O artista visual Azol está de trabalho nooovo!!

Ele acaba de lançar uma série de pinturas que leva o observador à experiências únicas, não utilizando de planejamento prévio e sim da sua sensibilidade, seu olhar, inquietude e o acaso para composição final do trabalho.

Azol fez uso também da inspiração do cubismo e surrealismo do mestre Picasso, que afirma que pintar “é libertar-se de qualquer paradigma“.

As telas são densas, marcantes e lindas, que demonstram a coragem de Azol e a sua maturidade artística.

Para melhor entender, o convidamos para um rápido bate-papo:

1. Essa nova série é composta de quantos trabalhos?

Olha Bebeto, como ainda estou trabalhando incessantemente nessa série, eu ainda não consegui dimensionar seu tamanho. Isso é comum acontecer quando estou na produção de um conjunto de trabalhos, geralmente faço muitas coisas, produzo em grande escala pinturas, desenhos, fotos, etc. Tudo para dar vazão à tempestade de criatividade que me assola durante o processo. Não economizo nos esforços e na energia. No final, quanto sinto que esgotei com as opções, eu paro e analiso o que estará numa exposição ou o que será comercializado. No caso de uma exposição, claro, tem sempre que ter a ajuda de um curador profissional que acrescenta na formação coerente do conjunto. Na comercialização recorro a ajuda do escritório que me representa aqui em SP.

2. Qual foi o tempo entre concepção e criação?

Não tenho um prazo estabelecido como regra. Essa mais recente série, que intitulei “A Natureza Íntima das Coisas”, venho trabalhando nela há uns 3 anos. Quando fiz as duas séries sobre a estética do cangaço, que apresentei em Natal em 2015, e aqui em SP no ano seguinte, também levei esse tempo para produzir e fazer a curadoria.

3. A média das dimensões das telas?

Essa nova série estou trabalhando em dois suportes: papel hahnemuhler 300g em diferentes tamanhos, como 65×51 cm, 40×31 cm e 30×23 cm; e em tela de 120×100 cm.

4. Onde podem ser contempladas e adquiridas?

Para aquisição o interessado deverá entrar em contato com o escritório que me representa aqui em São Paulo, que é o “Personnart Escritório de Arte” e falar com a Dila Oliveira Spínola pelo celular (011) 9.6068-0003. Ou pode entrar diretamente em contato com o ateliê e falar com Carol Emerenciano pelo cel (011) 9.7656-9426. Para contemplá-las, eu diria que atualmente o melhor canal é o instagrame o facebook, onde divulgo periodicamente tudo que produzo. Recentemente comecei a postar alguns vídeos que mostram um pouco dos bastidores do meu ateliê e também explicam o processo de criação e concepção dos trabalhos.

Só sei de uma coisa, os novos trabalhos dessa nova série “A Natureza Íntima das Coisas” estão bacaníssimos e classudos. Abaixo…

43b511cd-54b2-49c5-ac5e-46b9ab552c15 50c927c8-1736-463f-a617-fda8341ee23c b261fadf-293c-4a46-9602-543453d46b18 c81ed05e-cdd4-45fb-89e7-ade59ad4e8e6 dc1df936-0a14-4949-a27d-8bb6b63c8d9f 6b441267-bf4f-44ce-85f6-0fded836307c 192b0e6f-2119-43b9-b41f-6dec34e87783 439c364a-5d6e-404e-8f51-e248465fcb42

Comentários do Site

  1. Jose Gotardo Emerenciano
    Responder

    Serginho é Fantástico. Retrata as Raízes Nordestinas colocando nos Pincéis Matizes que se comunicam com a Alma de cada Observador. Ele tem Talento e Tolerância com Respeito à Apreciação do seu Semelhante. PARABÉNS

Deixe uma resposta para Mução Cancelar resposta