Arquivos de novembro, 2010

Alecrim e Potiguar de Parnamirim correndo contra o tempo

30/11/2010 às 23:05 por Marcos Lopes

A parceria que o Alecrim anuncia com o Potiguar de Parnamirim para o Estadual e para o Brasileiro da Série D, em tese, tem tudo para dar certo.

Mas na prática, eu vejo algumas questões preocupantes, e a que mais preocupa é a condição do estádio Tenente Luiz Gonzaga.

Existe tempo hábil para deixar aquele estádio em condições de uso, seguindo o que é exigido pelo Ministério Público de acordo com o Estatuto do Torcedor?

Não seria mais viável para o Alecrim tentar viabilizar uma parceria  com a FNF para utilizar o Juvenal Lamartine? JL aliás, que o Alecrim recebeu da federação  como apoio para a campanha da Série C.

O Aleccrim e o Potiguar de Parnamirim vão ter que correr contra o tempo.

ABC concentrado para mais uma decisão

30/11/2010 às 21:30 por Marcos Lopes

90 e poucos minutos separam o ABC de mais uma conquista na temporada. Depois do Estadual e do Brasileiro da Série C, os comandados de Leandro Campos enfrentam amanhã – dez da noite – no Frasqueirão, o Vitória. O regulamento diz que se não houver um vencedor no tempo regulamentar, a decisão vai para os pênaltis.

Leandro Campos convocou os seguintes jogadores para o confronto desta quarta-feira:

Goleiros: Welligton e Camilo; Laterais: Edson, Lisa e Renatinho Carioca; Zagueiros: Tiago Garça, Leonardo e João Paulo Mineiro; Volantes: Basílio, Ricardo Oliveira, Everton Cezar e Bileu;  Meias: Cascata, Claudemir, Gabriel e Gabriel Pimba;  Atacantes: João Paulo, Éderson e Felipe Moreira.

América renova com Eliélton e negocia com Cléber

30/11/2010 às 20:51 por Marcos Lopes

Depois de confirmar a renovação com o técnico Dado Cavalcanti, o América renovou com o volante Richardson, Cafu, Eliélton, Rafael Paraná e Neto. Gostei das renovações, especialmente as de Eliélton e Rafael Paraná, dois bons volantes. Rafael não conseguiu uma sequência melhor de jogos por causa da lesão, mas tem qualidade.

Vavá, Velber, Edson Rocha, Everton, Alexandre da Luz e Neggretti não terão os contratos renovados.

Cléber, Tutti e Marcelo Brás, além do meia Ronne Dias estão negociando as renovações. Se conseguir segurar esses quatro, somados aos que já estão confirmados o América começa fazendo uma boa base para o Estadual.

Ainda sobre os melhores de 2010

30/11/2010 às 13:18 por Marcos Lopes

A escolha dos melhores do ano, se deu com a participação do torcenauta que votou através do site da rádio Globo e Tribuna do Norte, mas ainda não evitou algumas discordâncias.

Na minha opinião, as unânimidades foram justas, como os casos do goleiro Wellington, do treinador Leandro Campos e do dirigente Rubens Dantas, que em menos de um ano transformou por completo o ABCFC. Tirou o clube de um modelo administrativo arcaíco e centralizador, para um modelo de gestão moderno e com visão empresarial. Entendo também que Suélinto deveria figurar como o melhor da posição na direita, e Renatinho Potiguar na esquerda.

Penso também que os dirigentes José Vanildo e Eduardo Rocha, deveriam ter recebido uma homenagem mais incisiva, pelo trabalho que desenvolveram para a retomada do Campeonato do Nordeste.

Fico com o sentimento que a luta dos dois dirigentes não foi captada, não foi percebida por parte da crônica e por extensão de alguns torcedores.

José Vanildo e Eduardon Rocha, enfrentaram esquemas poderosos, viciados e maldosos, que contrariam os interesses do futebol nordestino, e conseguiram fazer com que a competição fosse um evento rentável financeiramente para os clubes envolvidos.

Como já fiz ontem a noite na rádio Globo, repito aqui no blog, e reforço as menções honrosas para o presidente da FNF, José Vanildo, e para o presidente da Liga dos Clubes do Nordeste, Eduardo Rocha.

Agora é oficial

30/11/2010 às 12:05 por Marcos Lopes

Desde ontem, que oficialmente Dado Cavalcanti é o técnico do América para a temporada 2011.

De acordo com o presidente Clóvis Emídio, o contrato é até dezembro: “Firmei compromisso com Dado pelo menos até o fim do meu mandato”.

Este tipo de contrato não existe na prática. O que segura treinador no cargo, são os resultados.

Artigo: Tríplice coroa

30/11/2010 às 11:16 por Marcos Lopes

O ABC, que este ano já conquistou os títulos do Campeonato Estadual e do Brasileiro da Série C, poderá conseguir a chamada “Tríplice Coroa”, se conquistar o título do Campeonato do Nordeste nesta quarta.  A Tríplice Coroa é como se convencionou chamar a conquista de 3 títulos por um clube no mesmo ano.

A simbologia da “Tríplice Coroa” remete ao período dos grandes impérios, evocando a figura de um rei conquistador, que governa simultaneamente três territórios. Ela está presente no Brasão de armas da Suécia, da província de Munster (Irlanda) e da cidade de Kingston upon Hull (Inglaterra), entre outros. “Tríplice Coroa” é também um dos nomes dados à Tiara papal (“Tríplice Tiara” ou “Triregnum”), utilizada desde o século XIV como símbolo da autoridade do Papa da Igreja Católica e abandonada por Paulo VI em 1963, num gesto de humildade que encerrou a segunda sessão da Concílio Vaticano II.

O futebol brasileiro registra os seguintes casos de Tríplice Coroa:

O Bahia em 1959, quando conquistou o Campeonato Baiano, o Torneio Norte-Nordeste e a Taça Brasil. O Santos em 1962, quando conquistou a Taça Brasil, a Libertadores e o Mundial Interclubes. O Santos em 1963, quando conquistou a Taça Brasil, a Libertadores e o Mundial Interclubes. O Flamengo em 1981, quando conquistou o Campeonato Carioca, a Libertadores e o Mundial Interclubes. O São Paulo em 1992, quando conquistou o Campeonato Paulista, a Libertadores e o Mundial Interclubes. O São Paulo em 1993, quando conquistou a Libertadores, a Recopa Sul-Americana e o Mundial Interclubes. O Palmeiras em 1993, quando conquistou o Campeonato Paulista, o Torneio Rio-São Paulo e o Campeonato Brasileiro.

O Grêmio em 1996, quando conquistou o Campeonato Gaúcho, o Campeonato Brasileiro e a Recopa Sul-Americana. O Paysandu em 2002, quando conquistou o Campeonato Paraense, a Copa Norte e a Copa dos Campeões.  O Cruzeiro em 2003, quando conquistou o Campeonato Mineiro, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. O São Paulo em 2005, quando conquistou o Campeonato Paulista, a Libertadores e o Mundial Interclubes. O Internacional em 2006, quando conquistou a Libertadores, a Recopa Sul-Americana e o Mundial Interclubes.

Pela primeira vez, um clube do futebol do Rio Grande do Norte poderá entrar nesse seleto rol de clubes que conseguiram uma Tríplice Coroa, conquistando um título estadual, um regional e um nacional no mesmo ano.

Ricardo Couto e Silva

CBF cobra laudos do Frasqueirão e Marizão

30/11/2010 às 10:15 por Marcos Lopes

A CBF já encaminhou cobrança para renovação dos laudos liberatórios dos estádios que vão sediar jogos da Copa do Brasil do ano que vem.

Até o próximo dia 3, os laudos dos estádios Frasqueirão e Marizão devem ser encaminhados para a confederação através da FNF, para que seja confirmada  a tabela da competição.

É a mesma situação dos  estádios que vão sediar jogos  do próximo Estadual.

Quem tem e quem não tem condições de permanecer no América

30/11/2010 às 09:17 por Marcos Lopes

Tutti, Cléber, Aírton, Eliélton, Ronne Dias, Richardson, David, Neto,  e Marcelo Brás. Filtrando um pouco melhor o elenco do América, são os que eu entendo com condições de renovar com o América.

Com o ciclo encerrado: Adson, Fabiano Ribeiro, Rodolpho, Adalberto, Alexandre da Luz, Negretti, Robson, Berg, Cafu, Gilberto Matuto, Everton, Rafael Paraná, Saulo, Rodrigo Dantas, Velber, Washington, Reinaldo, Vavá e Wellington Silva.

Artigo: Entre a cruz e a espada

30/11/2010 às 08:07 por Marcos Lopes

ENTRE A CRUZ  E A ESPADA

O forfait das empresas nesse imbróglio da PPP da Arena das Dunas leva a dois raciocínios distintos: ou os supostos Parceiros Privados não encontraram viabilidade no negócio,  pois o execrável Fundo Garantidor estaria “bichado”  e o Estado, depenado  e desacreditado, não teria como oferecer  qualquer segurança, ou, ao contrário, seria uma boa transação, somente para o Parceiro Privado e seus “protegidos” que ganhariam  dinheiro fácil na construção do elefante branco.

O engodo está patente na impossibilidade de manutenção por 35 anos do dito paquiderme, sem garantias e sem as receitas necessárias ao retorno financeiros, uma vez que o estado é pobre, seu futebol é deficitário, e seu “Jet” vive de fachada, sabendo-se que aqui, os mais carentes morrem nos corredores dos hospitais públicos e faz-se a demolição criminosa de uma creche somente para mostrar aos ricos parceiros europeus aparente eficiência executiva e falsa pujança econômica e cultural.

Por tudo isso, no meu entender, essa deserção é mais uma astucia estratégica nesse festival de mentiras, modelo adotado em todo esse nebuloso processo de levar Natal à Copa de 2014 a qualquer custo , por meio de abusivo emprego de dispensa de licitação em  contratos milionários, indutores de graves ilicitudes, facilitado por   uma lei  dúbia, permissiva de “interpretações graciosas” visando engabelar a  futura governadora, tentando colocá-la entre a cruz e a espada.

Aqui teríamos as alternativas da nova mandatária –  assumir a culpa de condenar Natal  a desaparecer do planeta, se não for para a Copa, ou, ser sua redentora , tornando a cidade um novo “Jardim do Éden”, embora lhe restasse o ônus histórico de ser algoz de um  patrimônio público, valioso em todos os sentidos, sem ouvir a sociedade civil, e ainda, causando enorme e degradante impacto ambiental, no maior gargalo do sistema viário da cidade.( por essas e outras, se a FIFA fosse séria, a copa estaria ameaçada de não vir para o Brasil).

E, se a FIFA tirar Natal da Copa depois das demolições programadas, quem pagará pelo crime ? Quem será enterrado junto com os escombros  ?    Se “legado” de copa fomentasse progresso, o México seria a maior nação do mundo. Em Monterrey está ocorrendo a mesma guerra do Rio.

É até comovente o apelo dos principais responsáveis por essa pagodeira, “…todos juntos, vamos ,pra frente Brasil, salve a seleção…” (Miguel Gustavo, Copa 1970). O “legado” vem aí, Lula prometeu, arranjará as garantias, derrube-se tudo, que vem muito mais, a guerra do Rio vai passar, São Paulo vai construir um  “arenaço”, dessa vez não haverá um Obdulio Varela para levar nossa copa, a operação Hígia daqui a pouco estará esquecida.

É pena que essa empolgação patriótica não tenha chegado a tempo de salvar nossa dignidade, ou de salvar a barrilha, a  refinaria , a transnordestina e tantas outras perdas contabilizadas em nossa  história, mas, quem sabe ? Poderemos ter a decantada mobilidade urbana (???),e finalmente, desenterrado nosso aeroporto de São Gonçalo.

Todos gostariam de ter a Copa aqui ,em qualquer arena, desde que a custo compatível com a realidade, sem assalto ao erário ou ao patrimônio do povo, e, sobretudo, sem a abominável corrupção.

Moacyr Gomes da Costa – Cidadão

Natal/RN, 30/11/2010

Fala torcenauta: Vídeo homenageia ABC

30/11/2010 às 06:00 por Marcos Lopes

O torcenauta José Ari envia vídeo produzido por Silvio Bezerra, com momentos marcantes da decisão da Série C, no Frasqueirão.