Ele não muda nunca

25/01/2011 às 09:28 por Pedro Neto

É uma mala

E ele não muda.

Não é a toa que Vanderlei Luxemburgo é tão odiado por boa parte dos jogadores e da mídia.

Não estou falando aqui do profissional dentro de campo, pois ele conhece como poucos do nosso futebol.

Agora, que o cara é uma mala desgraçada isso ninguém pode negar.

A última dele foi proibir o atacante Rafinha, destaque do time sub-18 do Flamengo, de usar o cabelo estilo moicano (com luzes), pois segundo o técnico isso não condiz com o futebol.

Vanderlei Luxemburgo também disse que o garoto não deve imitar ninguém, pois a informação é que ele gosta de fazer o estilo Neymar.

Quer dizer que o garoto não pode ter vida própria?

Não pode gostar nenhum estilo para não parecer que está copiando alguém?

Será que Luxemburgo diz isso a Leonardo Moura?

Tá bom!

Agora, terno, gravata e sapatos italianos na beira do gramado pode.

Está correto!

Vanderlei Luxemburgo é um técnico vitorioso, porém, poucos conquistaram tantos inimigos no futebol como ele.

Lembro de Telê Santana e não tenho como não comparar, pois o “mestre” foi o maior técnico que conheci, porém, sua humildade e simplicidade o fizeram ainda maior.

“Simplicidade é a sofisticação máxima.”  Leonardo da Vinci )

7 Comentários para “Ele não muda nunca”

  1. Arthur disse:

    O garoto tem o direito de usar o que ele bem entender na cabeça… mas nao tiro a razao do tecnico, uma vez que infelizmente somos vitimas de moldes sociais o tempo todo! Uma secretaria será contratada pelos moldes de aparência, nao somente capacidade.

    Lembro do caso da professora que foi filmada se divertindo de forma “normal” mas nao para uma professora? Será que se eu ver meu cardiologista no meio fio bebado sendo lambido por um cachorro eu irei esquecer que ele é o mais competente no que faz?

    Repito , o garoto tem o direito sim…mas…nao existe mais a linha de divisao do ridículo?

  2. Belchior Medeiros disse:

    Caro Pedro,

    Luxa tem vários defeitos e virtudes também, como todo técnico de futebol. O importante é que o MENGÃO vai papar tudo este ano e Luxa ficará mais fortalecido enquanto profissional, apesar dos defeitos pessoais. E o BCZÃO deveria honrar o compromisso do amistoso em São Paulo do Potengi, mesmo com o time reserva que também é um bom elenco. A torcida Abcdista do interior merece este presente.

    sds

    Belchior Medeiros

  3. Joselito disse:

    O Luxemburgo é enjoado mesmo mas na comparação com o Telê perde feio, lembra do macedo quando começou no São Paulo? Teve que cortar as tranças senão saía do time.

  4. Felipe Fernandes disse:

    Caro Pedro Neto, concordo com Wanderley é um mala. Mas, nesse caso, ele pensa igualzinho ao mestre Telê. inclusive, quando o mestre era treinador do São Paulo, cansou de proibir “frescuras” da mesmo gênero, incomodando-se, inclusive, com jogadores que usavam brinco! diga lá se os mesmos usassem corte de cabelo moicano!

  5. JOÃO MARIA/SÃO PAULO disse:

    O fato de Luxemburgo usar terno e gravata, penso que como pessoa pública, só tem a engrandecer a imagem do nosso futebol. Esse time do Flamengo que foi campeão, tinha um jogador que queria ser ser chamado de “Muralha”. Luxa proibiu. Imagino que Maradona, aos 18 anos, tivesse um técnico dos naipes de Telê, Luxemburgo, Carpegiani, Felipão, Murici e Leandro Campos, teria virado aquele freezer com brincos, tatuagens, drogas, alcolismo, polícia, etc. Quando Carpegiani passou no São Paulo em 1999, o ex-goleiro Roger foi barrado no clube porque pousou numa revista masculina de nudísmo. Por mais que as pessoas sejam contrárias, as empresas e seus chefes merecem respeito. Exemplo: Jamais o grupo cabugi de comunicações, irá contratar narradores, comentarístas, repórteres, jornalístas que usem briquinhos, piercings, tatuagens, gírias, cabelinho vermelho, etc, pois sem descriminação alguma, são carcterísticas de vagabundos, drogados, maloqueiros, nóias e anti-sociais. Ísso hoje em dia é comum em todas empresas. Tem empresas que hoje em dia deixam de contratar porque o candidato tem nome sujo no SPC, pode? Os grandes craques da história do futebol, não chegaram usar se quer, chuteirinhas laranjas ou vermelhas como foram os casos de Pelé, Garrincha, Rivelino, Zico, Sócrates, Bebeto, Romário, Careca, Falcão, Tostão, Clodoaldo, Raí, Leonardo, Beckenbauer, Platini, Croiff, etc.

    Quem vai negar que Neymar é craque? Porém quando Luxa estava no Santos, não deu “boi” prá ele. O Dorival Junior entrou na corda e se lascou. Prá mim que detesto o Flamengo, Luxa tem razão. Abraços ao pessoal de Macaíba.

  6. Rafa ABC '-' disse:

    Joao Maria… não concordo com você, primeiro que você não deve julgar ninguem pela sua aparencia, quem tem tatuagem, piercing, dread e enfins, não são vagabundos, drogados e bandidos, tudo temn seu lado bom e ruim, vemos no senado, POLITICOS de terno Armani, Hugo Boss, Brooksfield de cabelinho cortado, perfume importado, carros luxuosos e roubando milhoes de reais destinados a fins comuns, pense bem !…depois, o garoto tem seu livrearbitrio e pode fazer o que quiser com seu cabelo, só não pode ser ridiculo. Luxemburgo não é Deus ele apenas tem que mostrar ao garoto o que é ridiculo e o que é normal… Quando ele treinava o Santos, segurou Neymar no banco por achar que ele queria aparecer mais do que jojgar bola, Dorival entrou, colocou o mlk pra jogar e ele se tornou a sensação mundial… Não foi Neymar que demitiu o Dorival e nem o Santos, leia a entrevista que Roberto Brum disse, a entidade que demitiu o Dorival foi uma entidade assima da diretoria do clube, nenhum dos diretores era a favor da demissao do tecnico… pois bem, cabe ao tecnico fazer o jogador jogar bola e ter etica e disciplina no futebol, ninguem é santo… muito menos esse tecnico metido a dono do mundo ! Ele fala 1000000 de palavroes, fica de terninho pra lá e pra cá, acha que sabe de tudo… se ele que julgar alguem… primeiro que ele olhe pro seu rabo !

    Fica ai minha critica ao Luxa, que pra mim… ja foi seu tempo de tecnico, hj em dia existem milhares melhor que ele.

  7. Plínio Fernandes disse:

    Acho que vc Pedro e os colegas não entenderam, o Luxa apenas orientou o Rapaz a ter uma identidade própria, e que evitasse comparações. Isso é bom para imagem do jogador e do clube.

    Achei uma atitude mais do que certa….e o treinador não proibiu apenas orientou o garoto….a imprensa é que faz sensacionalismo.