Wagner-e-Sarto

Não vai ser desta vez que o Nordeste vai começar a ser uma região com comando mais à direita. O primeiro turno já sinalizou que não, mas agora o desenrolar do 2º confirma .

A esperança do bolsonarismo tem sua última faísca na capital do Ceará com o Capitão Wagner (PROS) que já não quer o carimbo do presidente Jair Bolsonaro no 1º turno.

Nesta reta final, uma  aliança da esquerda à centro-direita  levou para o programa eleitoral na televisão do adversário Sarto (PDT)  uma declaração de apoio do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Gravação exibida no mesmo dia em que nomes do PT, PSDB e PSOL aparecerem na propaganda.

O Ibope divulgado ontem, Sarto tem 53% das intenções de voto, enquanto Wagner conta com 35%.

Maia deu o recado que “ninguém governa sozinho”.

APROVAÇÃO  NO CEARÁ

O governo Bolsonaro é avaliado como ruim ou péssimo por 46% dos eleitores da capital cearense — 26% consideram ótimo ou bom, 25% avaliam como regular e 2% não souberam responder.

A tendência se inverte quando a pergunta é referente às gestões de Camilo Santana e Roberto Cláudio, ambos aliados de Sarto. No caso do governa- dor, 57% dizem que o governo é ótimo ou bom, 28% afirmam que é regular, 12% dizem ser ruim ou péssima e 3% não têm opinião formada.

Já em relação ao prefeito Roberto Cláudio, 52% avaliam a administração como ótima ou boa, 32% como regular e 14% como ruim ou péssima — 2% não souberam avaliar.

Com informações do Globo

Comentários do Site

Deixe um comentário