33CDA008-B7A7-44BD-BDAC-F8BC6AF4B2F0Contado em filme de Holly ou Bollywood, seria daqueles que dão nó na goela e dependendo da sensibilidade do espectador, provocam lágrimas difíceis de disfarçar

A jovem professora, grávida, abandonada pelo namorado, procurou refazer a vida em outro relacionamento.

Encontrou.

Amparo, compreensão e estímulo para seguir em frente.

E mais dois filhos.

Paraibanos de Alagoa Grande, embarcaram no sonho de melhorar de vida em outro lugar.

O destino os levou para Boa Vista. Não o antigo distrito de Campina Grande, no planalto da Borborema.

Roraima,  seria a penúltima fronteira do casal.

O radialista, dividiu a vocação há muito despertada na voz forte e harmoniosa, com um emprego  de servidor público.

Tudo corria como Deus queria e os esforços de ambos permitiam.

Há 12 anos o destino resolve aparecer com outra mudança radical.

Gláucia sofreu um AVC.  De sombrio e desesperançoso prognóstico inicial. Trocado por vida vegetativa.

Depois de cinco aniversários em hospitais, a família resolveu que poderia prestar os mesmos cuidados em casa.

O quarto do casal vira enfermaria. Utensílios domésticos,  transformados em equipamentos médicos.

O marido divide as tarefas com os filhos e vão muito além da alimentação, banhos e mudanças de decúbito.

84BC2984-C71F-4117-A640-A466C1F70F9EAdílio que começou registrando os sinais vitais e parâmetros da esposa-paciente em cadernos, como fazem  os enfermeiros suas evoluções, agora usa as redes sociais para compartilhar notícias de sua Linda Gláucia, com familiares, amigos e mais de 4 mil seguidores.

Diariamente, postagens de fotos e filmes mostram não só a rotina das atividades.

Todas as datas festivas são lembradas e nenhum aniversário fica sem comemoração. Nem bolo.

Como se as resposta só ele escutasse, as saudações nas  chegadas e partidas e a prestação de conta do que foi feito, não surpreendem mais ninguém.

Nem mesmo as juras e declarações românticas ao pé do ouvido.

Presa ao leito, a vaidade também recebe doses de cremes, batons, penteados e carinho.

Como se quisesse manter a  memória  dos dias, meses e anos para serem mostradas depois,  segue fiel ao amor adormecido.

Certo que qualquer dia seus cantos solitários receberão uma segunda voz, não arrefece a fé.

A fama que roda o mundo  não foi bastante para convencer o eleitorado macuxi que um bom marido poderia ser um bom deputado estadual.

Nas últimas eleições, o dedicado esposo recebeu 151 votos.

Adílio Bezerra

Comentários do Facebook

Deixe um comentário