De acordo com alguns nomes da imprensa nacional, especialistas em artistas e televisão, os contratos eternos na TV estão com os dias contados.

No novo modelo de gestão de negócios Globo, uma decisão definitiva e que “vai valer para todos os atores”, respeitando, evidentemente, os seus prazos.

Desta forma, a emissora, ainda segundo essas fontes, adotará a mesma prática de tantas outras grandes empresas do mundo. O compromisso por obra é o que passará a valer.

Importante lembrar que por culpa de um modelo do passado, implantado por executivos que nem lá mais estão, eram muitos os contratos com salários altíssimos. Isso deixará de existir. O que vai prevalecer é o “serviço prestado por obra”.

Entretanto, a decisão deve provocar uma revolução nas artes no Brasil, com mais valores para outros importantes setores no mercado, como teatro, cinema, streaming e um tráfego ainda mais intenso entre as emissoras.

Com a chegada da pandemia e o “boom” da tecnologia, a Globo, como outras empresas de diferente segmentos, aproveitaram para reorganizar suas estruturas, suas operações e, especialmente, os seus custos operacionais.

A Globo implementa um novo modelo de gestão: os contratos deverão ser por serviço prestado por obra

A Globo implementa um novo modelo de gestão: os contratos deverão ser por serviço prestado por obra

439c364a-5d6e-404e-8f51-e248465fcb42

Deixe um comentário