Geninho “o gramado foi ruim para os dois”

18/01/2017 às 23:09 por Pedro Neto

Ao término da partida o técnico Geninho disse” Pelo que foi o jogo acabou sendo um bom resultado. Não fizemos um bom jogo como domingo. Preocupa a contusão de Léo Fortunato, até porque perdemos Thiago Sala expulso. Não vou dizer que a culpa de termos jogado mal foi do gramado. O gramado foi ruim para os dois” finalizou o técnico Geninho.

América conquista sua primeira vitória no estadual

18/01/2017 às 21:59 por Pedro Neto

Foi um 1° tempo em que o América dominou o Potigás,  porém faltou o principal, no caso o gol.

Logo aos 12 minutos o América teve oportunidade de abrir o marcador em uma cobrança de pênalti, porém Dija Baiano chutou a bola na trave.

A equipe era melhor, chegava mais vezes ao gol do Potiguar,  todavia seus atacantes não conseguiam finalizar. 

Com os alas passando bem a equipe rubra chegou mais vezes em condições demarcar.

Já o Potiguar não foi no 1° tempo nem de longe a equipe que eu esperava ver.

No 2° tempo a equipe rubra também começou melhor.

O América buscando a marcação do seu gol.

Mas, o ataque continuava errando muito.

Felipe Surian então sacou Jussimar e Memo colocando em campo Raul e Michel Benhami.

A essa altura o melhor homem em campo era o goleiro Rafael.

O Potiguar não conseguia trocar dois passes seguidos certo.

Literalmente a equipe mossoroense abriu o bico.

Aos 35 minutos Raul machucou e Felipe Surian colocou Tony em campo.

Aos 43 minutos numa bola lançada na área Tony se antecipou a zaga e ao goleiro e marcou de cabeça. 

Vitória merecida do América que foi melhor durante todo os 90 minutos.

Com a vitória a equipe chegou aos 4 pntos junto com ABC e Baraúnas. 

Agora é encarar o ABC nk domingo.

Globo goleia ao Alecrim

18/01/2017 às 21:54 por Pedro Neto

O Globo se recuperou da última derrota e goleou ao Alecrim por 3×0.

Romarinho, Renatinho e Luizâo,  marcaram para o Águia.

A equipe de Ceara-Mirim chegou aos 3 pontos e colou nos líderes. 

Já o Alecrim voltou a decepcionar.

Aliás,  a equipe verde já tomou 5 gols e não marcou ainda nenhum.

Situação precisa ser revertida com urgência no Alecrim, pois do jeito que vai fica complicado.

ABC empata em Assu

18/01/2017 às 21:26 por Pedro Neto

Em partida realizada em Assu, ABC e Baraúnas empataram em 0x0.

Não foi um bom.

O ABC na jogou bem, e em alguns momentos foi envolvido pelo Baraúnas.

As mudanças feitas pelo técnico Geninho não surtiram o efeito desejado.

Os dois clubes chegaram aos 4 pontos.

O ABC agora enfrentará o América no final de semana.

Adiamento?

18/01/2017 às 16:31 por Pedro Neto

 

Vejo no TT do presidente da FNF, José Vanildo, de que o Coronel Marinho, da PM, irá sugerir a FNF o adiamento do clássico do próximo sábado entre América x ABC. Por mais que eu queira entender, juro que não consigo. Estamos assistindo diariamente a entrega do estado aos marginais.     

 

Acerta

18/01/2017 às 05:14 por Pedro Neto

O técnico Geninho, anunciou ontem de que, Márcio Passos, será o titular na noite de hoje contra o Assu.

Márcio Passos substituirá Fábio Gama que não esteve bem na primeira partida contra o Globo.

Acerta Geninho.

O técnico adiantará Guedes, e terá Márcio Passos ao lado de Anderson Pedra.

Continuo entendendo que Gegê será útil a equipe alvinegra no estadual.

Mas, Gegê ainda não está a disposição.

Somente no domingo é que Gegê estará a disposição.

Hoje, Geninho acerta na substituição.

No fim tudo dá certo, e se não deu certo é porque ainda não chegou ao fim.” (Fernando Sabino)

Apenas três perguntinhas

18/01/2017 às 04:51 por Pedro Neto

SERÁ QUE O AMÉRICA VENCE AO POTIGUAR NA NOITE DE HOJE?

E, QUEM VENCE HOJE, ABC OU BARAÚNAS?

E, SERÁ QUE O ALECRIM CONSEGUIRÁ SE RECUPERAR NA NOITE DE HOJE CONTRA O GLOBO?

Prefiro os erros do entusiasmo à indiferença da sabedoria. (Anatole France)

Escapulidinha

18/01/2017 às 04:39 por Pedro Neto

Diretor de futebol e vice-presidente do Atlético-GO, Adson Batista ainda não se reuniu com Marcelo Cabo e afirmou em entrevista ao Jornal Anhanguera que o técnico “não estava em condições” de conversar. Localizado pela Polícia Militar de Goiás (PM-GO) na noite de segunda-feira em um motel de Aparecida de Goiânia após quase 40 horas desaparecido, Cabo está em uma residência “se recuperando”. Ele até era aguardado na sede do Dragão para uma reunião nesta tarde, mas a mesma foi adiada. A definição sobre o futuro do treinador ficou para quarta.

– Eu não conversei com o Marcelo, mesmo porque ele não estava em condições. Pessoas ligadas ao clube, um conselheiro e o Mortoza (supervisor), o acompanharam até a residência em que ele está descansando e se recuperando. Vamos conversar com ele aqui no clube a partir do momento em que ele estiver em condições para isso acontecer.

Em coletiva de imprensa na manhã desta terça, a Polícia relatou como foram as diligências para encontrar Marcelo Cabo, mas evitou comentar questões de foro íntimo do treinador. Adson também preferiu não dar maiores detalhes, mas admitiu que Cabo estava alterado.

– As condições dele não eram as ideais, mas eu não quero expor o profissional. É um profissional que nunca teve nada que desabonasse sua conduta. Teve um ano perfeito aqui (em 2016). Grande profissional e pessoa de caráter inquestionável. Vamos avaliar com muito equilíbrio, mas, acima de tudo, pensando no Atlético-GO.

Cabo tinha sido visto pela última vez na madrugada de domingo (15), ao sair do prédio em que mora, em Goiânia. Antes disso, na tarde de sábado (14), o treinador comandou o Dragão na derrota por 1 a 0 para o Gama, no primeiro amistoso da pré-temporada.

Segundo o clube, após o jogo, Cabo foi a uma confraternização com amigos. Ao voltar para casa, ele ligou para o filho por volta de 2h40 e teve uma conversa sobre assuntos da família. Em seguida, as câmeras registraram o treinador deixando o imóvel sem portar telefone celular e documentos pessoais.Sem contato com o comandante, o clube rubro-negro registrou o caso na Deic no início da tarde de segunda-feira, por volta de 14h.

Após coletiva no CT do Dragão, na qual a diretoria oficializou à imprensa o desaparecimento, Marcelo Cabo chegou a ser visto em seu prédio por volta das 15h48 de segunda-feira. No entanto, permaneceu no local por poucos minutos e desapareceu novamente. Segundo disseram  funcionários do condomínio à Polícia e membros do Atlético-GO, ele não estava machucado nem com marcas de sangue. Porém, aparentava estar um pouco “grogue”. Às 20h40, a assessoria de imprensa da Polícia Civil fez o comunicado de que ele havia sido localizado.

Marcelo Cabo, técnico do Atlético-GO (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Marcelo Cabo não comparece ao Atlético-GO desde sábado (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Carreira

Natural do Rio de Janeiro, Marcelo Cabo tem 50 anos. Ele chegou ao Atlético-GO em 2016 e comandou o time na conquista do título da Série B do Campeonato Brasileiro. Foram 38 jogos, com 22 vitórias, 10 empates e seis derrotas à frente do Dragão. Ao longo da competição, o treinador fez trabalho consistente e foi um dos responsáveis pela brilhante campanha.

Cabo iniciou a carreira no Bangu, em 2004. Depois, foi auxiliar de Marcos Paquetá na Arábia Saudita por quatro anos e dirigiu uma equipe nos Emirados Árabes. Ele também foi auxiliar técnico de Jorginho e observador técnico de Dunga na primeira passagem dele pela seleção brasileira.

Fonte: Globo.com
Do Blog: É por essas e outras, que alguns profissionais perdem a credibilidade.
Não vejo vantagem na reencarnação, a não ser que conte tempo para o INSS.”(Luís Fernando Veríssimo)

Respeito, mas não concordo

17/01/2017 às 09:44 por Pedro Neto

Na partida entre Santa Cruz 0x0 América, próximo de terminar a partida, a torcida rubra passou a vaiar a sua equipe.

Respeito os torcedores que vaiaram, porém não concordo com a atitude.

Não agora.

Pode ser que após a terceira ou quarta rodada isso possa ocorrer.

Digo sempre que lugar do torcedor protestar é na arquibancada.

Agora, na primeira partida oficial da equipe é complicado.

E olha que ainda tem que se dá um desconto, pois o América jogou com menos um desde os 15 minutos do 1º tempo.

Vou ficar atento na partida de amanhã contra o Potiguar para saber se tal manifestação voltará a ocorrer.

O bem não significa simplesmente não fazer o mal, mas antes não desejar fazer o mal.” (Demócrito)

Começou 2017 como terminou 2016

17/01/2017 às 09:40 por Pedro Neto

O volante Anderson Pedra começou 2017 como terminou 2016.

“Mordendo” forte no cangote dos adversários.

Digo, desde a partida pela série C, Fortaleza 0x1 ABC, lá na capital alencarina, de que, Anderson Pedra, deu outra cara a equipe alvinegra.

Anderson Pedra deu muito mais tranquilidade a zaga e ao setor de meio campo.

Aos 90 minutos do segundo tempo o volante está correndo como se a partida estivesse começando.

Se fosse técnico de algum clube, digo sem medo de errar, de que, Anderson Pedra jogaria na minha equipe titular.

Pior que fazer o mal é o ser mal.” (Dietrich Bonhoeffer)