NacionalRN

Nísia Floresta vai ganhar roteiro turístico

A conclusão das obras de recuperação da estrada que liga a praia de Barra de Tabatinga à BR 101 provocou a Secretaria Estadual de Turismo e a EMPROTUR, responsável pela promoção turística do RN, a idealizarem um roteiro para evidenciar as belezas praianas e a cultura de Nísia Floresta.

A ideia do roteiro é explorar diferentes modalidades turísticas incluindo restaurantes, vendas de artesanatos, apresentações culturais e a história do município, até chegar às praias e suas várias possibilidades de turismo, como prática de esportes náuticos, de aventura, lazer e belezas naturais

Nísia Floresta abriga as praias de Pirangi do Sul (Pirambúzios), Búzios, Tabatinga, Camurupim e Barreta. Ainda nos seus limites estão a Lagoa do Bonfim e do Carcará, e mais uma dezena de outras lagoas.

A Secretaria não divulgou quando será lançado o roteiro, mas quando o #Partiu era ainda uma coluna no caderno TN Família da Tribuna do Norte, publicamos uma matéria sobre as belezas e o potencial turístico da cidade. Que tal rever e montar a sua própria rota?

NÍSIA FLORESTAS, PRAIAS E LAGOAS

nisia floresta

Dionísia Gonçalves Pinto, mais conhecida pelo seu pseudônimo, Nísia Floresta Brasileira Augusta, nasceu no Rio Grande do Norte em 12 de outubro de 1810 e fez história como a “mais notável mulher de letras do Brasil”. Pela sua importância como educadora, jornalista, escritora e precursora do abolicionismo e do feminismo no Brasil, foi reconhecida pela pequena Vila de Papari, onde nasceu, que passou a se chamar Nísia Floresta, em 1948, em sua homenagem. É a pequena cidade, a cerca de 40 km de Natal, que o #Partiu vai desbravar essa semana.

O passeio por Nísia Floresta começa na Igreja Matriz Nossa Senhora do Ó, localizada na região central da cidade. Construída de 1715 a 1735 em estilo barroco, o pequeno templo com faixada simples, surpreende com seus altares imponentes e adornos dourados. O nome inusitado é uma homenagem à Nossa Senhora, que tinha seu nome sempre precedido por um “Ó” de admiração. “Ó virgem santa, ó Nossa Senhora”. A igreja é famosa por ter sediado a primeira Campanha da Fraternidade do mundo, em 1963, e possui inclusive uma placa de reconhecimento enviada pelo papa Bento XVI. O local preserva praticamente toda a estrutura do período de sua construção e passa, atualmente, por uma restauração.

Foto: Júnior Santos

Foto: Júnior Santos

Da frente da igreja, é possível observar a próxima parada do roteiro: o famoso baobá tombado pelo Patrimônio Histórico da cidade. Existem muitas lendas e muita contradição a respeito de sua plantação. A história que circula pela cidade é que um navio negreiro, vindo da África, teria naufragado na praia de Camurupim e apenas um escravo teria sobrevivido. O homem teria plantado as sementes de baobá em agradecimento pela sua vida que foi poupada. No próprio local há uma placa informando que a árvore foi plantada em 1877 por Manoel Moura Júnior; mas há relatos do historiador Luís da Câmara Cascudo que já indicavam a existência centenária da planta ainda no século XIX.

Em seguida, uma parada no mausoléu de Nísia Floresta. A escritora faleceu em 1885 na França, onde morou por vários anos, e teve seus restos mortais trazidos ao brasil em 1954, quando o presidente Café Filho assumiu e atendeu ao pedido de intelectuais da época, de que seu corpo fosse trazido para ser enterrado em sua cidade de nascimento. Nísia foi uma das primeira mulheres do Brasil a escrever artigos em jornais. Percorreu os estados de Pernambuco, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, atuando como educadora em colégios e escrevendo artigos sobre a condição feminina no Brasil e a liberdade dos escravos. Se mudou para a França aos 39 anos, onde permaneceu até o seu falecimento.

16295474_1345896998795279_1721931532_n

Foto: Júnior Santos

A Estação Ferroviária de Papary foi fundada em 1811 pela empresa americana Great Western. Se deve a ela o nome “Parary”, com o y, americanizado. A estação foi criada como um entreposto de ligação entre o Rio Grande do Norte e a Paraíba, e era responsável pelo escoamento de cana-de-açúcar e pelo transporte de pessoas. A cana era a grande fonte de renda da região na época. Estima-se que existiam 23 engenhos no município de Nísia. Atualmente a estação de trem está tombada pela Fundação José Augusto e abriga um restaurante de comida típica.

É impossível falar do município de Nísia Floresta sem citar as suas belas praias e lagoas. O município é um reduto de balneários de água doce que emergem do lençol freático e estão acessíveis o ano inteiro. Entre as praias, destaque para Tabatinga, que possui um dos mais belos mirantes do estado, de onde se avistam golfinhos e tartarugas, em qualquer época do ano, devido ao difícil acesso de pessoas às regiões próximas as falésias.

Está vindo para Natal e precisa de dicas de Turismo? Acesse www.vivanatal.com.br

DicasGastronomiaHospedagemNacionalRNTurismo de aventura

Os encantos de Porto do Mangue

Localizada na região da Costa Branca potiguar, a pequena e pacata cidade de Porto do Mangue é uma das mais recentes do estado. Emancipada de Carnaubais em 1995, o município tem apenas 21 anos de idade e é pouco explorado turisticamente, mas possui um potencial natural extraordinário. Dunas, mangue, rio, mar, bons ventos, Porto do Mangue tem um pouco de tudo em seus 318,64 km² de extensão.

P_20160614_134517

Para chegar a esse paraíso pouco explorado da Costa Branca potiguar, saí de Natal pela Zona Norte. Peguei a BR-226 em direção a Macau e segui a sinalização até chegar à cidade. As ruas principais da cidade foram recentemente asfaltadas e uma orla foi construída às margens do Rio das Conchas. Vale a pena o passeio a pé para desbravar e se encantar com o lugar.

A maioria da população não é porto-manguense de nascença porque a cidade é muito nova. Ela era frequentada por pessoas que buscavam descanso e sossego e também movimentada pela atividade salineira, peculiar da região da Costa Branca. Muitas dessas pessoas se encantaram com a cidade e resolveram se fixar. Assim o povoado cresceu e se emancipou.

O que fazer em Porto do Mangue?

Um passeio imperdível na região é pelas famosas Dunas do Rosado, o segundo maior complexo de Dunas do Brasil, perdendo apenas para os Lençóis Maranhenses, que já foi cenário de duas novelas globais e até de um filme. O melhor horário para visitá-las é no fim da tarde, quando o sol se põe e ilumina a areia rosada que impressiona pela cor peculiar. Ela é consequência da areia das falésias avermelhadas que é levada pelo vento e forma uma fina camada cor de rosa. Iluminada pelo sol, a cor se destaca ainda mais. É daí que vem o nome: Dunas do Rosado.

Pelo que eu ouvi falar, existe uma discussão sobre o município ao qual as dunas pertencem, se é a Porto do Mangue ou a Areia Branca. Não sei dizer com certeza. Mas o acesso é fácil e rápido por Porto do Mangue.

Os pescadores da região fazem passeios de barco pelo Rio das Conchas, entrando mangue adentro e com direito a uma parada numa enorme ilha de dunas brancas, que se formou entre o mar e o rio. É uma coisa linda de ver! Lembra os famosos lençóis do Maranhão, mas é aqui pertinho de Mossoró.

DSC06111

Uma outra opção incrível que você não pode deixar de aproveitar é o voo duplo de parapente que eu já falei AQUI Apesar de ser considerado um esporte radical, pra mim foi só paz e tranquilidade. Partimos do chão, junto com o instrutor e subimos tranquilamente em um voo controlado.

Um pouquinho dessa sensação maravilhosa 😍

A post shared by Lari 🍃 (@larissacavalcnt) on

Se você quer visitar a cidade com todos os passeios organizadinhos, a minha dica é falar com o Vicente, da Aloha Adventure, pelo Facebook ou pelo telefone 99815-4177.

Onde comer em Porto do Mangue?

Como uma boa vila de pescadores, frutos do mar não faltam. Não deixe de conhecer o Restaurante da Lúcia, uma cozinheira de mão cheia que já morou em São Paulo, Paraná, Espírito Santo, Fernando de Noronha e até em Portugal. Com a experiência adquirida em todos esses lugares, Lúcia voltou ao Rio Grande do Norte e montou seu restaurante na terra de sua avó. A lagosta que ela prepara é sensacional. Não saia de lá sem experimentar.

O Bangalô é mais uma opção gastronômica da região. Comandado por Rodrigo Almeida, chef que já cozinhou para muitos famosos enquanto trabalhou em Campos do Jordão, ele dedicou boa parte de sua carreira ao restaurante do Ocean Palace, famoso resort natalense, o local é bem decorado, amplo e oferece pratos deliciosos tendo também como carro chef os frutos do mar. A localização é excelente, em frente ao Rio das Conchas.

Onde se hospedar em Porto do Mangue?

Já falei AQUI no blog sobre o SPA Costa Branca. O SPA funciona também como pousada sob demanda e foi nessa opção que passei o fim de semana por lá. Ao todo são seis suítes com capacidade para até 18 pessoas, piscina adulto e infantil, estacionamento, uma bela área verde e os diretores ainda deixam um quadriciclo à disposição dos hospedes para passeios na região.

P_20170108_130013

Está vindo para Natal e precisa de dicas de Turismo? Acesse www.vivanatal.com.br

DicasHospedagemRN

Você precisa conhecer esse SPA | Pousada na Costa Branca potiguar

Nas andanças pela Costa Branca no último feriado tive o prazer de conhecer o SPA Costa Branca, em Porto do Mangue, cidade pela qual tenho verdadeira adoração. O SPA funciona também como pousada sob demanda e foi nessa opção que passei o fim de semana por lá, mas aproveitei para descobrir todos os detalhes do local, que, vamos combinar, não é a coisa mais comum aqui no estado.

P_20170108_130013

O local foi a melhor opção de acomodação que encontrei na região. Então, se você quer fazer o voo de parapente na Ponta do Mel que mostramos AQUI e passar uns dias por essa linda região, a dica de hospedagem é essa mesma.

Há cerca de 20 anos Márcia e Walker, moradores de Assú, iniciaram a construção de uma bela e ampla casa na praia do Rosado. Cerca de um ano atrás, Márcia, que ama tudo relacionado à beleza e bem estar teve a ideia de transformar o espaço em SPA e proporcionar dias de relaxamento e cuidados com o corpo e a saúde.

Nos dias que não funciona como SPA, o Costa Branca abre em formato de pousada. A disponibilidade e valores devem ser verificados diretamente com a administração. Os pacotes são personalizados, feitos sob medida de acordo com as necessidades de cada grupo. Podem ou não ter refeições incluídas.

Ao todo são seis suítes com capacidade para até 18 pessoas, piscina adulto e infantil, estacionamento, uma bela área verde e os diretores ainda deixam um quadriciclo à disposição dos hospedes para passeios na região.

Coisas lindas para ver não faltam, as famosas Dunas do Rosado estão logo ao lado, bem como o Rio das Conchas de Porto do Mangue, as Três Cruzes, que viraram ponto turístico depois da gravação do filme “Maria mãe do filho de Deus” no local, e a própria praia do Rosado.

P_20170108_104905

Nesse pouco mais de um ano de funcionamento o empreendimento se consolidou como SPA e recebe pessoas do Brasil inteiro. Pra você ver, gente de fora que conhece as coisas boas do nosso estado e às vezes nem a gente sabe que existe. Pra mim, descobrir um SPA entre Assú e Mossoró foi uma grande surpresa!

O espaço abre uma turma de 10 a 18 pessoas durante 10 dias do mês em formato de SPA, com educador físico, nutricionista, enfermeiro, esteticista, psicólogo, enfim, uma super equipe dedicada.

A rotina é cansativa, mas quem vai procurando um estilo de vida mais saudável não pode esperar por sombra e água fresca, não é?

Na programação diária estão inclusos caminhadas e treinos funcionais duas vezes ao dia, hidroginástica, dança ou zumba e massagens modeladoras com drenagens linfáticas, essa última sendo em dias alternados. Todas as atividades são acompanhadas por especialistas e a alimentação totalmente controlada. Suchás, sucos detox e muita água não faltam!

massagem

Toda essa programação pode ser consultada e adquirida no site do espaço e o valor é bem justo, na minha opinião. Para pacotes de 10 dias, R$1.800; para pacotes de final de semana R$600; para 5 dias R$900.

Ao final dos 10 dias os clientes ainda ganham de cortesia um banho de chocolate hidratante e uma escova de cabelo, quem desejar.

Ainda existe serviços de beleza personalizados que podem ser solicitados como: Máscara de argila, manicure, depilação, limpeza de pele, bronzeamento com fita, acupuntura e pelo que eu conheci de Márcia o que você desejar ela consegue na região.

O local, para quem ficou curioso, está a 80 km de Mossoró, 66 km de Assú e 233 km de Natal. No site eles explicam direitinho como chegar.mapa

DicasPassagens AéreasRN

Mossoró vai ganhar voo direto para Recife

A partir do dia 12 de abril Mossoró vai fica mais perto de Recife e do mundo graças a um voo da Azul, que fará a ligação entre as duas cidades. A novidade aguarda aprovação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para entrar em operação.

mossoro

Vão ser 70 assentos disponíveis diariamente com saídas de Mossoró às 15h10 e chegadas em Recife às 16h40. As viagens terão duração aproximada de uma hora e meia. Muito menos que o trajeto feito de carro, que leva cerca de sete horas.

A ligação direta com o Recife permitirá que viajantes de todas as regiões do Brasil possam acessar Mossoró com mais facilidade.

As tarifas só vão ser informadas quando a operação for aprovada pela Anac, momento em que também terá início a venda de passagens.

Aqui também os horários previstos dos voos:

Origem

Saída Destino Chegada Frequência

Recife

13h16 Mossoró 14h45

Diária

Mossoró 15h10 Recife 16h40

Diária

RNTurismo de aventura

Conheça o voo de parapente na Ponta do Mel, em Areia Branca


*Os ventos fortes da região da Costa Branca potiguar fizeram de Areia Branca uma das melhores regiões para a prática de parapente no estado. Isso não sou eu que digo, são muitos adeptos do esporte que se reúnem na Praia de Ponta do Mel para voar. O local, mais especificamente ao lado das três cruzes, ponto turístico conhecido na região que marca a divisa entre Porto do Mangue e Areia Branca, recebe praticantes de parapente do país inteiro.

Já faz algum tempo que me programo pra fazer esse voo com o Vicente, guia turístico e piloto da Aloha Adventure. Nesse último feriado consegui ir até Mossoró, de lá até Ponta do Mel e de lá para as alturas.

Tenho que falar que foi uma das melhores sensações da minha vida!

Apesar de ser considerado um esporte radical, o parapente, pelo menos pra mim, foi só paz e tranquilidade. Ao contrário do que muitos pensam não é preciso decolar de nenhum lugar alto, saltar, nem nada do tipo. Partimos do chão, junto com o instrutor, no caso do voo duplo, e subimos tranquilamente em um voo controlado. 20170107-164515 A vela do parapente se assemelha a vela de um paraquedas, mas as sensações são completamente diferentes. Eu já saltei de paraquedas e não sei se teria coragem de fazer de novo. Foram 30 segundos de queda livre e corpo inundado de adrenalina. Esse final de semana, Ponta do Mel, foram 20 minutos de um passeio gostoso pelo céu. Não teve nenhum tipo turbulência, a subida e o pouso foram super tranquilos e a vista do mar, das falésias, da estrada, de tudo lá de cima fazem a gente perceber como somos do tamanho de nada nesse mundão de Deus. Fiz um videozinho pra mostrar um pouquinho do que foi esse voo pra vocês.

Um pouquinho dessa sensação maravilhosa 😍

A post shared by Lari 🍃 (@larissacavalcnt) on

Curtiu? O voo de 20 min custa R$100,00. Achei bem justo pela experiência. Quer experimentar essa sensação também? Entra e contato com a Aloha Adventure pelo Facebook ou pelo telefone 99815-4177 que a galera de Mossoró programa esse passeio pra você!