RNTurismo Cultural

X Festival Internacional de Cinema de Baía Formosa foi lançado oficialmente

 

FINC

Falar de festivais que acontecem pelo litoral do nosso estado é falar sobre as diversas oportunidades de turismo cultural que crescem no RN.

Tendo isso em vista, vamos falar de FINC, o Festival Internacional de Cinema de Baía Formosa. Em sua 10ª edição, o evento continua ampliando e valorizando as produções audiovisuais realizadas no Rio Grande do Norte.

Ele já é considerado um dos mais importantes festivais do Nordeste e apresenta os “Bons Ventos” como tema central para que os realizadores contem ao mundo suas idéias no tradicional Festival de Curtas de 1 minuto.

O Festival foi lançado oficialmente ontem (3) nas plataformas digitais do X FINC e no site oficial do evento (www.fincbf.com). As inscrições no festival são gratuitas.

Para participar, os interessados devem se inscrever no site do evento, no período de 1º a 31 de outubro. As inscrições podem ser realizadas na categoria Mostra Potiguar, Pérolas do RN e o Festival de Curtas de 1 minuto. A 10ª edição do FINC será realizada nos dias 29 e 30 de novembro, no mirante da praia de Baía Formosa com exibição de curtas metragens, apresentações culturais, atividades desportivas e ações sociais.

Na edição 2018, o Festival Internacional de Cinema de Baía Formosa abordou o tema “Mulheres”, contando com a inscrição de mais de 80 filmes de todo o país. Além disso, o Festival amplia seu caráter social, através da capacitação dos jovens da comunidade. Por meio do Programa FINC de Voluntariado, cerca de 30 estudantes da rede pública de ensino receberam capacitação e atuaram na organização do evento como colaboradores. Para 2019, o número deve ser ampliado para 50 jovens e adultos.

 

 

DicasEventosTurismo Cultural

Parelhas recebe pré-estreia especial de Bacurau nesta quinta-feira

O novo longa-metragem dos diretores pernambucanos Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, Bacurau, terá pré-estreia especial ao ar livre nesta quinta-feira (22), às 20h, na comunidade onde foi filmado no interior do Rio Grande do Norte, o povoado da Barra, localizada a 275km de Natal.

Sonia Braga as Domingas _ Victor Jucá

Rodado há pouco mais de um ano, o filme é descrito pelos diretores como um longa de aventura que se passa no Brasil dos próximos anos. As gravações de Bacurau tiveram a participação ativa dos moradores da comunidade, e contam com Sônia Braga no elenco.

A exibição será realizada pela Vitrine Filmes e pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Turismo (Setur/Emprotur), com o apoio da Fundação José Augusto (FJA).

Bacurau estreia em circuito nacional no dia 29 de agosto. A produção foi vencedora do prêmio do júri no Festival de Cannes 2019 e o prêmio de melhor filme na principal mostra do Festival de Cinema de Munique. Também ganhou o prêmio de melhor filme no 23° Festival de Cinema de Lima.

FestivaisNordesteRNTurismo Cultural

Segundo dia de Fest Bossa e Jazz tem música na beira da praia e show da percussionista Lan Lanh

Fest Bossa & Jazz  segue com uma programação repleta de atrações nacionais e internacionais na para Praia de Pipa.  Um dos grandes nomes esperados pelo público do Fest, para a segunda noite do evento (16 de agosto), era o da renomada percussionista, Lan Lanh (BA/RJ). A artista não deixou barato e superou as expectativas com o seu Batuque (nome do atual trabalho), trazendo ao palco da Praça do Pescador, acompanhada pelo violão seis/sete cordas de Guto Menezes e o cavaquinho cinco cordas de João Felippe, numa apresentação envolvente e impactante, deixando o local pequeno para a empolgação que alcançou praça, calçadas, bares e restaurantes.

Foto: Bruno Martins.

Foto: Bruno Martins.

A hondurenha-brasileira, Indiana Nomma – que cresceu entre México, Portugal, Nicarágua, Alemanha e, há 30 anos reside no Brasil – também não poupou talento ao fazer um tributo emocionante a Mercedes Sosa (uma das mais famosas cantoras da Argentina), no polo Vila Mangueira. Durante a apresentação de Indiana, a plateia se emocionava e entoava o canto em canções como Gracias A La Vida e Volver a los 17. O show teve a participação de André Siqueira no violão.

A Praça do Pescador também foi palco para a irreverência e a descontração dos irmãos The Cinelli Brothers (Inglaterra) com um repertório embasado no blues que dominou a atenção dos que estavam presentes. Os irmãos repetem a dose hoje (17), no polo Galeria Oásis.

Foto: Bruno Martins.

Foto: Bruno Martins.

Para este sábado (17), chegam aos polos noturnos Cacá Magalhães & Banda Terráquea (BA), o argentino Pablo Osta, Gabriel Yang (CE), banda Jammin”, Arthur Philipe & Quintessence (PE), Fernando Fialho (RN), Clara Menezes (RN), Chico Bethoven e Regional Choro de Elefante (RN) e os paraibanos da banda Macumbia.

E, para o domingo (18), último dia do Festival em Pipa, a programação ocorre nos polos diurnos com cortejos a partir das 11h, na orla da Praia do Centro e atrações musicais, a partir das 15h, no Pipa Beach Club, Restaurante Aventureiro e Orishas.

O Fest Bossa & Jazz é realizado com o apoio do Governo do RN, por meio da Secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte – SETUR, com recursos oriundos do projeto Governo Cidadão, e Juçara Figueiredo Produções. Conta com o patrocínio da Prefeitura de Tibau do Sul, Movimento Preserve Pipa, parceria Café Santa Clara e Coca-Cola, através da Lei Câmara Cascudo do Governo do Estado do Rio Grande do Norte. Apoios também da Luck Receptivo, Michelle Tour, G7 Comunicação, Pipa.com.br, Besouro Branco, Natal Groove e Cortez Online.

Veja abaixo mais fotos do segundo dia:

FestivaisNordesteRNTurismo Cultural

Primeiro dia do Fest Bossa & Jazz agita Praia de Pipa

Já na entrada, uma guitarra gigante sinaliza que logo a frente tem música, ruas tomadas por bandeirolas ao vento, sopros de jazz em cortejo pela avenida principal da praia de Pipa-RN avisam que o Fest Bossa & Jazz deu a largada e comemora, neste ano, uma década de festival.  Até domingo (18), passam pela praia 22 atrações para 48 pocket shows.

O primeiro dia, 15 de agosto, foi movimentado desde as primeiras horas com a realização das oficinas “Cantando e aprendendo a preservar” com Daniel Vieira e Marizé no Santuário Ecológico de Pipa e, ao mesmo tempo, na Escola Municipal Domitila Castelo, Luciano Prates conduzia a oficina “O que é este tal de jazz? ”.

Bossa e Jazz - Luana Tayze-27

Luciano Prates na oficina “O que é este tal de jazz? ”. Foto: Luana Thayse.

Já a programação noturna teve início com a Bossa & Jazz Street Band agitando moradores e turistas pelas ruas, conduzindo-os até aos polos. Nos palcos, apresentações marcantes e agitadas como a do Gumbo Blues (CE) com repertório que mescla o blues em sua forma de origem, adicionando elementos modernos que dão todo um charme ao som da banda. Teve também o Quarteto da Pipa, Brazuka Jazz, Blues Sinners, Duo Rock Cello & Piano, Duetto Cabroso, Duo Jubileu Filho & Cacá Velloso, além de Arthur Philipe & Quintessence que colocou todos para dançar com releituras de grandes clássicos do jazz norte-americano e, também emocionou o público ao homenagear João Gilberto.

mini_IMG_7917_BRUNNO MARTINS

Bossa e Jazz Stree Band. Foto: Bruno Martins.

E a comemoração da edição de 10 anos continua. Nesta sexta-feira (16), a programação segue “regada” de muita música desde as oficinas, passando pela orla com Good Morning Jazz, cortejos e, shows nos polos diurnos (Aventureiro Restaurante, Pipa Beach Club e Orishas).

O Fest Bossa & Jazz é realizado com o apoio do Governo do RN, por meio da Secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte – SETUR, com recursos oriundos do projeto Governo Cidadão, e Juçara Figueiredo Produções. Conta com o patrocínio da Prefeitura de Tibau do Sul, Movimento Preserve Pipa, parceria Café Santa Clara e Coca-Cola, através da Lei Câmara Cascudo do Governo do Estado do Rio Grande do Norte. Apoios também da Luck Receptivo, Michelle Tour, G7 Comunicação, Pipa.com.br, Besouro Branco, Natal Groove e Cortez Online.

Veja abaixo mais fotos do primeiro dia:

Fotos: Bruno Martins e Luana Thayse.

FestivaisNordesteRNTurismo Cultural

Fest Bossa & Jazz começa hoje, na Praia de Pipa

Em edição comemorativa aos seus 10 anos de existência, o Fest Bossa & Jazz começa hoje (15) as festividades na Praia de Pipa e segue até domingo. O evento soma 18 edições já realizadas em quatro cidades do Rio Grande do Norte com a formação de um público significativo no que se refere a admiração e envolvimento aos ritmos do jazz e blues.

9CF6924E-C356-476D-A88B-3028FC70B27A

O Fest chega ao público de forma completamente gratuita, seja com a promoção de grandes shows ou na educação ambiental promovendo as caminhadas ecológicas, social com as oficinas de instrumentos musicais e até mesmo na formação de novos músicos e admiradores com a realização dos workshops.

A programação do evento em Pipa traz uma lista bem atrativa com 22 atrações locais, nacionais e internacionais para 48 pocket shows, distribuídos em polos diurnos à beira mar (Aventureiro Restaurante, Pipa Beach Club e Orishas) e noturnos pela Avenida Baía dos Golfinhos (Praça do Pescador, Rua do Céu, Vila Mangueira, Galeria Oasis e Vila da Pipa Shopping). O Fest Bossa & Jazz repete a formatação do ano passado com shows descentralizados, aproximando mais o público do artista e criando uma nova dinâmica. 

Renomados expoentes da música brasileira e internacional marcam presença. Entre os nomes desse time, está o da Lan Lanh (BA/RJ), percussionista com mais de 30 anos de estrada, referência no meio e pioneira do Cajón (instrumento) no Brasil. Lan Lanh vem acompanhada por Guto Menezez e João Felippe para navegar em vários ritmos junto com o público.

Também prometem apresentações marcantes, a hondurenha Indiana Nomma, a banda The Cinelli Brothers (Inglaterra), Moraes, Mathisen e Zimring Trio(Brasil/Noruega e Israel), a Banda Terráquea & Cacá Magalhães, que tem como vocalista uma menina de apenas 12 anos, detentora de fortes interpretações, Pablo Osta (ARG), Quarteto da Pipa (URU/SP/CE/BA),Gabriel Yang (CE), Fernanda Fialho (CE), Macumbia (PB), Gumbo Blues (CE), Macumbia (PB) e Blues Sinners (PE/RN).

O Rio Grande do Norte estará muito bem representado por artistas, como: Clara Menezes que também comemora 10 anos de estrada, Duetto Cabroso formado pelos músicos Edmilson Cardoso e Gilberto Cabral, Darlan Marley Quarteto, Duo Rock Cello & Piano como violoncelista Júlio Freitas e o pianista Múcio Albuquerque, Duo Jubileu Filho & Cacá Velloso, a banda Jammin” que traz ao Festival um repertório instrumental de grandes clássicos revisitados em uma fusão de Jazz, Reggae, Ska e ritmos regionais nordestinos, o grupo Brazuka Jazz, Chico Bethoven & Regional Choro do Elefante e, a Bossa & Jazz Street Band, que comanda os cortejos pelas ruas, levando o público aos polos.

Mesmo em formato diferenciado pelo segundo ano consecutivo, o Festival mantém os cortejos pelas ruas com a Bossa & Jazz Street Band e, as Jam Sessions realizadas no final de cada dia, exceto na quinta-feira. O Fest Bossa & Jazz é realizado com o apoio do Governo do RN, por meio da Secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte – SETUR, com recursos oriundos do projeto Governo Cidadão, e Juçara Figueiredo Produções. Conta com o patrocínio da Prefeitura de Tibau do Sul, Movimento Preserve Pipa, parceria Café Santa Clara e Coca-Cola, através da Lei Câmara Cascudo do Governo do Estado do Rio Grande do Norte. Apoios também da Luck Receptivo, Michelle Tour, G7 Comunicação, Pipa.com.br, Besouro Branco, Natal Groove e Cortez Online.

Oficinas e Workshops

O Fest Bossa & Jazz atua também em ações socioambientais com palestras, caminhadas ecológicas, oficinas e workshops musicais. Programe-se para aproveitar ao máximo a programação! Já nesta quinta e sexta-feira (15 e 16 de agosto) tem palestra musical para crianças da comunidade, com Luciano Prates em ‘O que é esse tal de Jazz’; no sábado (17 de agosto), o músico brasileiro Gabriel Yang ministra o workshop musical para guitarristas e entusiastas, durante quatro horas, com a ‘Construção de Guitarras Artesanais “Cigar Box’’; no domingo (18 de agosto), uma roda de conversa para músicos locais sobre ‘Viver da Música: Realidade e Desafios’, com a cantora e compositora hondurenha, Indiana Nomma.

FestivaisRNTurismo Cultural

Conheça as primeira atrações do Fest Bossa & para Pipa

Para comemorar os 10 anos e dar início ao circuito 2019, o Fest Bossa & Jazz repete o sucesso da última edição e segue com a proposta de deixar o público próximo dos artistas no melhor estilo de New Orleans (EUA). O formato permite espalhar música aos quatro cantos de Pipa e gerar contato intimista com o público através dos pockets shows gratuitos entre ruas, galerias e praças durante a noite, distribuídos em cinco polos ao longo da avenida principal, a Baia dos Golfinhos. Já à tarde, os shows acontecem em três restaurantes na praia do centro. No total, serão mais de 40 apresentações em quatro dias de evento.

As primeiras atrações lançadas para levar o sopro da música são: Banda Terráquea & Cacá Magalhães (BA) liderada pelo guitarrista norte-americano Lon Bové que mistura soul, jazz e rhythm and blues com ritmos afro-baianos e traz nos vocais, desde 2017, o fenômeno Cacá Magalhães, uma menina de 12 anos que interpreta clássicos de Nina Simone, Aretha Franklin e outros grandes nomes da música.

Cacá Magalhães e Lon Bove.Cacá Magalhães e Lon Bove.

Os mossoroenses Brazuka Jazz (RN), que é resultado da união de três músicos autodidatas, Humberto Luiz (piano), Alisson Brazuka (guitarra) e Gustavo Almeida (bateria) levando com muita identidade o som para esta edição.

Brazuka Jazz.

Brazuka Jazz.

Indiana Nomma (Honduras / Rio de Janeiro), traz ao festival, o Tributo a Mercedes Sosa – eterna representante da música latino americana -, com participação de André Siqueira no violão e Tomás Ribas atuando e recitando textos e conta com o apoio da Fundación Mercedes Sosa, na Argentina.

Indiana Nomma.

Indiana Nomma.

E os natalenses Duetto Cabroso, formado pelos músicos Edmilson Cardoso e Gilberto Cabral, com o seu duo de xilofone e trombone que refletem a mistura dos elementos populares e eruditos, expandindo possibilidades técnicas de execução para mostrar o melhor da música, com os potiguares compositores, arranjadores e componentes de dois importantes grupos musicais do RN, a Orquestra Sinfônica do RN e a Banda Sinfônica Cidade do Natal.

O Fest Bossa & Jazz, em Pipa, tem patrocínio do Preserve Pipa, Prefeitura de Tibau do Sul e apoio do Governo do Estado, em uma realização de Juçara Figueiredo Produções. Após passagem por Tibau do Sul, o evento segue para Mossoró, de 19 a 21 de setembro e, por fim, São Miguel do Gostoso, de 10 a 13 de outubro.

HospedagemTurismo Cultural

Wish Natal é o patrocinador oficial da temporada 2019 da Orquestra Sinfônica do RN

 

O Wish Natal está patrocinando oficialmente a temporada 2019 da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, maior símbolo da música clássica potiguar desde 1976 e patrimônio cultural do Brasil. A primeira apresentação, do grupo acontece logo mais, às 20h, no Teatro Riachuelo Natal, e marca a estreia da temporada 2019 de concertos mensais.

Ao longo do ano, outros dois grandes concertos internacionais devem acontecer nos meses de outubro e novembro, reunindo a cada apresentação mais de 1.500 convidados. Nomes como o do brasileiro Joel Gisiger, e do alemão Hartmut Rohde já estão confirmados. Durante toda a temporada, a marca do Wish Natal estará estampada nas apresentações, em vídeo institucional antes do espetáculo, locução dos concertos, peças digitais do teatro, e-mail marketing e ainda em convites para hóspedes e visitantes, que poderão adquirir os ingressos com prioridade e a hospedagem com preços promocionais nas datas dos concertos nacionais e internacionais.

A ação é um belo exemplo de como a hotelaria local pode apoiar a cultura no Rio Grande do Norte, que, por sua vez, é um grande parceiro do segmento turístico e atraí pessoas de todas as partes. Parabéns pela iniciativa!

Wish Natal

FestivaisRNTurismo Cultural

Fest Bossa & Jazz fará prévia em julho na praia da Pipa

Prévia - Pipa

O Fest Bossa & Jazz, que acontece nos meses de agosto, setembro e outubro em Pipa, Mossoró e São Miguel do Gostoso, anunciou que fará o lançamento oficial do evento no Mirante Sunset Bar, em Pipa, no dia 13 de julho, às 16h. O espaço será formatado especialmente para o evento, com palco e espaço específico para receber convidados, uma sintonia perfeita entre a música e as belezas naturais.

Serão três atrações para embalar os ventos até às 22h e anunciar de vez a chegada do Fest ao município. Na abertura, a versatilidade da Duo Maresia, em pegada reggae roots com jazz, formada pelos argentinos Mauricio Tavella (guitarrista e compositor) e Gabriel Gonzalez (saxofonista), e participação de PriDeNé. Em seguida, o DJ Gustavo, com seu ecletismo e, para finalizar a noite, a banda Parahyba Ska Jazz, conhecida por sua fusão do Ska com reggae, jazz e o funk, mistura perfeita, marcada também pela influência jamaicana, para sentir a brisa leve que só a praia da Pipa viabiliza.

O primeiro lote dos ingressos para a prévia do Fest Bossa & Jazz é limitado e tem preço promocional até o dia 16 de junho.

Importante falar que o Mirante Sunset Bar está localizado próximo ao centro, dentro dos Chalés Mirante de Pipa e não é possível ter acesso com carro, pois a parte do bar não possui estacionamento.

Para adquirir antecipadamente os ingressos basta acessar os sites:www.festbossajazz.com.br e  www.mirantesunsetbar.com.br.

CuriosidadesTurismo Cultural

Museu Cais do Sertão, em Recife, é finalista em prêmio internacional de arquitetura

Cais do Sertão_HesiodoGoes

O Museu Cais do Sertão, localizado no bairro do Recife Antigo, região central da capital pernambucana, está entre os 15 finalistas do Prêmio Obra do Ano 2019, organizado pelo site ArchDaily. A premiação é concedida para a melhor construção arquitetônica dos países de língua portuguesa.

Neste ano, estão na disputa nove edificações brasileiras e seis portuguesas. Ao todo, mais de 10 mil votos foram coletados durante duas semanas de indicações. Entre as obras nomeadas estão projetos culturais, comerciais, educacionais, praças, residências de alto padrão e remodelações.

“Além do orgulho em termos um reduto sertanejo no coração do Recife, recebemos com bastante alegria a notícia de mais uma indicação do Cais do Sertão a um prêmio internacional de arquitetura. Um reconhecimento como este só enaltece o belo trabalho realizado pela Secretaria de Turismo e Lazer para promover aquele espaço”, destacou o secretário Rodrigo Novaes.

O Cais do Sertão completou cinco anos de inauguração no último dia 3 de abril. A arquitetura do equipamento é formada por concreto armado e protendido, no módulo I, e por mais de dois mil cobogós no módulo II. O espaço exalta as tradições do Estado com atividades lúdicas e culturais em sua programação e conserva uma exposição permanente em homenagem ao Rei do Baião, Luiz Gonzaga, além de salas expositivas, auditório, restaurante e café.

Cais-do-Sertao-Territorio-Cantar-5

HospedagemTurismo Cultural

6 hotéis históricos no Brasil para conhecer e reviver o passado durante a estadia!

Se você ama história, como eu, vai adorar essas dicas de hotéis nacionais. Listamos seis hotéis históricos no Brasil onde além de ter uma excelente estadia, você pode reviver o passado bem de pertinho visitando museus, ruínas e importantes construções históricas. Confira!         

1- Pestana Convento do Carmo, Salvador/BA

pestana

Conheci o Pestana Convento do Carmo em uma viagem a Salvador em 2017. Ele está localizado no chamado centro histórico da capital baiana, no bairro do Pelourinho. O Pestana Convento do Carmo foi o primeiro hotel histórico de luxo do país e carrega em seus muros e paredes o testemunho dos séculos.

Ele foi Erguido em 1586 pela Ordem Primeira dos Freis Carmelitas e finalizado somente em 1730. Na  construção é possível observar o charme arquitetônico colonial brasileiro com um vasto e exclusivo acervo de obras de arte com mais de 1.500 peças, variando entre imagens sacras, ourivesarias, pratarias, roupas antigas bordadas a ouro, móveis e dois claustros. O conjunto do Carmo é constituído pela Igreja do Carmo, duas capelas e um museu.

2- Fazenda Capoava, Itu/SP           

capoava

Também tive o prazer de conhecer a Fazenda Capoava e confesso que na época não fazia ideia de sua rica história. Quando pesquisei a respeito fiquei encantada com a sua história. Com quase três séculos de existência a fazenda, situada na região de Itu, interior de São Paulo, oferece aos visitantes e hóspedes uma verdadeira imersão cultural histórica, passando por importantes períodos, como o engenho do açúcar e o ciclo do café.

Destaque para a casa sede – onde é possível se hospedar em chalés anexos -, construída em taipa de pilão e erguido ao melhor estilo bandeirista. Uma vez no local, é possível visitar o Museu – Espaço Memória, anexo à propriedade e construído tal como toda a Fazenda Capoava. O atrativo abriga preciosas informações sobre os ciclos econômicos para a região de Itu, assim como a cultura alimentar a partir do século XVIII e o papel das mulheres nessa dinâmica.

3- Copacabana Palace, Rio de Janeiro/RJ

copacabana

Construído em 1923 pelo empresário Octávio Guinle e projetado pelo arquiteto Francês Joseph Gire, que buscou inspiração em duas importantes construções hoteleiras da Riviera Francesa para desempenhar o seu projeto, este renomado hotel carioca, Patrimônio Histórico Nacional e símbolo do Rio de Janeiro, é um dos hotéis mais famosos e luxuosos do Brasil. O empreendimento, inclusive, é um dos responsáveis por impulsionar a expansão urbana de Copacabana na década de 20.

4- Brasília Palace, Distrito Federal/DF

brasilia

Inaugurado antes mesmo da própria capital federal, o arrojado Brasília Palace carrega em seus traços a assinatura do arquiteto Oscar Niemeyer, que o projetou em 1957 para abrigar os engenheiros, técnicos e arquitetos que mais tarde viriam a construir Brasília, no fim da década de 50.

Bastante procurando por diversos artistas, diplomatas e famosos, o hotel ficou fechado por mais de 20 anos após sofrer com um incêndio em 1978. Em 2006 foi reconstruído, reaberto ao público e se tornou o primeiro hotel a receber a certificação de hotel histórico pelo Ministério do Turismo, em 2012.  

Curiosidade: Na entrada principal do hotel, é possível ver bem de pertinho o carro que transportou clandestinamente o ex-presidente Juscelino Kubitschek por Brasília pela última vez, enquanto estava com os direitos políticos casados.

5- Hotel Solar do Rosário, Ouro Preto/MG

outopreto

Cravado na bela e histórica cidade do ouro, em Minas Gerais, este magnífico hotel, do século XIX, impressiona tanto pelo conjunto de portas que compõem a sua fachada, quanto pelas grades inglesas que circundam a propriedade. A exuberante vista para as igrejas locais também chamam a atenção, já que além do deslumbre, a sensação de voltar ao passado se torna ainda mais intensa.  

6- Hotel Solar do Império, Petrópolis/RJ

petropolis

Na região Serrana Fluminense, na belíssima cidade de Petrópolis, ou Cidade Imperial, para os mais íntimos da coroa portuguesa, o imponente casarão branco na qual se situa este charmoso hotel se destaca por oferecer um quê de nobreza aos seus hóspedes. E este ar real que paira sobre o empreendimento não é à toa. Reza a lenda que durante uma reforma no palácio real da Princesa Isabel e do Conde D’Eu, o casal teria se hospedado no local.

SIGA O #PARTIU NO INSTAGRAM
ENTRE EM CONTATO: LARISSA@TRIBUNADONORTE.COM.BR.