Então, muita gente acha que ser boa de cama tem a ver com performance sexual, tipo aquela mulher que faz de A a Z na cama, que seja ser capaz de todas as posições do Kama Sutra. Há quem pense que ser boa de cama é fazer tudo o que a parceria deseja e quando ela quiser, ou seja, ser objeto do desejo do outro…
Pois é, para mim, não tem a ver com desempenho. A mulher boa de cama é aquela que tem autoconhecimento. Ela conhece o seu próprio corpo e o explora sem medo do prazer pessoal. É aquela que se sente segura consigo mesma e com o que está fazendo. Ela entende a sexualidade como algo que depende de sua atitude ativa e sabe que é a responsável por conduzir sua parceria para a satisfação de seus desejos…
A mulher boa de cama deseja satisfazer o seu parceiro, mas deseja também satisfazer a si mesma. Para ela, a ideia de fazer apenas o que o outro quer não significa que será uma expert na arte do sexo. Ela entende sexo como troca, e não entrega unilateral.
A mulher boa de cama não tem medo de ousar, de se permitir, ela não tem medo de dizer o que gosta e principalmente o que não gosta. Ela é segura o suficiente para ser o que é e, para dar vazão a suas fantasias sexuais. Porque ela compreende que sexualidade vai muito além do coito e que não se restringe aos genitais.
A mulher boa de cama é aquela que se sente livre para se expressar em palavras, em gestos, em movimentos e em emoções sem medo de ser analisada, avaliada, julgada. É uma mulher que sabe o que deseja e busca realizar-se na sexualidade. Uma mulher boa de cama é aquela que se aceita como é, que entende seu corpo como parte de seu ser e que valoriza o que tem de bom e de belo, sem dar asas aos defeitos que muito pouco falam de si mesma.
A mulher boa de cama não tem receio de inovar, de se permitir, de descobrir novos prazeres. Ela está aberta a novos conhecimentos e entende que sempre pode aprender algo novo para melhorar sua sexualidade e apimentar seu prazer.
Para mim, uma mulher boa de cama é aquela que vai para a relação sexual estando presente e participativa. É aquela que assume a atividade no ato sexual não depositando na parceria, a responsabilidade de fazê-la ter um orgasmo. A mulher boa de cama é aquela que está presente de corpo e alma na relação, sem reservas, totalmente entregue ao ato.
A mulher boa de cama não tem disposição para o sexo todos os dias. Ela valoriza qualidade e não quantidade. Ela prefere aquele sexo que deixa ótimas lembranças no dia seguinte do que aquela rapidinha que a fez desejar acabar logo. A mulher boa de cama faz sexo porque deseja e não porque precisa cumprir seu papel de mulher comprometida. Mesmo quando o desejo não é tão evidente, ela permite a aproximação da parceria porque se conhece bem e sabe que é só estimulá-la que a coisa esquenta e o desejo emerge.
De tudo que eu escrevi o que mais me toca e me parece mais verdadeiro é o fato de a mulher boa de cama gostar de si mesma e do que está fazendo. Porque acredito firmemente que o restante, será consequência… Sexo é descoberta de prazer consigo e com o outro. Se você se ama, gosta de sentir prazer e tem prazer em dar prazer para o outro, pode ter certeza de que a sexualidade é um aprendizado constante com satisfação garantida…

Comentários do Facebook

Comentários do Site

  1. Francisco Neto
    Responder

    muito bom saber, o que é de fato é uma boa de cama! Nada daquilo do que os homens pensam e falam. Sem falar que o texto, é muito bom, esclarecedor.

Deixe um comentário

WordPress spam blocked by CleanTalk.