O QUE ACONTECE COM QUEM NÃO LARGA O CELULAR À MESA

Você tem o hábito de fazer as refeições e mexer no celular ao mesmo tempo? Este hábito tão comum nos dias de hoje pode contribuir para que você acabe comendo mais do que gostaria. De acordo com pesquisas, sem perceber, a ingestão de alimentos aumenta quando não paramos para nos alimentar com calma.

Quem come entretido no smartphone consome 15% a mais de calorias na refeição, em média 79 calorias extras. Já ler um texto aumenta a ingestão energética em 20% , 101 calorias a mais, segundo pesquisa do Departamento de Ciências da Saúde da UFLA – Universidade Federal de Lavras.

Outro estudo da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, onde foi realizado uma série de testes, concluiu que fazer qualquer refeição sem prestar atenção no que você está comendo te faz beliscar muito mais depois. Os resultados sugerem que isso acontece porque a memória tem um papel muito importante no nosso apetite. O cérebro processa a ingestão de alimentos de formas diferentes quando prestamos atenção na comida e quando estamos distraídos.

Se não focamos na refeição, nós não lembramos dela direito e acabamos sentindo a necessidade de beliscar e fazer lanchinhos depois, entre o almoço e o jantar, por exemplo. Ou seja, o celular está se tornando um vilão durante as refeições. Você já deve ter ouvido falar em mindfulness. O propósito da aplicação do mindfulness é nos libertar do padrão de respostas automáticas que fazemos sem estarmos atentos, repetindo ações sem consciência.

Na prática, podemos fazer isso comendo lentamente, atentos ao sabor e textura dos alimentos e aos sentimentos envolvidos naquele ato.
Quando estiver à mesa, que tal tentar se concentrar nos sabores e texturas do seu prato? Sua dieta e sua saúde agradecem.

Fonte:  Priscilla Martins, endocrinologista para o site Bodytech