5c3778b13c00006c0610d600

A reação ao Projeto de lei enviado à Câmara Federal – PL 6159 -, afrouxando as regras de contratação de pessoas com deficiência por empresas é crescente. Da sociedade civil organizada e de políticos envolvidos com a causa.

Por exemplo a deputada federal Mara Gabrilli (PSDB), que usou a tribuna para contestar com indignação:

Nunca imaginei que no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência eu estaria no Congresso falando de um projeto do Governo que DESMORONA a Lei de Cotas. Não tem primeira dama que explique isso – nem na Língua Brasileira de Sinais. Basta de retrocessos nesse país, presidente!

O deputado Rodrigo Maia (DEM) assumiu o compromisso de que até fevereiro de 2021, quando termina seu mandato de presidente o PL não será pautado como está.

A palavra de Maia trouxe alivio aos militantes da causa pra lá de justa.

Deixe um comentário