Filho único de Hebe Camargo, o apresentador Marcello Camargo Capuano, gravou uma edição especial do programa “Café com Selinho”, para exibição ontem, às 11 da noite, pela TV COM Brasil, com quatro mulheres que conviveram ou trabalharam com a artista, cuja história está sendo mostrada em uma minissérie da Globo, às quintas-feiras.

O roteiro não agradou inteiramente Marcello, que classificou a segunda fase da série como “completamente ficção”.

Discordo de muita coisa ali. Ela nunca bebeu whisky, nunca bebeu no camarim e nunca deixou o público esperando. Não falava palavrões e nunca jogou microfone no chão”.

O objetivo desse especial do “Café com Selinho”, reunindo Lídia Sayeg, joalheira que se tornou amiga da Hebe; Regina de Souza, que trabalhou 23 anos no SBT como produtora executiva do programa e era a fiel escudeira da apresentadora; Regininha Azevedo, conheceu Hebe quando tinha 4 anos e a assessorou durante muitos anos; e, por fim, Perpétua Lopes, fã número um da artista, é contar “a verdadeira história” de Hebe Camargo ou o que não foi falado no filme.

Enquanto na minissérie da Globo mostra-se um clima de hostilidade entre Marcello e o empresário Lélio Ravagnani, casado com Hebe durante 29 anos, até a morte dele, em 2000, nessa edição do “Selinho” ele vai falar que tinha uma relação muito boa com Lélio. Inclusive ganhou dele um automóvel quanto fez 18 anos.

Estas e muitas outras revelações poderão ser conferidas no programa que a partir de amanhã estará disponível no YouTube de Marcello Camargo.

Marcello Camargo reúne

Marcello Camargo reúne Lídia Sayeg, Regina de Souza, Regininha Azevêdo e Perpértua Lopes

439c364a-5d6e-404e-8f51-e248465fcb42

Deixe um comentário