Do Globo 

O Brasil se aproxima, pela primeira vez desde o início da pandemia, de uma reabertura maciça das escolas públicas.

A partir de agosto, apenas uma rede estadual e três municipais entre as capitais manterão aulas apenas à distância, segundo levantamento do Vozes da Educação.

O mês, que marca a abertura do segundo semestre letivo em 2021, é o começo de um longo processo de recuperação de aprendizagem após mais de 13 meses de escolas fechadas.

Atualmente, sete estados tem escolas abertas na rede pública e, a partir de agosto, outros 17 retornarão. Já entre as capitais, são 12 redes municipais funcionando no sistema híbrido e mais 11 que abrirão em agosto.

A vacinação avançou e os pais já estão fazendo muita pressão. Além disso, quando a rede estadual volta, impulsiona os municípios a reabrir as escolas também — afirma Carolina Campos, coordenadora no Vozes da Educação.

— Já teríamos condições de ter voltado antes, mas faltou coordenação do Ministério da Educação — avalia Campos.

DO TL 

Apesar das ameaças de greve e judicialização da volta às aulas, o bom senso tem vencido a queda de braço entre Poder Público e Sindicatos.

O Tribunal de Justiça determinou o retorno das aulas presenciais na capital potiguar, o que já ocorreu. E as aulas da rede estadual estão previstas – como grande parte dos estados brasileiros – para Agosto.

Deixe um comentário