ilustracao-representando-hashtag-com-bonecos-em-vo

O conteúdo da última #hastag mais polêmica das redes é abominável, reprovável, repugnante; um suposto affair da primeira-dama Michele Bolsonaro com o ex-ministro Osmar Terra.

O nome dado o mais rasteiro e popular possível #Bolsonarocorno.

Tudo teria começado a partir de uma matéria na revista Isto É , mostrando o desconforto da primeira-dama com o casamento. De concreto e novidade, nada.

O registro? As sabidas ausências da Sra. Bolsonaro nas últimas viagens de lazer do marido presidente.

O que torna o assunto relevante aqui é o volume que o assunto tomou em tão pouco tempo. Logo contra eles, os magos das ###, que são capazes de fazer trens tops com os mais diversos temas e alvos de plantão.

Desta vez, não conseguiram um antídoto à altura para cortar o mal pela raiz, nem tampouco prever.

Coube ao ex-ministro caluniado Osmar Terra agir à moda antiga. mostrando a face e dando nome aos bois, defender sua honra e da família, exaltando o respeito de sempre ao Presidente homem e instituição.

Para Terra, os ataques partiram de “revanchistas de esquerda”. Logo eles que já mostraram e reconheceram a total incompetência em lidar com exércitos digitais.

Pelo sim e pelo não, do ponto de vista da guerra virtual, um novo dado: os bolsominions não estão mais sozinhos no front virtual.

E não se sabe de onde surgem os ataques; esquerda ou direita, fazem estrago na imagem e na alma.

Morrem como nascem, sem mandar avisos. Hoje, já não estão mais lá.

As milhares de menções de ontem que geraram o pódio da nefasta #? Nem pó mais.

img_6201.jpg

 

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    Tanto conseguiram constranger e incomodar que o presidente escreveu o texto, que retrata também a esgotosfera das redes dessa direita brasileira destrambelhada.
    Ninguém tem que se meter na vida matrimonial do presidente ou seja de quem for. A situação não pode ser considerada cretinice quando fala de um lado e não cretinice quando fala do outro.
    Esse linchamento virtual é desnecessário ao Brasil que precisa crescer, melhorar, empregar o povo.

Deixe um comentário