5072AE6E-3E52-4113-A291-B1235C668BF7Às páginas do moribundo caderno de classificados, onde se vendia de tudo, até amor verdadeiro por tempo cronometrado, alguns com o endereço do local de atendimento em disfarces de salutares massagens, um anúncio chama a atenção.

Está lá, clamando interessar quem possa e os que freneticamente rolam os dedos pelas telas dos telefones.

Mesmo quem não tem  nenhuma intenção de se mudar pra  Parnamirim, não resiste ao arauto da imobiliária, dando as boas (ou serão más?)-vindas aos interessados.

Quem será o felizardo (ou o infeliz) que vai aceitar a proposta que parece boa?

Podendo também regatear.

220 mil reais pelo que foi condiderada, imodestamente, uma excelente residência. Apesar da estreita frente de seis metros.

Compensada com o dobro do comprimento.

Onde cabem, uma sala que deve ser ampla, posto que de dois ambientes, dois quartos, um water closet (social) e cozinha com armários.

Não há referências de quem é o projeto arquitetônico mas pelo que conseguiu em tão exígua área, alguém que se debruça sobre a prancheta, sabendo muito bem equacionar espaços e distribuir ambientes.

Mestre no  absoluto  domínio da arte e do ofício do acochambramento.

Ao ponto de conseguir ainda, lugar para uma garagem com duas vagas, sem olvidar a área de serviço.

O jardim garantiu seu pedaço de chão na vivenda que, pasmemo-nos, ainda é recuada.

Nestes tempos de insegurança, o apelo de venda economizou ítens que podem ajudar na decisão do futuro comprador.  Na foto-vitrine, cobogós substituem as vulneráveis janelas e grades metálicas fazem a proteção da indispensável porta de entrada.

Em primeiro plano,  o ponto mais emblemático do reclame.  Para uns,  afasta infortúnios e tem a capacidade de trazer riquezas  em jogos e sorteios.  Aqueles que acreditam que ainda vai dar de novo, o número 13.

Das maiores vítimas da santa inquisição, ainda carrega para a maioria, a fama de ao cruzar com ele, o mau agouro será atraído.  Superstição que avança no tempo, passadas gerações.

O que não foi dito pode ser imaginado.

O que realmente faz o imponente guardião.

Permanece fiel ao seu palácio vazio, à espera da anunciação transformadora.

– O rei morreu.                                                               Viva o novo rei!

92CFB887-E0A7-4758-A873-1BB0A08CE769

Comentários do Facebook

Deixe um comentário