Prefeitura de Natal dispensa licitação e assina contrato emergencial superior a R$ 2,6 milhões para locação de mão de obra

7 de junho de 2012 por annaruth

Comentários 28

A Prefeitura Municipal de Natal assinou mais um contrato de locação de mão de obra. Dessa vez foi a Secretaria Municipal de Educação. Com dispensa de licitação, na justificativa de “contrato emergencial”, o secretário Walter Fonseca assinou três contratos com empresas de locação de mão de obra. Juntas as negociações somam mais de R$ 2,6 milhões . O prazo dos serviços é de quatro meses.

Com a empresa Clean Locação de Mão de Obra Ltda. O contrato é no valor de R$ 780.169,20. Com a empresa CM3 Construções e Serviços Ltda. a negociação chega a R$ 1.405.813,32. A Limpia Recursos Humanos Ltada ME foi contratada pelo valor de R$ 591.675,66.

Todos os contratos foram iniciados no dia 2 de maio e irão até 31 de agosto.

Faça um comentário

Você pode deixar uma resposta, ou trackback a partir do seu próprio site.

28 Comentários para “Prefeitura de Natal dispensa licitação e assina contrato emergencial superior a R$ 2,6 milhões para locação de mão de obra”

  1. Rai disse:

    A Prefeitura de Natal há muito tempo banalizou e generalizou o que entendemos como sendo “emergencial”, para fins de dispensa de licitação prevista em Lei.
    Para eles, tudo é emergencial!

    Compra de materiais é emergencial!
    Contratação de serviços é emergencial!
    Liberou geral!

    Por favor, alguém avise ao procurador do município e ao MP que a REGRA NA ADMINISTRAÇÃO É A CONTRATAÇÃO POR MEIO DE LICITAÇÃO, JUSTAMENTE PARA EVITAR A PESSOALIDADE NAS CONTRATAÇÕES!!!

  2. Azevedo. disse:

    Atenção Ministério Público,fique de olho, pois tem boi na linha.Mais uma vez vão meter a mão no dinheiro do contribuinte por debaixo dos panos. Vamos meter esses irresponsáveis atrás das grades, pois está virando rotina esses contratos sem uma licitação prévia.Essa é mais uma maneira de roubar o dinheiro público.

  3. Glenn disse:

    Este tipo de contrato emergencial é a comprovação da incompetência administrativa de quem não planeja as ações e, depois, acumula prejuízos que tem que ser pagos com o dinheiro dos impostos do contribuinte.

  4. jonas Lima disse:

    Picaretagem pensei que era para pagar ao seturn afinal os funcionarios da SMS assim com eu estão sem os creditos dos vales trasportes depositados a 3 mês mesmo sendo descontados amiga entre em contato com o senhor Augusto Maranhão e pergunte a ele o valor da divida

  5. emanoel messias disse:

    So gastam dinheiro mais a drenagem da vila paraizo em igapo nunca sai entra prefeito sai prefeito e nada so promeça vem mais uma canpanha e as promeças são as mesma pago para ver alguem faser algo na vila paraizo

  6. IB disse:

    Mas eles já num queriam dispensar os professores contratados pra diminuir as despesas poque estavam no limite da LRF?!Não entendi essa lógica!

  7. Marco Túlio disse:

    Na manchete do site do tribuna do norte tem dizendo que é de 2,6 MIL E NÃO MILHÕES.

  8. dedoduro disse:

    essa adm,so gosta de fazer as maracutaias sem licitaçao.tudo tem fumaça de corrupçao.nada e licito.como e que tantas irregularidades feitas as caras da populaçao,nao tem um minimo de respeito com o dinheiro publico.dias atras,apropria prefeitura demitiu varios funcionarios dizendo que estava estrapolando o limite prudencial.agora estar explicado tanta imoralidade.xo satanas.

  9. re disse:

    PARA ISSO NÃO EXISTE LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL- LRF…GASTAR DINHEIRO SEM PRECISÃO!!! ENQUANTO ELA CORTA AS GRATIFICAÇÕES DOS SERVIDORES E NÃO CUMPRI A LEI DA DATA BASE. PREFEITA IRRESPONSÁVEL…#FORAMICARLA

  10. dedoduro disse:

    cade o limite das despesas que ja tinha utrapassado.isso e imoral.alo mp.

  11. Luiz Carlos disse:

    Sem licitação? E assim, vai para o ralo o dinheiro público. Incrível, nas Universidades para comprar uma simples torneira tem que ser pelo pregão com licitação e coisas mais importantes para os laboatórios é a maior burocracia para comprar. Esse tipo de contrato emergencial é o caminho mais fácil para a corrupção. Com licitação já há corrupção, imaginem sem.
    Desculpe julgar, mas o que a borboleta quer é dinheiro para sua reeleição.

  12. Jean Freitas disse:

    Mais um contrato da gestão de Micarla de Sousa que mostra sua incompetencia como gestora, contratos emergenciais mostram tão somente que não há planejamento no trato do dinheiro público.

  13. Walter Souza R. Silva disse:

    E viva São João!!!!!!!!!!!!!!!!!

  14. Alan Victor disse:

    O interessante é que essa semana, a prefeitura anunciou um corte de pessoal começando pelos docentes da SME. É um absurdo esses contratos. Vão gastar R$ 2,6 milhões com “contratos emergenciais” e tão querendo demitir professores. Que contradição.

  15. Dean disse:

    A terceirização de serviços para orgãos públicos é um incentivo as fraudes e esquemas ilícitos.

  16. ivan moreira dos anjos disse:

    O MPE/RN não está vendo isto, que contratos milionários é estes, no prazo de quatro meses chegar a este valor de dois milhoes e seiscentos mil reais, será mais umas obras fantasma e o povo é quem paga e a prefeitura come o dinheiro com estas empreteirras fantasma.

  17. Jadson disse:

    E assim nosso dinheiro vai indo embora….

  18. wagner macedo disse:

    ja ta fazendo caixinha para as eleiçoes e ninguem faz nada, bando de …

  19. José Vicente Filho disse:

    As duas imcompetentes estão trabalhando muito para contratarem mão de obras e se não bastasse sem licitação, sem informação publica alguma da necessidade, se levarem em considerações o cal da saude, da educçao, da segurança publica, infraestrutura das duas irresponsaveis, isso não justifica, porque a propria Rosalba jã declarou que no governo dela não houve foliaduto, nem operação higia, nem outras operações de carater desoneste.
    O que eu entendo é que tem dinheiro sobrando ou saindo pela boca do ladrão, a população continua pagando imposto!
    Se não está fazendo nada, pelo menos seja honesta e diga onde está este dinheiro?

  20. lord disse:

    CadÊ o MINISTÉRIO PÚBLICO!!! NÃO VAI FAZER NADA? NÃO ESTÁ VENDO QUE EM ANO DE ELEIÇÃO A PREFEITA, ESTÁ CRIANDO UM CAIXA 2… NÃO ACREDITO… ATÉ EU QUE NÃO SOU DA JUSTIÇA OU SEI LÁ O QUE … SEI DISSO, ISTÓ É UMA VERGONHA!!!(COMO DIZIA BORIS CASOY).

  21. Geiner disse:

    CadÊ o MINISTÉRIO PÚBLICO!!! NÃO VAI FAZER NADA? NÃO ESTÁ VENDO QUE EM ANO DE ELEIÇÃO A PREFEITA, ESTÁ CRIANDO UM CAIXA 2… NÃO ACREDITO… ATÉ EU QUE NÃO SOU DA JUSTIÇA OU SEI LÁ O QUE … SEI DISSO, ISTÓ É UMA VERGONHA!!!(COMO DIZIA BORIS CASOY).

  22. joao bobo disse:

    SERA QUE NAO EXISTE UM HOMEM DE VERDADE NESTE MINISTERIO PUBLICO PARA FREAR ESTAS ……….SÓ UM HOMEM DE VERDADE.

  23. erinaldo disse:

    e ainda vai um demagogo do enildo alves falar da administração de carlos eduardo, logo enilddo que atesta tudo que essa gestão de micarla faz, isso sim é passivo de investigação, issso sim é motivo pra imptchima, isso sim os 15 veriadores da bancada da prefeita poderia ver, e analizar ve se está certo, e agor4a enildo alves? o q vc vai fazer?

  24. jussiara farias disse:

    Essa prefeita burla qualquer lei para benefício próprio. Os funcionário que forem tirar férias agora só receberá na próxima administração, pois a mesma não cumpre a lei da CLT que, a cada gozo de férias, o funcionário terá direito ao terço de férias remuneradas, tal lei não é cumprimda desde que a mesma assumiu. Funcionário estão indo trabalhar tirando dinheiro do próprio bolso, pois há mais de 4 meses não é repassado pagamento para a empresa Natal Card. Não é dado custeio em dinheiro para os que optaram pelo dinheiro. Está sendo um verdadeiro “inferno” ser funcionário nesta administração.

  25. Ana Paula disse:

    É , para reajustar os salários não tem dinheiro. Está na cara que essa estória de emergencial é pura e simplesmente politicagem eleitoral. Ela pensa que vai conseguir desfazer essa administração péssima em quatro meses. Coitada, me engana que eu gosto.

  26. julia disse:

    OI MINISTERIO PUBLICO,ALO,ALO,ALO VC EXISTE POIS VA ATRAZ QUE TEM MUITA MUTRETA NA LINHA DESSE TREEMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM
    FORA MICARLA JA

  27. rodrigo disse:

    TCE emite parecer desfavorável de Contas do Ex-Prefeito Naldinho, no exercício de 2007

    No Diário Eletrônico do Tribunal de Contas do Estado, edição de 07 de junho de 2012, divulgou decisão sobre uma das contas da Administração Municipal de São Paulo do Potengi/RN, gestão do ex-prefeito Naldinho, informando que no que se refere ao exercício de 2007, o Tribunal decidiu em emitir Parecer Desfavorável.

    Segundo, ainda, informações constantes da decisão, o processo será submetido à apreciação da Câmara Municipal de São Paulo do Potengi/RN.

    Confira, na íntegra, o que foi publicado:

    SESSÃO ORDINÁRIA 00020ª, DE 24 DE MAIO DE 2012 –

    PRIMEIRA CÂMARA

    Processo Nº: 003395 / 2008 – TC (003395 /2008 – PMSPPOTENG)

    Interessado: PREF.MUN.SÃO PAULO DO POTENGI

    Assunto: RELATÓRIO ANUAL DO EXERCÍCIO DE 2007

    RESP.: JOSÉ LEONARDO CASSIMIRO DE ARAÚJO

    Relator: Conselheiro MARCO ANTÔNIO DE MORAES RÊGO

    MONTENEGRO (Conselheiro Convocado por Vacância)

    DECISÃO Nº 134/2012 – TC

    EMENTA: PARECER PRÉVIO SOBRE O RELATÓRIO ANUAL DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO DO POTENGI/RN, RELATIVO AO EXERCÍCIO DE 2007.

    DECIDEM emitir PARECER PRÉVIO DESFAVORÁVEL À APROVAÇÃO das contas, conforme Relatório nº 025/2009 – DCA/DAM e Informação nº 086/2012, relativas ao exercício de 2007 prestadas pelo Excelentíssimo Senhor Prefeito JOSÉ LEONARDO CASSIMIRO DE ARAÚJO, submetendo-as à Augusta Câmara Municipal do referido município. Sala das Sessões, 24 de maio de 2012.

    Participaram do julgamento o Excelentíssimo Senhor Conselheiro Presidente Carlos Thompson Costa Fernandes e os Conselheiros Conselheiro Carlos Thompson Costa Fernandes,;;; Conselheira Maria Adélia Sales,;;; Marco Antônio de Moraes Rêgo Montenegro,;;; Procurador Carlos Roberto Galvão Barros, Representante do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas

    CARLOS THOMPSON COSTA FERNANDES

    Presidente Titular

    Clique e veja o documento: http://www.tce.rn.gov.br/2009/download/DOE/DOE07062012154141.pd

  28. julio disse:

    a educaçao municipal decretou falencia a muito tempo, falta professores no seu quadro permanente e o secretario decretou ainda um corte de 168 professores contratados sob alegaçao de reduzir custos e contrata essa fortuna sem licitaçao (?). o que precisa ser emergencial é a saida dessa corja da prefeitura, a começar pela prefeita, isso sim é emergencial.

Comentário