100_anos_paulo_freire_banner-2

É amanhã a  aula inaugural da Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN), entre 10h e 11h30, com uma homenagem  pra lá de especial: o centenário de Paulo Freire.

Magistrados, servidores, estagiários da Justiça do Trabalho e interessados poderão acompanhar as duas exposições sobre a vida, a obra e a contribuição do educador.

Na primeira exposição, o professor Marcos José de Castro Guerra (mestre em Direito Internacional pela Université de Paris V – René Descartes e professor de Direito – UFRN) tratará do “Legado de Paulo Freire: depositário (in) fiel?”.

Em seguida, a professora Rita Diana de Freitas Gurgel (doutora em Educação pela UFRN e professora do Centro de Educação – UFRN) analisará o tema “Paulo Freire: Educação, indignação e ação”.

Após as exposições, haverá o lançamento do selo comemorativo do centenário de nascimento do educador Paulo Freire, que nasceu em Recife, mas notabilizou-se por sua experiência de Alfabetização de Adultos desenvolvida em Angicos, no sertão central do Rio Grande do Norte, na década de 1960.

A solenidade poderá ser acompanhada pelo canal do Youtube da Escola Judicial do TRT-RN. Imperdível.

DO TL 

O professor Marcos Guerra é testemunha ocular dessa história.

Mais do que isso, ele foi partícipe da experiência do grande mestre e depois no exílio da França, Guerra reencontrou Freire e juntos repetiram a experiência em vários países da África.

Comentários do Site

Deixe um comentário