Dando continuidade à série de matérias sobre Salvador, a primeira capital do Brasil, viagem que fiz a convite da Salvador Destination, hoje vamos falar nas praias da cidade e nos circuitos de Carnaval. Papel e caneta na mão pra anotar as dicas que vem por aí! Mas também serve tirar print no celular e mandar o link da matéria pra um amigo no WhatsApp. Tá tudo liberado!

O QUE FAZER EM SALVADOR

Farol da Barra Salvador Bahia

Saí do hotel em que estava hospedada, o Sheraton, localizado em uma região bem central da cidade, com fácil locomoção para todos lugares. Nesse segundo dia fomos conduzidos novamente pelo Lourenço, da Grou Turismo (minha indicação de receptivo na cidade).

O Sheraton fica bem na frente da Praça Dois de Julho, então a nossa primeira aula de história aconteceu bem na saída do hotel. Todo mundo sabe que a independência no Brasil foi conquistada no dia 7 de setembro de 1822. O que nem todo mundo sabe é que depois disso a Bahia ainda lutou e muito pra conquistar sua própria independência e se livrar do domínio português.

Praça dois de julho salvador bahia

Depois de muita guerra, no dia 2 de julho de 1823, enfim a liberdade foi conquistada com o apoio da marinha, do exército e de uma ajuda primordial dos próprios cidadãos baianos, que participaram ativamente do processo. Então a Praça 2 de julho representa exatamente essa exaltação a força do povo baiano.

Passamos de van pela famigerada Avenida Sete de Setembro, onde estão localizados os apartamentos com metro quadrado mais caro de Salvador. Entre as celebridades que moram por ali está Ivete Sangalo rainhadoBrasil, que, segundo fiquei sabendo, sempre dá as caras na janela do prédio e tira selfies com os fãs quando está na acadêmia.

Ivete Rainha Salvador bahia

Nosso guia nos contou que todo ano, no dia do seu aniversário, os fãs trazem bolos, presentes, balões e fazem a festa na calçada da frente do prédio. Eles passam boa parte do dia esperando porque sabem que uma hora Ivete vai descer e vai falar com eles surradecarisma.

Depois de uma passada rápida pela avenida e uma boa olhada nos casarões bem conservados que ainda são mantidos com suas arquiteturas originais, desembarcamos na melhor praia da cidade: A Praia do Porto da Barra, protegida pelo Forte de Santa Maria.

Praia de Porto da Barra Salvador Bahia

De lá fomos caminhando até o Farol da Barra e aí registro uma das minhas maiores admirações com a cidade. Em 2011, quando conheci Salvador, fiquei hospedada bem pertinho do Farol, então essa foi a região que mais desbravei na época.

Press trip Salvador BahiaHoje ela está totalmente diferente do que conheci. A prefeitura da cidade realizou uma grande obra da região e transformou a rua em uma grande Orla. Você não pode caminhar em toda a extensão a semana inteira, mas todo final de semana o tráfego de carros é interrompido e a rua é tomada pela população da cidade que ganhou uma ótima opção de lazer.

Orla da barraPasseamos de carro pelas praias de Ondina, Rio Vermelho, Amaralina e Itapuã. Fizemos algumas paradas para fotografias, mas a coisa que mais me chamou atenção nesse percurso foi a limpeza da cidade. Não se via um papel na rua, os canteiros estavam bem pintados, as gramas verdes, os coqueiros ornando com a “decoração” que parece planejada a dedo.

Tiramos fotos com a estátua de Jorge Amado, sua amada Dona Zélia e seu famoso cachorrinho Fadul, na Praça de Santana, e também da Casa de Iemanjá, de onde partem todas as oferendas no dia 2 de Fevereiro (data de comemoração de seu dia). Ambos os locais ficam no bairro do Rio Vermelho, que é o bairro mais badalado da noite soteropolitana. Mas isso é assunto mais pra frente.

Jorge Amado Rio Vermelhor Salvador Bahia

De lá seguimos para Itapuã, onde conhecemos a Casa de Vinicius de Moraes, hoje transformada em um hotel com restaurante excelente! Esse também é para um próximo post onde vou dar dicas de “Onde comer” na sua estádia em Salvador.

Mar Brasil Hotel Itapuã Salvador Bahia

CIRCUITOS DE CARNAVAL EM SALVADOR

Carnaval em Salvador Bahia

Nesse tour passamos pelos principais circuitos do Carnaval de Salvador. Se você quer um dia passar o Carnaval na cidade, se liga nas dicas pra ir preparado e não se perder.

Curiosidade: Caso você não saiba, Dodô e Osmar foram os inventores da guitarra baiana e do trio elétrico do carnaval baiano. Então os circuitos de Carnaval recebem os seus nomes em homenagem.

 

Circuitos de Carnaval em Salvador: Circuito Dodô ou Barra Ondina

Com uma bela vista que encanta a todos os foliões, o circuito Dodô liga as praias da Barra e Ondina. O trajeto é considerado novo, pois, apareceu recentemente, marcando o crescimento da folia e a evolução da festa em termos de qualidade e estrutura. É nele que estão os melhores camarotes e as maiores atrações do evento.

Circuitos de Carnaval em Salvador: Circuito Osmar ou Campo Grande

A festa no Osmar ou Campo Grande é realizada dentro da cidade e passa pela Avenida Sete, Praça Castro Alves e Avenida Carlos Gomes. O encerramento é realizado no Corredor da Vitória. O percurso tem aproximadamente 4 km e 5 horas de duração.

Circuitos de Carnaval em Salvador: Circuito Batatinha ou Pelourinho

No Circuito Batatinha a folia acontece nas praças e no famoso Pelourinho. A ideia de festejar o Carnaval no local veio do Projeto Pelourinho Dia e Noite e um dos objetivos do circuito é reviver carnavais passados e apresentar um ambiente mais familiar. Concursos, desfiles, marchinhas e fanfarras são as principais atrações.

Por hoje é só, pessoal!

Mas fiquem ligados que ainda vem dicas noturnas, gastronômicas e de hospedagem em Salvador.

Até a próxima!