A NOTA ABAIXO É DESTE TL EM 17 DE FEVEREIRO DESTE ANO. COMENTO A SEGUIR..

No último sábado, o vice-prefeito de Currais Novos, Anderson Alves lançou a onda 65  com a presença do vice-governador Antenor Roberto.

Um movimento para “discutir os desafios atuais e futuros” de Currais.

Até aí tudo bem.

O não dito que merece registro é a ausência do prefeito da reunião, Odon Junior, do PT. Partido da Governadora Fátima. Justificou que estava em outro evento.

Pode até ser, mas juntou o útil ao agradável, vez que a disputa eleitoral de Currais Novos ainda é uma bomba relógio entre a Governadora a Fátima Bezerra e o presidente da Assembleia da Assembleia, Ezequiel Ferreira de Souza.

E que não pode explodir num momento que o Executivo tanto precisa do presidente do Legislativo.

Segundo a rádio corredor de Currais, ele estaria alimentando o sonho do presidente da Câmara João Neto, ser o seu candidato a prefeito.

Mas isso pode esperar. Até lá, muita cautela e caldo de galinha da governadora.

Como previsto há 7 meses, ontem o presidente da Assembleia confirmou apoio à candidatura do presidente da Câmara  João Neto (PSDB).  Fez uma aliança com PP,PV, PSD e DEM.

A Governadora ainda não se manifestou sobre o esperado palanque, mas em entrevista recente falou em Natal, Mossoró, Apodi e Currais Novos como cidades que seu grupo político terá maior, digamos, atenção.

O que conta são suas ações a partir de agora.

Entre perdas e ganhos, a disputa de 30 mil eleitores em Currais Novos e a fratura com o presidente do Poder Legislativo que tem se mostrado aliado até agora.

No contrapeso, duas CPIs em curso e uma Reforma da Previdência a ser aprovada.

Por essa e outras, que os próximos passos da Fátima política pode significar mudança de rumo no cenário da Fátima governadora.

Deixe um comentário