Arquivos de julho, 2016

América ainda busca reforços 

31/07/2016 às 21:49 por Marcos Lopes

O América ainda busca reforços em três posições, goleiro, volante e atacante de velocidade.

Nesta segunda -feira reunião entre presidente Beto Santos e treinador Francisco Diá.

Nomes serão avaliados, e pelo que o blog  apurou, o goleiro Rafael, volantes Pablo Oliveira e  Leomir  e atacante Romarinho, todos do Globo estão entre eles, e entendo que  quatro excelentes reforços.

Se vão fechar ou não é outra conversa, mas são jogadores que podem qualificar o time e todos com ritmo e prontos.

Globo eliminado pelo Campinense

31/07/2016 às 20:54 por Marcos Lopes

O Globo não conseguiu avançar na Série D, ao empatar sem gols com o Campinense no Barrettão. 

No jogo da ida, a Raposa venceu de virada por 2×1 e agora enfrenta o Itabaiana na terceira fase. 

Globo e Potiguar estão confirmados na Série D de 2017.

América 1 x River 1: Análise de Diá

31/07/2016 às 18:02 por Marcos Lopes

Depois do empate em 1×1 com o River, o treinador do América, Francisco Diá avaliou assim o jogo, desempenho e situação da equipe: ” Tivemos várias oportunidades de marcar e agora se distancia cada vez mais o G4, as substituições não surtiram efeito e agora complicou mais. A  bola do gol deles nem falta foi, o árbitro puxou bastante para o time adversário e naquele momento foi uma ducha fria. É muito complicado, tem sete jogos e vamos em busca dos pontos. A gente não está jogando em casa e vamos ver agora contra o Fortaleza. Tirei o Arthur porque ele estava se aproximando pouco da área, a intenção foi boa, o gramado dificultou para o Arthur Henrique que é mais técnico. A gente fez a entrada do Brendo mas não conseguimos, a gente criou várias oportunidades, e se tivesse que sair um vencedor teria que ser o América pelas situações que criou”.

América não sai do empate com o River

31/07/2016 às 17:55 por Marcos Lopes

Primeiro tempo muito ruim, tecnicamente muito ruim entre América e River. Time potiguar saiu na frente marcando com Thiago Potiguar para em seguida ceder o empate com Roberto Dias em falha do goleiro Daniel. Foi uma primeira etapa com o América – não poderia ser diferente – pressionando mais contra um River que apenas se defendeu para tentar explorar os contra golpes. Foi do time de Diá, a maior posse de bola, as jogadas mais ofensivas mas com pouco poder de finalização.

Jogo no segundo tempo foi na mesma pisada, tecnicamente sofrível, mas com o América mostrando empenho, criando as melhores jogadas, e mantendo a inoperância  na hora das finalizações. O River manteve a proposta de jogar fechado e sair nos contra ataques.

Francisco Diá tentou com as mudanças mas o time não rendeu. Tirou Arthur Henrique para Reis, Romão entrou no lugar de Richardson e Breno para Alex Henrique.

Resultado ruim para o América que agora pega o Fortaleza no Castelão.

Coluna TN: Conselho Consultivo

31/07/2016 às 13:13 por Marcos Lopes

Da minha coluna de hoje na Tribuna do Norte

É preciso habilidade na condução do Conselho Consultivo do ABC, um orgão que entendo como de vital importância para o clube, ainda mais, quando é notória a dificuldade financeira e a dificuldade para captar recursos. De um lado, tenho visto o esforço do presidente do clube Judas Tadeu em tentar agregar os ex-presidentes e vices, de outro, nas redes sociais, agressões, cobranças e criticas à quem passou pelo clube. Falta me parece, uma voz única e firme de comando, para tentar pacificar o clube, que tem hoje dois grupos, o que está no poder e o que saiu.

 
Conselho Consultivo I

 
É preciso muita habilidade, principalmente para que neste momento importante que o ABC está vivendo dentro de campo, a intempestividade de alguns não torne o Conselho Consultivo um órgão que não sirva para o fim que foi criado, o de agregar, de aglutinar. Quem quer unir não pode ficar apontado o dedo o tempo inteiro, quem quer agregar não pode ficar julgando e condenando a todo instante, e menos ainda olhando para o passado. Problemas do ABC estão no presente e com reflexos em um futuro bem próximo, independente de quem e em quais circunstâncias tenham sido criados. O Conselho Consultivo é um órgão importantíssimo dentro de um clube e é assim que precisa ser tratado.

Coluna TN: Nazarenão, foi assim

31/07/2016 às 08:15 por Marcos Lopes

Da minha coluna de hoje na Tribuna do Norte

Eu entendo a decisão do presidente Beto Santos de levar os quatro jogos restantes desta fase para o Nazarenão em Goianinha. Ele sabe onde o garrote aperta. A volta para a “nova casa” se deu, entendo, exclusivamente pelo aspecto financeiro. Não teve nada de jogar a toalha ou de botar pressão no adversário. O momento do América é muito ruim, o público não estava indo para a Arena com a intensidade necessária para cobrir os custos e o dirigente sem ter para onde correr, optou pela volta ao passado. Foi assim que foi.

 
Não é mais o mesmo

 
Fiquei tão impressionado quanto a comissão técnica e jogadores do América com as condições do gramado do Nazarenão, que já foi um dos melhores do RN. O gramado está muito ruim, grama rala, piso duro, irregular e que não vai prejudicar o jogo no aspecto técnico. Diante do espanto de jogadores e da comissão técnica ficou evidenciado que ninguém do futebol, que conheça futebol esteve no Nazarenão, vistoriou o gramado e as condições do estádio. Se tivesse acontecido, por certo o presidente Beto Santos teria sido aconselhado a primeiro arrumar o gramado e jogar lá a partir da partida contra o Salgueiro. Com 15 dias de um trabalho intensivo aquele gramado voltaria a ser o que era. Pelo que vi das imagens do campo de jogo do Nazarenão, no aspecto técnico, o maior beneficiado pode ser o adversário.

 
Time definido

 
Acredito que o time do América que começa o jogo contra o River é aquele que começou o treino da quinta-feira, com Arthur Henrique entrando no lugar de Reis, fazendo uma linha de frente de velocidade com Alex Henrique e Tiago Potiguar. Neste jogo contra o River do treinador Vica, que vem fechado para explorar os contra golpes mais do que nunca, o América vai precisar de alas com intensidade na passagem, Danilo Baía na direita, Arthur Henrique fazendo o corredor pelo lado esquerdo. É o caminho para sair do ferrolho que vai ser armado.

Francisco Diá: ” Tudo é possível no futebol “

31/07/2016 às 07:00 por Marcos Lopes

Francisco Diá não confirmou, mas o time para começar o jogo de hoje, quatro da tarde no Nazarenão, contra o River deve ser com Daniel, Danilo Báia, Cléber, Maracás e Richardson; Memo, Diego Silva, Thiago Potiguar e Arthur Henrique; Alex Henrique e Luiz Eduardo.

O treinador rubro sabe que a situação não é fácil: ” A gente sabe que não está fácil, mas tudo é possível no futebol. Estamos a quatro pontos do G-4, temos 24 pontos em disputa e temos quatro jogos em casa. Nosso último jogo como mandante é contra o Confiança, que hoje luta conosco na parte de baixo da tabela. A gente tem que ter cautela, pensar um jogo de cada vez, para que a gente consiga os pontos para entrar no G-4″.

Série D: Romarinho desfalca Globo contra o Campinense

31/07/2016 às 06:00 por Marcos Lopes

Com Romarinho fora do jogo contra o Campinense, o treinador Luizinho Lopes ainda não definiu quem vai formar o ataque ao lado de Vavá. Ele tem as opções de Glaúcio e Luisão, dois jogadores de referência. Na vaga de Tiago Lima deve entrar Renatinho Potiguar.

Vitória simples de 1×0 coloca o Globo na terceira fase da competição, se vencer por 2×1 o mesmo placar do primeiro jogo, decisão de vaga vai para os pênaltis.. Campinense tem a vantagem de jogar pelo empate.

Estão relacionados os goleiros Rafael e Guilherme,  laterais Angelo, Giovane, Renatinho Carioca e Pablo Franklin, os zagueiros Negretti, Jamerson e Gravatá, volantes Leomir, Niander, Pablo Oliveira, Sorato e Cosme, os meias Renatinho Potiguar e Eduardo e os atacantes Vavá, gláucio, Luisão, Denis, Duduzinho e André.

 

Geninho: ” A gente vai ter muita dificuldade em Salgueiro “

31/07/2016 às 05:00 por Marcos Lopes

Geninho projetou as dificuldades que o ABC vai enfrentar amanhã no Cornélio de Barros contra o Salgueiro: “É muito difícil jogar em Salgueiro.  Eu acho que a gente vai ter muita dificuldade e, dentro de casa, eles têm conseguido bons resultados. Temos que estar preparados e a viagem vai ser comprida.  Nós temos um mês e meio ainda de campeonato, que é um período muito curto, para que se defina a classificação. Cada jogo vai ser importante a soma de pontos, porque basta pegar a tabela e os times estão todos embolados. É fundamental que o ABC faça a parte dele para conseguir essa classificação”.

O zagueiro Léo Fortunato foi mesmo vetado, e o time deve começar com Jota, Filipi Sousa, Gustavo Bastos, Tiago Sala e Alex Ruan; Anderson Pedra, Felipe Guedes, Erivelton e Lúcio Flávio; Jones Carioca e Caio Mancha.

Estão relacionados ainda o goleiros William, os laterais Marrone e Luiz Felipe, zagueiro Gabriel, volantes Márcio Passos e Zaquel, os meias Fábio Gama e Echeverría e o atacante Victor Sapo.

Brasil vence Japão e Fernando Prass será cortado da seleção

30/07/2016 às 20:43 por Marcos Lopes

No primeiro e único teste da seleção antes dos Jogos do Rio 2016, Neymar e companhia venceram por 2 a 0 o Japão, neste sábado em Goiânia, na base do toque de bola e da velocidade. O placar da partida acabou sendo magro, tendo em vista a quantidade de lances de perigo criados pela equipe do técnico Rogério Micale, principalmente no primeiro tempo, quando além dos gols a seleção acertou duas bolas na trave. Com uma escalação muito ofensiva no início do jogo, o Brasil, liderado pelo trio de ataque Neymar, Gabriel Jesus e Gabriel “Gabigol”, dominou a posse de bola e construiu a vitória na etapa inicial.

O Brasil estreia nos Jogos do Rio 2016 na próxima quinta-feira contra a África do Sul em Brasília. No dia 7 de agosto, a seleção encara o Iraque, também na capital federal. Três dias depois, encerra a participação na fase de grupos contra a Dinamarca, em Salvador.

A lamentar que o goleiro Fernando Prass será cortado da Seleção Brasileira que disputará a Olimpíada. O jogador de 38 anos voltou a sentir dores no cotovelo direito neste sábado e, com suspeita com fratura, não poderá disputar os Jogos do Rio de Janeiro.