O ser humano é movido pelo desejo porque ele é intrínseco à condição de estar vivo. Toda grande descoberta, um relacionamento ou ainda uma solução para um problema, tudo nasce do desejo. Mas, se ele é tão essencial, por que desaparece muitas vezes no âmbito sexual?
Vamos começar com algumas perguntinhas: A cama tem sido somente para dormir? Dormir tem sido o maior desejo reservado para a cama? Há quanto tempo você se sente sem apetite sexual? Há algum desconforto físico que tem acabado com seu desejo? Se tiver parceria, como anda a relação? Alguma angústia relacionada a outros fatores da vida? Essa busca íntima por respostas vai ser essencial para a compreensão e, consequentemente, para procurar ajuda e resolver.
É preciso entender o seu padrão sexual e deixar claro que não existe medida exata para o desejo. Baixa de libido só é preocupante se começar a trazer sofrimento ou se, comparando com um período anterior, houver uma defasagem muito grande na frequência das relações. É uma questão pessoal, em que não se estabelecem limites mínimos ou máximos – um aspecto subjetivo e individual. Portanto, não é porque os outros alegam transar todos os dias que você vai se desesperar e se forçar a ter o mesmo ritmo… Cada qual com sua singularidade.
Na minha experiência de consultório, escuto diariamente sujeitos com esta queixa: “Meu desejo acabou”. Confesso que ouço mais das mulheres, mas, para minha surpresa, percebo que tem aumentado muito por parte dos homens. O que está acontecendo?
Sabe, até o presente momento, ainda não tive nenhum caso de desejo hipoativo que tenha exclusiva causa fisiológica. Cem por cento das vezes, na minha vivência particular no setting terapêutico, a ausência de desejo se dá também, por questões relacionais. Primeiro descartamos os desequilíbrios hormonais que podem inibir a libido ou qualquer outra causa fisiológica que pode estar diminuindo o desejo sexual. Mas, são os “desajustes mentais” que acabam bloqueando a manifestação natural de tesão em uma relação. Sentimentos como culpa, medo e ansiedade são inimigos naturais das relações sexuais. Eles agem sutilmente, mas, suas consequências são de ordem prática. E o ponto-chave é o sujeito se dar conta de que o corpo apenas reage aos conflitos internos. Se o desejo não está mais presente é porque algo aconteceu e, recuperá-lo, passa a ser um exercício mútuo de descobrimento, de si mesmo e de sua parceria.
Você consegue imaginar a gama de questões que podem mexer com o seu desejo sexual? Muitas vezes são questões inacessíveis à consciência do paciente e o trabalho de escuta exige muita percepção. O desejo vai embora quando estamos fracos, tristes, cansados, doentes ou magoados. E esses sentimentos e emoções surgem por milhares de motivos.
A sociedade costuma focalizar o desejo na juventude, como se à medida que se envelhece ele fosse findando ou não se renovando. É preciso assimilar que somos seres sexuados. Nossa sexualidade começa quando nascemos e nos acompanha até a hora de nossa morte. Por isso, se você sente que seu desejo está inibido, procure ajuda para compreender o que está acontecendo com você.
Na hora de falar no pacote pró-sexo, existem três fatores que julgo essenciais: Autoestima, mente tranquila e autoconhecimento. Pode acreditar que essa tríade equilibrada, mantém o desejo acesso… Por outro lado, a desarmonia da mesma, traz sofrimento ao sujeito e abala sua libido.
Não há como fugir, gente. Os dilemas psicológicos interferem diretamente na disposição para o sexo. Diante de estresse, ansiedade e baixa autoestima, o desejo sai de cena e sai da cama também…
Temos vivido rotinas pesadas, trabalho em excesso, tempo escasso, ansiedade, estresse, enfim… Após um dia longo e cansativo, é mais do que plausível que você não esteja a fim de sexo. Que o cansaço domine e o sono seja o verdadeiro desejo…
Por tudo isso, deixo aqui uma dica: Não espere o desejo sexual sumir de vez… Ao menor sinal de baixa na libido, pare, reflita e, acima de qualquer coisa, procure ajuda. Tudo se resolve… Porque depois de tudo, o que sempre deve restar é o DESEJO…

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

WordPress spam blocked by CleanTalk.