A matéria desta Tribuna do Norte natalina pode ser resumida em 3 pontos;

I- O Governo Fátima errou ao querer cortar o caminho do Legislativo em agosto, instituindo o novo Proedi via Decreto e não projeto de lei. Evitou o diálogo ali, mas adiou um problema a ser enfrentado na prorrogação da final do campeonato.

II – O Governo só reconheceu depois da derrota simbólica no STF, quando o Ministro Toffolli confirmou o pleito da Prefeitura de Natal, arranhando o mérito; qual? A necessidade do Projeto de Lei.

III – A Assembleia deverá aprovar o Projeto de Lei, mas o debate nesses próximos dias promete ser desgastante – e de crédito futuro para AL.

Comentários do Site

  1. Observanatal
    Responder

    Ou seja, a arrogância foi tanta que, ao ver a confusão ja no meio do mundo, resolveu chamar a ALRN para conversar. Claro, a bancada de situação vai fazer o que tem feito, passar o rolo compressor, mas dessa vez não sem críticas e sem exposição.
    A governadora de origem popular começa a perceber que não está acima de ninguém, e começa a baixar a bolinha.

Deixe um comentário