unnamed-1

A notícia está no Globo desta sexta-feira e faz lembrar as fraturas expostas no Rio Grande do Norte com a pandemia de Coronavirus.

Sabe qual é a mais recente conclusão de pesquisadores do Instituto de Comunicação e Informação em Saúde da Fiocruz?

Mais de 7,8 milhões de brasileiros estão a quatro horas de distância, pelo menos, de um município que tenha hospitais de alta complexidade, com UTI e equipamentos e profissionais especializados para combater doenças respiratórias graves provocadas pela Covid-19.

DO TL

No RN, a pratica ficou evidente e concorreu para o óbito que chamou atenção do Brasil no Jornal Nacional; o caso do Sr. Asclepíades de São Fernando.

Não bastasse a falta de hospitais capacitados em seu município, o idoso ainda teve que enfrentar a falta de comunicação eficiente do “sistema”, que até agora gera controvérsias entre a Secretaria de Saúde do Estado e a Prefeitura de Mossoró.

Responsabilidades com liames pouco assumidas e receio inevitável  que o ruído volte a causar mortes no Estado.

Comentários do Facebook

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    Ambulancioterapia? Natal e Mossoró que o diga. Até pacientes da Grande Natal são transportados pra Natal.

Deixe uma resposta para observanatal Cancelar resposta