Ao longo dos 10 episódios o público pode acompanhar momentos-chave da vida de Hebe Camargo, na série homônima da Globo.

E a história sobre a trajetória da apresentadora chegou ao fim ontem com o último episódio, mostrando momentos dramáticos vividos pela sempre esfuziante Hebe, como a morte do marido, Lélio Ravagnani (Marco Ricca), a evolução de sua doença e a homenagem recebida no programa Domingão do Faustão.

Não por acaso, Andrea Beltrão, que viveu Hebe na fase adulta, está indicada ao Emmy Internacional 2020 pelo papel. Podem falar de tudo, do roteiro, etc, mas Andréa deu show nos trejeitos e jeitos de ser, falar e viver da apresentadora. Mereceu a indicação!

Daqui a torcida para que Andréa ganhe esse Emmy, seria uma bacana homenagem póstuma para Hebe!!

Andréa Beltrão interpretando Hebe na sua última fase profissional e de vida

Andréa Beltrão interpretando Hebe na sua última fase profissional e de vida

439c364a-5d6e-404e-8f51-e248465fcb42

Deixe um comentário