download

Hoje completa 75 anos de um dos atos políticos mais incríveis do nosso Rio Grande do Norte: A posse do 8º Interventor Federal, Georgino Avelino, nos últimos estertores do Estado Novo.

Depois de ocupar o posto só por três meses, tornou-se uma das maiores lideranças políticas do RN, nos 20 anos seguintes.

Nascido em Angicos, Georgino, de tradicional família política (Jota da Penha, Pedro Avelino) cumpriu três mandatos de Deputado Federal nos anos ´20 e ´30, e Diretor de Turismo do Rio de Janeiro, depois de 90 dias como Interventor ele se capacitou a fundar o maior partido na redemocratização, ao lado de João Câmara e Theodorico Bezerra, o PSD (na foto, de roupa clara e gravata borboleta, com Theodorico Bezerra e Juscelino Kubinschek, dois grande nomes do partido).

E se elegeu Senador, em 1946 e 1954, até 1959, quando morreu de leucemia, no exercício do mandato.

Georgino foi diplomata, banqueiro e empresário tendo integrado o grupo empresarial que abriu nova fronteira para a cidade do Rio de Janeiro, o Recreio dos Bandeirantes.

Deixe um comentário