Arquivos de janeiro, 2010

Vou fazer promessa

31/01/2010 às 23:30 por Pedro Neto

Tenho certeza que Thertuliano nos ajudará neste assunto

Alguns vão dizer que a cobrança já esta ficando chata, tudo bem, vou entender!

Agora, vou citar novamente o caso para ver se alguém da SEJEL, ou até mesmo da prefeitura, toma uma providência. O problema da internet do Machadão. Vou tentar vencer pelo cansaço.

Para resolver um simples problema de internet a SEJEL não tem dinheiro, pelo menos é isso que é dito diariamente, todavia, para promover festas na sala de imprensa não falta grana.

Mais uma vez a internet no estádio Machadão não funcionou no dia de hoje, entretanto, a sala de imprensa estava uma zorra só, pois, segundo a funcionária da limpeza, na sexta-feira a noite houve uma grande festa. Não sei nem vou afirmar, se uma festa patrocinada pela SEJEL ou por um particular. 

Fico impressionado com a falta de visão das pessoas responsáveis pela SEJEL, pois parece até que estão em outro planeta, tamanho a falta de compromisso com os profissionais que lá trabalham. Agora, se fosse para promover jogos ou divulgar as novas luminárias e plantas artificiais espalhadas pelo estádio Machadão, com certeza, já teriam resolvido o problema.

Para os senhores terem uma idéia de como a coisa não funciona na SEJEL, o ar-condicionado da sala de Danilo Meneses – nosso eterno ídolo – esta quebrado a mais de 40 dias. Segundo informações que recebi Danilo, já fez a solicitação uma infinidade de vezes, todavia, até agora ninguém tomou providencias.

Alô Thertuliano Pinheiro. Onde você anda amigo? Nos ajude!

E quando eu penso que ali é – ou deveria – ser a casa do futebol…

“Os computadores fazem aquilo que você manda, não aquilo que você quer.” (Autor Desconhecido )

O Resultado acabou sendo justo

31/01/2010 às 23:23 por Pedro Neto

Maurício Pantera não esteve bem no jogo contra o Alecrim

Foi um jogo com dois tempos completamente distintos.

No primeiro tempo o jogo foi feio e com poucas oportunidades de gol. Já o segundo tempo valeu pelos 90 minutos.

A partida começou muito trucada com as duas equipes cometendo muitas faltas. O América não tinha qualidade no meio, já que Aloísio que deveria ser este homem, mais uma não esteve bem. Com três volantes de marcação – Júlio Terceiro, Rafael e Elielton – Moroni viu seu time sem objetividade alguma. Já o Alecrim entrou para não perder, tanto é assim que Wassil colocou em campo três volantes de marcação – Carioca, Jonatan e Bruno Potiguar -.

Quando todos esperavam que o primeiro tempo terminasse empatado, aos 45 minutos o atacante, Felipe Moreira, abriu o marcador após uma boa jogada do meia João Paulo. Ao descer para o vestiário técnico, Paulo Moroni, foi muito vaiado pela torcida rubra.

Na volta para o segundo tempo todos nós esperávamos um jogo bem melhor e realmente foi outro jogo.

Logo aos 4 minutos o zagueiro, Robson, fez uma lambança e acabou expulso de campo pelo árbitro, Lenilson de Lima. Após a expulsão a torcida do América temeu pelo pior, principalmente quando o técnico sacou Rony – que não estava bem – e colocou em seu lugar o jogador, Fabiano, para repor a zaga.

Por incrível que pareça com um jogador a menos o América começou a tomar conta do jogo, tanto é assim que chegou ao empate por intermédio de Berg.

Nesta hora acredito que o técnico, Wassil, foi muito frouxo, pois entendo que o Alecrim poderia ter marcado o América em seu campo, contudo, a equipe alviverde inexplicavelmente recuou. Tanto é assim que após levar um grande sufoco o jogador, Jonatan, acabou sendo expulso de campo de forma correta. Depois disso o América cresceu ainda mais dentro da partida.

Quando todos esperavam que o jogo terminasse empatado em 1 x 1, aos 42 minutos o ala esquerdo, Nego, acertou um belíssimo chute de longa de distancia, fazendo o torcedor acreditar que a fatura estava liquidada.

O árbitro Lenilson de Lima deu 5 minutos de acréscimos. Foi justamente neste espaço que o América chegou ao empate, numa infelicidade sem tamanho do zagueiro, Ivison, que marcou contra ao tentar cortar um cruzamento.

Posso dizer que o placar acabou sendo justo pelo que realizaram as duas equipes, entretanto, ficou muito claro que ambas ainda precisam melhorar muito.

“Eu costumava dizer, Eu certamente espero que as coisas mudem. Então eu aprendi que o único modo de as coisas mudarem para mim é quando eu mudo.” ( Jim Rohn ) 
   

Garoto continuamos acreditando em você

31/01/2010 às 23:13 por Pedro Neto

Vamos lá garoto, nós acreditamos em você

O garoto Wallyson não vive um bom momento no Atlético-PR.

Tenho visitado alguns sites da torcida do Atlético-PR e percebo que a chiadeira em cima do garoto é grande.

Devo confessar que não sei o que vem ocorrendo com o garoto – aliás, até posso imaginar, contudo, não vou tocar no assunto aqui -, até porque não tenho acompanhado os jogos do rubro-negro paranaense, contudo, tenho certeza que independentemente do que estiver ocorrendo com o garoto, tenho plena confiança no seu trabalho, pois conheço seu potencial.

Wallyson é um diamante que foi descoberto e que ainda esta sendo lapidado. Tenho certeza que com o acompanhamento que tem de Nilson Mário – seu braço e suas pernas – o garoto em breve mostrará novamente seu grande futebol, pois ninguém se perde no caminho da volta.

“Cada um de nós tem um fogo no coração para alguma coisa. É nossa meta na vida encontrá-lo e mantê-lo aceso.”   Mary Lou Retton )

Paulo Moroni não terá vida fácil

31/01/2010 às 22:59 por Pedro Neto

Paulo Moroni ainda terá muitos problemas

A situação do técnico Paulo Moroni continua não sendo das melhores.

É impressionante como os torcedores americanos já não tem paciência com o técnico. Por mais que Moroni tente acertar, sempre existirá por trás de cada torcedor americano uma desconfiança enorme com relação ao Moroni.

Não acredito que um técnico que já tenha conquistado alguns títulos, principalmente no estado do Piauí, não tenha nada de bom no seu trabalho.

A desconfiança do torcedor faz sentindo? Moroni merece um voto de confiança? O América tem um bom elenco? O torcedor esta certo em não acreditar na equipe? São perguntas que apenas o tempo poderá responder!

Não sei se haverá tempo hábil para isso, até porque o torcedor rubro começa a cobrar de forma bem mais forte, resultados positivos.

“O amor é filho da ilusão e pai da desilusão.” Miguel de Unamo )

Torcedor é para ser respeitado e não enganado

31/01/2010 às 11:52 por Pedro Neto

Torço para estar errado

Sempre tive muito respeito pelo torcedor, todavia, não dá para entender uma meia dúzia de seis torcedores do ABC.

Tenho recebido alguns recados de torcedores, reclamando que mesmo a equipe abecedista vencendo, estou sempre dizendo que a equipe não presta e que é ruim. Pois muito bem!

Se eles quiserem que diga que a equipe é espetacular, não direi. Que a equipe é a melhor do mundo, não mentirei. Que tudo esta funcionando perfeitamente bem no futebol alvinegro, não poderei dizer. Que é um time imbatível no momento, nem mesmo comentarei.

Não tenho porque enganar o torcedor. Torço para que a equipe acerte e que tudo funcione maravilhosamente bem daqui pra frente, entretanto, o futebol apresentado pela equipe alvinegra – até agora – não dá ao torcedor a confiança que ele quer ter.

Quero poder dizer ao torcedor abecedista que o ABC melhorou. Agora, também quero que o torcedor não se deixe enganar por vitórias enganosas, como a de ontem contra o Centenário, pois se a equipe de Pau dos Ferros fosse um pouquinho mais qualificada teria vencido a partida ainda no primeiro tempo.

É preciso o torcedor saber separar as coisas, pois é bem verdade que também prefiro a equipe jogando mal e vencendo que jogando bem e perdendo, entretanto, bastará uma derrota para que estes mesmos torcedores percebam que a coisa não esta tão boa assim como alguns dizem!

Não tenho nenhum interesse em ver o circo pegar fogo, até porque reconheço o grande trabalho que vem sendo realizado pelo presidente, Rubens Guilherme, todavia, o problema do ABC passa principalmente pela qualidade dos jogadores contratados.

Alguns torcedores acreditam que elogio apenas o América, o que não é verdade, pois também vejo problemas no elenco rubro, contudo, não posso deixar de dizer que, no momento, a equipe rubra tem um elenco mais qualificado que o alvinegro.

Dizer que o elenco abecedista é qualificado seria no mínimo uma grande irresponsabilidade de minha parte, e isso eu não vou dizer!

Infelizmente o torcedor só perceberá que nem tudo são flores se a equipe começar a tropeçar dentro do campeonato.

“Auto-contentamento nunca inspira mudança duradoura.”
( Jane R. Hirschmann )

 

É difícil

31/01/2010 às 09:51 por Pedro Neto

Foi mico mesmo

Por ocasião do jogo de ontem Centenário x ABC a cena que mais chamou atenção foi a do goleiro Ruan.

Tudo porque o árbitro – Suelson Diógenes – antes do início da partida solicitou que o goleiro trocasse o calção que estava, pois era da mesma cor do uniforme do ABC.

Ruan além de não conhecer a regra – disse que não iria trocar, pois o mando de campo era do Centenário e o ABC é que deveria trocar o uniforme de todo seu time – ainda demorou mais de 8 minutos para resolver o problema.

Como se tudo isso não bastasse o Centenário não tinha nenhum calção de reserva, sendo preciso o ABC emprestar um. Agora, o melhor mesmo foi o goleiro trocando de roupa e tentando esconder o escudo do ABC na parte esquerda do calção.

No mínimo isso é uma grande prova de amadorismo da equipe de Pau dos Ferros, pois é obrigação se levar dois uniformes diferentes para todos os jogos.

Pior mesmo foi ouvir o técnico, Berguinho, reclamando de que o árbitro estava errado, pois o mando era do seu clube. Foi um mico só!

“Para que se pense que são sábios, eles criticam até o céu.”

Não é apenas o América que precisa da vitória

31/01/2010 às 00:29 por Pedro Neto

Moroni sabe que precisa da vitória no clássico

O América precisa mostrar ao seu torcedor no dia de hoje que tem o melhor elenco não apenas na teoria, contudo, também na pratica.

O técnico, Paulo Moroni, sabe que a cobrança em cima do seu trabalho é cada vez maior. Acredito que o América seja o favorito a vitória, entretanto, ninguém pode esquecer que estamos falando em clássico, muito embora para alguns América x Alecrim já não seja mais considerado como clássico.

Não tenho a menor duvida em dizer, e digo isso desde o inicio da competição, que o América tem o elenco mais qualificado entre os dez clubes que estão disputando o Campeonato Estadual, entretanto, teoria é uma coisa, pratica é outra bem diferente.

Paulo Moroni sabe que a torcida não tem muita paciência com ele, portanto, qualquer erro de sua parte é motivo de muita desconfiança.

Moroni também sabe que precisa –  e muito – da vitória no jogo de hoje.

“Existirá alguém tão esperto que aprenda pela experiência dos outros?”
( Voltaire )

Didi Duarte: “Ainda precisamos de três a quatro contratações”

31/01/2010 às 00:23 por Pedro Neto

Didi ainda espera a chegada de três novas contratações

Gostei da entrevista do técnico, Didi Duarte, após o jogo contra o Centenário, pois a leitura dele foi perfeita.

Na avaliação de Didi o time não se comportou bem no primeiro tempo, inclusive ele deixou claro que a equipe abecedista ainda busca a contratação de um lateral direito e de outros três ou quatro jogadores.

Didi Duarte disse que: “Estamos precisando melhorar ainda mais, entretanto, gostei muito do nosso segundo tempo, porém, não posso esconder que no primeiro tempo nossa equipe deixou muito a desejar, até porque não conseguia sair da marcação dos jogadores do Centenário. Já conversei com Flávio Anselmo – diretor de futebol – que ainda preciso de no mínimo de três a quatro jogadores. Espero que ele, junto com Ricardo Moraes, consiga contratar estes jogadores com a maior brevidade”, finalizou o técnico.

Como podemos observar o técnico esta ciente de que a equipe abecedista ainda precisa qualificar mais seu elenco.

Agora, já tem que pensar no jogo da próxima quarta-feira contra o Santa Cruz, pois logo depois tem o clássico contra o América, e todos nós sabemos que este é um campeonato a parte, pois nenhuma das duas torcidas aceita perder.

“Saber como escolher um caminho com o coração é aprender como seguir o sentimento intuitivo.”
( Jean Shinoda Bolen )

ABC vence em Mossoró

31/01/2010 às 00:18 por Pedro Neto

João Paulo marcou dois gols contra o Centenário

Jogando um futebol que apenas deu para o gasto, o ABC venceu a equipe do Centenário por 3 x 1 na cidade de Mossoró.

Foi um primeiro tempo de péssima qualidade técnica, pois as duas equipes erravam muitos passes, além disso, procuravam jogar muito pelo meio, facilitando assim a marcação por parte dos zagueiros, principalmente o ABC, onde apenas o jogador, Jaime, mostrava habilidade. Já o Centenário tinha em Renatinho seu principal jogador, contudo, o restante da equipe deixava muito a desejar.

E foi o Centenário quem abrir o marcador através do zagueiro, Paulo Cezar, numa falha da zaga abecedista. Já nos acréscimos o meia, Nino, marcou um belíssimo gol da entrada da área. E olha que o volante esteve mal por todo o primeiro tempo.

Já no segundo tempo a equipe abecedista melhorou um pouco mais em relação ao primeiro, todavia, ainda longe de ser a equipe ideal.

Aos 12 minutos o atacante, João Paulo, marcou o segundo gol numa jogada que começou numa saída de bola errada da zaga do Centenário. Aos 21 minutos o mesmo João Paulo ampliou depois de uma jogada individual.

Depois disso o que vimos foi um jogo de poucos lances de emoção, principalmente por parte do Centenário que mostrou não ter poder de reação.

Fica difícil de dizer se a equipe esta evoluindo, pois o Centenário não pode servir como parâmetro para tal afirmação.

O que deu para perceber claramente foi que o jogador, Jaime, pode ser a diferença entre os jogadores abecedistas, pois se mantiver a bola mostrada até agora o meia pode se tornar o xodó da torcida.

A vitoria acabou sendo justa por tudo que a equipe abecedista demonstrou, entretanto, não podemos esquecer que ainda tem muito a melhorar. 

“Felicidade e responsabilidade moral são inseparavelmente ligados.”
( George Washington )

Gláucio Uchôa: “Vou continuar no ABC”

30/01/2010 às 16:13 por Pedro Neto

Gláucio: “Diga ao povo que fico”

Recebi uma ligação do Vice-presidente Social e de Promoções do ABC, Gláucio Uchôa, confirmando que esteve durante esta semana com o presidente, Rubens Guilherme, conversando a respeito de sua insatisfação em alguns pontos dentro do clube.

“Na realidade tive uma reunião com o presidente, Rubens Guilherme, a respeito de alguns pontos, e posso assegurar que tudo ficou resolvido e esclarecido. Existiam alguns pontos localizados que não estavam dentro daquilo que esperava, entretanto, o presidente prometeu mudar algumas situações e posso te assegurar que a conversa foi muito boa. Continuarei meu trabalho da mesma forma que comecei, principalmente com muito entusiasmo, pois o ABC é prazeroso de se trabalhar, principalmente porque estou fazendo aquilo que gosto” finalizou Gláucio Uchôa.

Pois é amigos, como vocês podem observar aos pouquinhos, Rubens Guilherme, vai dando uma nova cara ao ABC, pois além de ser uma grande pessoa é também muito respeitado por todos que o cercam.

Vamos torcer para que novos focos de insatisfação não surjam no clube, afinal, muitos passam, todavia, o ABC fica. 

“Não há coisa mais útil do que suprimir as queixas e afogar os sentimentos.”  Pierre Nicole )