O regulamento é  claro 

23/04/2017 às 10:43 por Marcos Lopes

Filosofia de vida ou pressão na arbitragem? 

23/04/2017 às 10:29 por Marcos Lopes

A mensagem pintada ontem  (22) no vestuário dos árbitros no estádio Barrettão foi encarada pelo presidente da Comissão Estadual de Arbitragem, Ricardo Albuquerque como uma “pressão clara em cima da arbitragem” e que segundo Ricardo Albuquerque “ainda cheirava a tinta “.

Itálo Medeiros deve ter registrado em súmula o acontecimento que constrangeu o quarteto de árbitros,  lá mesmo no Barrettão, o auditor do STJD, Honório de Lima Junior comunicou o fato ao Procurador do TJD.

Se aquela mensagem tivesse sido pintada em todos os vestiários aí sim, estaria configurada na minha opinião,  a divulgação de uma filosofia de vida de Marconi Barretto que assinou o texto.

A mensagem apenas no vestiário da arbitragem deixou margem para várias interpretações, inclusive que o objetivo seria pressionar a arbitragem. 

Geninho e Luizinho Lopes analisam o primeiro jogo da final 

23/04/2017 às 10:18 por Marcos Lopes

Geninho e a vitória de 1 a 0 sobre o Globo: “Eu gostaria que o time fizesse os gols. Mas eu fico contente pelo fato de a equipe ter mostrado personalidade e criado. Você só perde quando você cria. Eu fico satisfeito pela vitória. Acho que poderíamos ter feito mais, mas não fico decepcionado, nem chateado. O jogador não perde gol porque quer. Acho que nós temos que dar muito mérito para o Rafael, que fez três ou quatro defesas maravilhosas. Uma bola pegou na trave. O que nós podemos fazer, né? Eu fico muito satisfeito com o que a equipe apresentou. Foi só um gol? Tudo bem, mas foi uma vitória. Vamos levar o jogo para a nossa casa, para a nossa torcida, e espero que ela lote o Frasqueirão, nos ajude, nos empurre para que façamos uma partida tão boa como fizemos aqui no Barrettão”.


Luizinho Lopes, treinador do Globo e a derrota dentro de casa no primeiro jogo da final:”Jogando dentro de casa a gente queria equilibrar, porque o ABC tem um bom contra-ataque. A gente queria colocar o ABC dentro do campo deles, mas com muito cuidado. No segundo tempo, o jogo ficou mais aberto e abrimos até mão de um volante para colocar o time mais a frente e sofremos alguns contragolpes. A equipe deu uma desequilibrada e uma desorganizada depois que sofremos o gol . Isso é fato. A nossa equipe tem uma compactação muito boa para ter uma transição organizada, mas deu uma desorganizada sim. Vamos trabalhar para corrigir esse quesito”.

Coluna TN: Os destaques do Estadual 

23/04/2017 às 05:00 por Marcos Lopes

1- Vai chegando ao final mais uma edição do Estadual e é chegada a hora de montar aquela seleção com os melhores da competição, que este ano mais uma vez apresentou alguns bons valores nos times menores, como os atacantes Gabriel Maia do Baraúnas, Dedé do ASSU, Léo Bahia do Alecrim, Robert e Wellington do Potiguar. Se você vai para a pegada, destaques para Leomir e Pablo Oliveira do Globo, Ítalo do Baraúnas, Sidney do Potiguar. Os meias Ítalo Roben e Beleu do Baraúnas, Moisés do Alecrim e Dhiego Lomba do ASSU

2- O leitor observou com atenção, a vitalidade e regularidade de Renatinho Carioca na lateral-esquerda do Globo? Ou Deivinho no Baraúnas? E os zagueiros? Jamerson no Globo, Cláudio Baiano e Lucas no Potiguar. Os goleiros Érico no Baraúnas, Rafael no Globo e Dida no Potiguar. Dá para montar uma boa seleção do Estadual 2017, e olha que relacionei aqui, apenas e tão somente jogadores que atuaram no interior e dois ou três do Alecrim. Só para mostrar que tem gente boa fora de ABC e América


3- Estadual 2017 ainda não terminou e a FNF já está avaliando a competição e projetando ajustes para as próximas edições. A questão do pouco público nos estádios penso que é o grande ponto a ser discutido pela entidade com os clubes, os grandes interessados.

Outro problema sério enfrentado no Estadual, e não é de hoje, é a questão dos estádios. A rigor só existem três estádios com condições plenas, a Arena das Dunas, o Frasqueirão e o Barrettão. O Edgarzão em ASSU atende o básico do básico do básico, e o Nogueirão em Mossoró é um barril de pólvora que qualquer hora explode. Quando questionam o mando de campo da FNF com os jogos das finais dos turnos na Arena, já imaginaram se Potiguar x ABC fosse em Mossoró? Teria que ser realizado às duas da tarde, com problemas elétricos e parcialmente interditado. E manutenção dos estádios é responsabilidade única dos clubes mandantes ou dos proprietários. E via de regra os clubes deixam tudo para a última hora


4- Não resta dúvida que tira público dos estádios, mas também não resta nenhuma dúvida que é um instrumento importante para o clube mostrar seus patrocínios. Penso que falta aos clubes inteligência para explorar a visibilidade que a televisão oferece. E o valor das cotas no Estadual? Entendo que é um assunto que interessa ao clube, se assinou o contratou é por que o valor satisfaz os interesses da agremiação, ou alguém assinou obrigado?


5-Dia 13 de maio, o ABC estreia no Brasileiro da Série B, jogando no Frasqueirão contra o Paraná. No mesmo mês, no dia 21, começa a Série D, com o América jogando na Arena contra o Murici, o Globo no Piauí pega o Parnahyba e o Potiguar joga no Nogueirão contra o Maranhão. O ABC entra em uma prova de regularidade, longa e com maiores chances de recuperação dentro da competição. Os demais, em um tiro curto onde todo o erro pode ser fatal

ABC vence o Globo 

22/04/2017 às 21:28 por Marcos Lopes

O primeiro tempo foi tecnicamente muito pobre, com os goleiros praticamente sem nenhum trabalho, com exceção de Rafael em um chute de Echeverria que a bola bateu no poste. A tônica da etapa inicial foi do Globo explorando os flancos mas sem perigo real. O ABC cresceu um pouco quando passou a colocar a bola no chão, mas foi muito ruim os 46 minutos iniciais.

No segundo tempo quando o Globo deveria fazer valer o tempo em que ficou apenas treinando, onde deveria valer o time mais descansado,  o ABC sobrou em campo e poderia ter matado o campeonato, goleando a Águia. 

Foram cinco ou seis claras de gols desperdiçadas por Nando, Felipe Guedes e Caio Mancha.  Um segundo tempo onde apenas o ABC jogou contra um Globo tentando explorar os contra golpes.
O gol da vitória começou em uma roubada de Oswaldo que tocou para Erivelton que enfiou para Echeverria fazer a vitória por 1 a 0.

Morte Milton Marques,fundador do Grupo TCM de Mossoró

22/04/2017 às 18:13 por Marcos Lopes

A TV Cabo Mossoró (Sistema Oeste de Comunicação) atualiza as informações sobre as exéquias do superintendente do Grupo, Milton Marques de Medeiros. O velório acontecerá do início da noite de hoje até às 13h do domingo, 23, na Loja Maçônica 24 de Junho. A missa de corpo presente será às 15h, na Capela de Santa Terezinha, na Praça dos Hospitais. O sepultamento será oficiado às 16h, no cemitério de São Sebastião, no centro da cidade. Professor Milton Marques de Medeiros estava internado no hospital Monte Klinikum, em Fortaleza-CE. Ele não resistiu a um grave quadro de pneumonia.

Nascido em Upanema, em 9 de julho de 1940, Milton Marques se formou em medicina, exercendo a psiquiatria por 35 anos. Ex-reitor da UERN (Universidade do Estado do Rio Grande do Norte), ele atuou ainda em várias academias e entidades, como a ACJUS (Academia de Ciências Jurídicas e Sociais de Mossoró), ICOP (Instituto Cultural do Oeste Potiguar), ASCRIM (Associação de Escritores de Mossoró). Venerável da centenária Loja Maçônica 24 de Junho, professor Milton Marques tem formação acadêmica também em Direito. Empresário do ramo salineiro, da radiodifusão e telecomunicações, Milton Marques fundou o Sistema Oeste de Comunicação que opera rádios em Mossoró, Assú e Apodi, além da TV Cabo Mossoró, promotora de TV por assinatura, internet e do Canal próprio TCM 10 HD.
Assessoria TCM

Volante Guto está contratado pelo América

22/04/2017 às 17:22 por Marcos Lopes

GutoGuto volante que estava no Fluminense de Feira de Santana na Bahia, reforça o América no Brasileiro da Série D. O jogador chega pronto, jogou hoje (22) contra o Bahia.

O volante jogou pelo Ferroviário, Icasa, Guarani de Campinas, São Bernardo, Red Bull Brasil, em 2012 jogou no ABC, Mogi, Botafogo da Paraíba, ano passado atuou pelo Fortaleza.

O baixinho Guto, 28 anos e 1 metro e 64 se encaixa no esquema de jogo que gosta Leandro Campos, com um forte poder de marcação e que também sabe sair para o jogo.

 

 

Confiança de Leandro Sena na final do Sergipano

22/04/2017 às 11:25 por Marcos Lopes


Na última quarta-feira, o  Confiança do treinador Leandro Sena jogou no  Estádio Etelvino Mendonça e venceu o Itabaiana por 2×1, e garantiu  vaga na final do Campeonato Sergipano. 




O título estadual será decidido entre Itabaiana e Confiança nos dias 29/04 e 06/05. A primeira partida será disputada no Batistão e a segunda no Estádio Etelvino Mendonça. O Itabaiana  tem a vantagem de jogar pelo empate na soma dos resultados dos dois jogos. 


Nota de repúdio contra agressão ao atleta do Inter de Lages/SC

22/04/2017 às 10:55 por Marcos Lopes

FEDERAÇÃO NACIONAL DOS ATLETAS PROFISSIONAIS DE FUTEBOL – FENAPAF vem de forma pública manifestar com veemência seu repúdio à injusta agressão física e moral que o atleta ALVINO VOLPI NETO foi vítima, fatos estes cometidos pelo Presidente do Esporte Clube Internacional, da cidade de Lages em Santa Catarina.

 

 

No dia 19.04.2017, o Presidente do Clube, Cristopher Nunes, acompanhado do treinador e do coordenador da categoria de base junto com mais dois funcionários do clube, aproveitando-se do fato de que VOLPI NETO em sua folga estava com amigos em um restaurante da cidade, invadiu o quarto do atleta, situado em um hotel da cidade, que serve de alojamento ao plantel e retirou todos os seus pertences jogando-os em frente ao hotel.

 

 

VOLPI NETO foi avisado do incidente e ao chegar à frente do hotel para catar seus pertences foi agredido covardemente pelo Presidente e seus prepostos, que dispunham de barras de ferro e de taco do jogo de sinuca, resultando em lesões na cabeça e no corpo, sendo necessário pronto atendimento no hospital da cidade.

 

A FENAPAF repudia a covarde agressão cometida por um dirigente desequilibrado, que vem ameaçando todos os atletas do plantel, caso o clube venha a ser rebaixado neste final de semana. A situação dos atletas do Inter de Lages é deplorável, estando sempre com seus salários atrasados e sofrendo constante pressão da direção do clube, que gosta de cobrar resultados mas não cumpre com suas obrigações.

 

É extremamente lamentável que o Inter de Lages, clube tradicional do futebol brasileiro, tenha como Presidente uma pessoa com tal tipo de comportamento, que mediante obstáculos enfrentados pelo clube acabe apelando para medidas drásticas e violentas que não resultem em êxito algum, mas sim na piora da harmonia da equipe.

 

Qualquer eventual insatisfação ou problema com o plantel deve ser debatido, discutido no âmbito de trabalho e com respeito, democracia, cordialidade e civilidade, características estas que se mostraram ausentes no presidente, que apela aos seus asseclas para agredirem o atleta, que sequer pode esboçar qualquer defesa ao ataque injusto cometido pelos cinco covardes.

 

Dessa forma, a FENAPAF tem como objetivo expor tal fato, de forma que seja visto como um ato de covardia, inconsequência, desprezo, bárbaro, cruel, brutal, inclemente e merece ser rechaçado pela sociedade brasileira.

 

A FENAPAF já se colocou à disposição do atleta e  na próxima semana estará oficializando a indignação e cobrando providências punitivas junto à Confederação Brasileira de Futebol e à Federação Catarinense de Futebol, bem como, aos tribunais de justiça competentes, exigindo sanções penais, civis, trabalhistas e administrativas, tudo contra esses agressores párias do nosso esporte.

 

Rio de Janeiro/RJ, abril de 2017

 

FELIPE AUGUSTO LEITE

Presidente da FENAPAF

Globo “ajustado” para a decisão 

22/04/2017 às 09:50 por Marcos Lopes

Com time inteiro e completo o Globo está pronto para o primeiro jogo da final do Estadual contra o ABC hoje, sete e meia da noite no Barrettão.

Treinador Luizinho Lopes aproveitou o tempo que o time ficou sem jogar para ajustar a equipe: “Nós tivemos esse período de treinamento para reajustar as situações de estratégia de jogo que nós deveremos utilizar nas finais. Nós temos trabalhado muito a eficácia. A nossa equipe teve bom volume de jogo no segundo turno, mas errou muito na finalização e sofremos alguns gols pontuais nas bolas paradas. Estamos reajustando esses quesitos para sermos felizes na final”.