BRA_RioVermelho
BahiaNacionalNordestevida noturna

O que fazer a noite em Salvador: Rio Vermelho e Santo Antônio Além do Carmo

Depois de falar sobre dois roteiros diurnos para serem feitos na capital baiana, o #Partiu traz hoje duas opções imperdíveis para quem quer curtir a noite na cidade. Boêmia, cerveja gelada e boa comida de boteco baiano podem ser encontradas em dois bairros que já citamos por aqui: Rio Vermelho e Santo Antônio Além do Carmo.

RIO VERMELHO

Tradicionalmente conhecido pela grande concentração de bares, música e pessoas, o Rio Vermelho é há muitos anos O LOCAL para sair à noite em Salvador. Turistas e moradores locais se misturam na região e tem até uma disputa boa entre os melhores acarajés da cidade. Dinha, Regina e Cyra são as baianas que disputam a fama. Minha dica é: prove os três e escolha você mesmo!

acaraje

A revitalização realizada recentemente pela atual gestão municipal, conferiu a infraestrutura necessária ao Largo de Santana, para que os comerciantes locais pudesse garantir a diversão dos frequentadores noite a dentro.

25_01_15_Rio Vermelho_foto Valter Pontes_AGECOM12

A grande novidade é a Praça Caramuru, inaugurada em 2016 e que ocupa o antigo “Mercado do Peixe”, como o local era conhecido há mais de 50 anos. O espaço agora reúne 11 restaurantes e oito quiosques com cardápios variados. A praça ganhou ainda uma área para shows e apresentações culturais e estacionamento.

01_04_2016_Mercado do Peixe_Rio Vermelho_Foto_Jefferson Peixoto_Agecom 4

SANTO ANTÔNIO ALÉM DO CARMO

2016-06-29_Prefeito ACM Neto_Inauguracao Praca Santo Antonio_Santo Antonio Alem do Carmo_Foto Max Haack_Agecom_1Outro polo de concentração dos boêmios da cidade é o bairro de Santo Antônio Além do Carmo, localizado do ladinho do Pelourinho, próximo a Igreja do Carmo. Hoje, os dois bairros são divididos pela rua… e é facil de perceber as diferenças entre os dois.

IMG_1404

No Santo Antônio as antigas casas tombadas como patrimônio da humanidade pela UNESCO abrigam hoje charmosas galerias de arte, cafés, restaurantes e bares. A região se tornou um reduto de boa gastronomia e atrai turistas e moradores de todas as partes da cidade.

Minha sugestão é que vá no fim da tarde e conheça o Cafelier. Um café e atelier, como bem sugere o nome, super charmoso e bem decorado com uma vista estonteante do pôr do sol na Baía de Todos os Santos. Sente, relaxe, tome um café e espere a noite cair. Então você pode escolher entre os tantos bares e restaurantes localizados no largo e nas ruas adjacentes.

IMG_1490
#Curiosidade As casas desse bairro e de vários outros bairros de Salvador foram construídas viradas de costas para o mar. Hábito trazido pelos colonizadores portugueses.

Na região, de forma geral, os valores são menos acessíveis do que no Rio Vermelho por causa da grande quantidade de restaurantes refinados.

O #Partiu esteve em Salvador no mês de julho a convite da Salvador Destination.

Siga o #Partiu nas redes sociais: Facebook | Instagram. Email: larissa@tribunadonorte.com.br.