dele, Vinicius morreu na hora. Vinicius também trabalhava para a Tribuna do Norte.

61658

A causa do acidente? Um motorista embriagado dirigindo uma Pajero tirou a vida de um jovem, acabou com uma familia e daqui a pouco vai estar novamente nas ruas. E vai mesmo, porque a legislação tem brechas que  permitem que o irresponsável responda ao processo por homicidio doloso em liberdade.

O motorista que ao dirigir embriagado assumiu o risco de causar um acidente e  matou Vinícius, Daniel  Mori Macedo (foto) tem 33 anos, e é pai dois filhos.