a172e2fe-60c8-4012-8a8f-cf25cc2d6c0c

A deputada federal Natália Bonavides (PT) não perdeu tempo e aproveitou a denúncia feita pelo Ministério Público Federal contra a reitora Ludmila Carvalho nesta terça-feira, 22.

Protocolou junto com a universitária Ana Flavia Lira  ação judicial pedindo suspensão imediata do ato de nomeação, que reputam ser  inconstitucional.

Tudo baseado na falta de respeito e obediência ao resultado das urnas na eleição interna da UFERSA.

O processo está em tramitação na 8 ª Vara Federal do Rio Grande do Norte e deve ter o pleito apreciado nos próximos dias.

 

 

Comentários do Site

  1. Caio Barreto
    Responder

    A sororidade só e usada quando convêm. Não ha diferenças entre fanatismos, seja politico ou religioso.

Deixe um comentário