Brazil's Minister of Health Luiz Henrique Mandetta gestures during a news conference, amid the coronavirus disease (COVID-19) outbreak in Brasilia, Brazil April 8, 2020. REUTERS/Adriano Machado

A esquerda não está sozinha nas críticas ao projeto de lei aprovado pela Câmara Federal, permitindo a compra de vacinas pela iniciativa privada.

O ex-ministro Luiz Henrique Mandetta (DEM)  disparou hoje cedo em suas redes sociais”

O projeto que permite a compra de vacinas pela iniciativa privada aprovado pelo Congresso não tem nenhum nexo, nem ético, nem do ponto de vista de saúde pública, nem do ponto vista econômico.

Vacinação se faz por risco epidemiológico, não pela ocupação das pessoas. 

TL CONTA MAIS 

A ideia também não agradou a representantes da ciência.

Ontem, em entrevista ao GNT, o médico Dráuzio Varela lembrou que o PL aprovado no Brasil não tem precedente em países liberais do ponto de vista econômico como Estados Unidos, Inglaterra ou Alemanha.

Lá, a venda só será permitida depois que os critérios da Saúde Pública forem respeitados, atendendo todos os grupos de risco.

E resumiu:

Tudo que gerar aumento do desequilibrio social no Brasil não é bom para o país.

Não podemos nos acomodar com isso. 

Deixe um comentário