images-2

E por que “prefere”?

Pelo simples fato de ser difícil acreditar que assunto tão polêmico, debatido e que toda a base política da Governadora Fátima Bezerra já se posicionou (pró-tombamento) não tenha gerado uma decisão interna no Gabinete Civil.

Mas esta foi a posição da Governadora na entrevista balanço de 2019 no Bom dia RN, da InterTv Cabugi.  Ainda sem opinião formada sobre o tema.

O muro confortável de Fátima tem data para terminar.

É que o desembargador Vivaldo Pinheiro, em decisão Liminar, concedeu prazo para esta resposta, que termina em janeiro próximo.

A Governadora terá que dizer se aceita a determinação judicial, permitindo a demolição ou se insurgir contra. Se nada disser, a Prefeitura estará autorizada a iniciar a derrubada das ruínas.

Está mais perto do que longe.

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    Para quem diz que tem posicionamentos claros, ficou duvidoso dizer que saberemos em breve. Coisa de quem, ou não pensou no assunto, ou não se importa com o assunto.
    Fátima Bezerra é escorregadia.

Deixe um comentário