WUHAN, CHINA - MAY 06: (CHINA OUT) Senior students study in a classroom with transparent boards placed on each desk to separate each other as a precautionary measure against the spead of COVID-19 at Wuhan No. 23 Middle School on May 6, 2020 in Wuhan, Hubei Province, China .About 57,800 students in their final year from 121 high and vocational schools returned to campus on Wednesday in Wuhan, The city previously hard hit by the COVID-19 outbreak.(Photo by Getty Images)

O levantamento foi feito pela secretaria municipal de Educação de São Paulo e está na coluna de Mônica Bergamo da Folha.

Com aulas suspensas desde 17 de março e com a perspectiva de ficar agosto todo sem retorno às escolas, serão completados 172 dias com as portas fechadas.

Poucos países ou metrópoles alcançaram a marca.

A Itália chegou a 181 dias. Em Wuhan, na China, os estudantes pararam por 114 dias. Nova York, nos EUA, completará 169 dias.

O México, com volta prevista para agosto, completará 156 dias. Na Argentina, que reabre escolas no mesmo mês, serão 152 dias.

Na França, a suspensão das classes chegou a 55 dias. Na Espanha, a 88 dias.
DO TL 
Em Manaus, as aulas foram retomadas há duas semanas e não há registros de aumento de curva de contágio e/ou ocupação de leitos.

Deixe um comentário