Melhor amigo do homem, os cachorros “nascem preparados para interagir com os humanos”. Isso é o que afirma Emily Bray, pesquisadora associada do Arizona Canine Cognition Center, na Escola de Antropologia da Universidade do Arizona.

Ela tem estudado o desenvolvimento dos cães-guias na última década em colaboração com a Canine Companions, organização sem fins lucrativos que fornece cães gratuitamente para adultos, crianças e veteranos com deficiências físicas ou cognitivas.

De acordo com a pesquisadora, esse grupo de cães é excelente para a pesquisa porque eles geralmente possuem pedigrees conhecidos, que remontam várias gerações e são criados e treinados de maneiras semelhantes. Isso fornece aos pesquisadores mais opções para determinar que o comportamento de um cão é devido à genética versus ambiente ou treinamento.

Emily e sua equipe chegaram a conclusão que as novas gerações de cachorros, como possuem uma alta interatividade com pessoas, já estão nascendo com um gene que os proporcionam essa alta propensão de interatividade, entendimento e adaptação. Ou seja, a convivência dos cães com os humanos estão desenvolvendo nos mesmos comportamentos de interatividade já inseridos nos seus componente genéticos. É a verdadeira evolução humana versus canina.

Eu acredito… têm cachorros que só faltam verbalizar, pois falam com olhares e comportamentos.

download 439c364a-5d6e-404e-8f51-e248465fcb42

 

Deixe um comentário