bolsa-famc3adlia

Do Estadão

A prioridade dada às Regiões Sul e Sudeste na concessão de novos benefícios do Bolsa Família,revelada ontem pela imprensa nacional, pode ter impacto direto nas votações da pauta econômica no Senado.

Em privado, mesmo quem é favorável à agenda reformista admite que o clima está azedo; outros já falam abertamente em obstrução. Dois terços da Casa são de senadores de Norte e Nordeste(número necessário para a aprovação de uma PEC).

Na Câmara, a repercussão também foi ruim. O Nordeste recebeu 3% dos novos benefícios enquanto Sul e Sudeste responderam por 75% das concessões.

Relator da PEC dos fundos, Otto Alencar (PSD-BA) diz que vai obstruir a votação das pautas do governo, inclusive do seu próprio relatório, enquanto não for revertida a situação.

Governadores e prefeitos do Nordeste alertam que, se o cenário for mantido, Bolsonaro vai conseguir unir do DEM ao PT na região.

A reformulação do governo no Bolsa Família, que já está em andamento na Cidadania de Onyx Lorenzoni, deve ter como foco a Região Nordeste.

Comentários do Facebook

Deixe um comentário