030EF77C-7D20-446E-8885-C6767678C87E
Além do que é essencial, a quarentena tem mostrado que alguns supérfluos são menos dispensáveis que outros.

Nas planilhas de gastos familiares, será preciso mudar o item referente às refeições fora de casa.

A comida que se tem pedido aos mesmos restaurantes preferidos, tem agora outras características e os hábitos podem mudar radicalmente.

Marcar um jantar com amigos, por exemplo. Não necessariamente precisará de outras operações secundárias.

Escolher o destino pantagruélico, estacionar, esperar a mesa vagar, reclamar da demora e da atenção do garçom. Rachar a conta. Pagar o uísque colorido na noite que só tomou refri. Serão das coisas que se fazia antes.

Cada um agora, pode pedir em variados deliveries e ninguém vai mais censurar  quem adora  o filé com fritas do restaurante de frutos do mar.

A vida será mais voltada para as casas e menos preenchida por viagens. Limitadas às distâncias de onde moram os anfitriões da rodada.

O que ainda não apareceu foi substituto para o café do sábado de manhã com a turma da conversa fiada.

Enquanto as patroas não acordam…


(Publicação original em 02/07/2019)


MELHORIA CONTÍNUA

Onde a clientela fiel faz da primeira refeição do dia, uma festa. De congraçamento e amizade.

Não deve ser só pelo cardápio, a principal atração.

As instalações e o menu são comuns a tantos outros lugares. Até meio contramão para muitos.

Acepipes variados. Ajudam a matar a saudade gustativa das origens de cada um.

A turma das beiras de praia e os agresteiros,  das comidas de milho e  tapiocas (estilizadas, é bem verdade).

Sertanejos e seridoense, coisas com mais sustança. Carnes e até miúdos. Tudo que  faça … massa. É o que dizem eles.

Resistiu à concorrência da avalanche de padarias travestidas em restaurantes.

O segredo do sucesso só pode estar no atendimento.

Atencioso. Caseiro.

E muito mais.

Depois de ser tão bem tratado pela garçonete, o frequentador esporádico, aguardava sua vez na fila do pagamento, escutando um festival de

  -Foi tanto, meu bem.

  – Seu troco, amor.

  – Volte sempre, querido.

Quando chegou sua vez,  perguntou se estavam aceitando estagiárias. Tinha uma pessoa precisando aprender como prestar um atendimento tão solícito, eficiente e agradável.

Já pensando em marcar data e horário para o início do treinamento, Tia Nelza ao perguntar quem seria sua nova trainee, teve a surpresa:

-A patroa lá de casa. Tudo que quero é ser tratado como sou aqui.                             Às 7 da manhã.

Deixe um comentário