artworks-000480618114-edulzb-t500x500

Ainda nem terminou o primeiro dia de vacinação em Natal e já deu para sentir que o desafio da equipe de Álvaro Dias não será fácil.

A denúncia partiu do SidSaúde, que não precisou fazer muito esforço, as redes sociais constatar pessoas que não integram os grupos prioritários da primeira fase recebendo as poucas doses de Coronavac.

A Prefeitura divulgou nota para justificar o que não pode desmentir:

Nota de Esclarecimento sobre a Campanha de Vacinação contra a Covid-19

A respeito de notícias sobre a vacinação de servidores públicos municipais, é necessário esclarecer que são integrantes das equipes envolvidas diretamente na campanha de imunização contra a Covid-19.

O Informe Técnico emitido pelo Ministério da Saúde na última segunda-feira (18) até recomenda a imunização desse público.

Apesar desse respaldo legal e institucional, fica a partir de agora terminantemente suspensa a vacinação desse grupo de servidores, em função da quantidade reduzida de doses recebidas nesta etapa inicial.

A vacinação prosseguirá restrita ao público formado por profissionais de saúde com atuação efetiva e comprovada na linha de frente contra a Covid-19 e aos idosos residentes em instituições de longa permanência.

DO TL 

Significa dizer que os profissionais que estão trabalhando na campanha de vacinação em outras aéreas, como a Informática, estavam amparados pelo informe técnico do Ministério da Saúde. O que agora passa a ser … PROIBIDO.

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    A maior dificuldade do prefeito é o próprio time. A notícia de não uma, mas várias pessoas furando a fila, não é da responsabilidade do SindSaúde. Não existe normativa quando muitos profissionais da saúde não serão vacinados por falta de vacina. Existe bom senso, boa conduta. A sociedade só soube porque essas pessoas resolveram fazer valer a vaidade. Depois, a bajulação, péssima conselheira, péssimo parâmetro, de qualquer gestor.

    Vergonhoso podermos assistir um espetáculo de desprezo pela situação do outro, seja onde for. É o hábito da carteirada, de usar o público para desejos privados. Se serão demitidos? Acho pouco provável, até pela nota enviada pela prefeitura, mas seria a oportunidade de deixar claro que esse tipo de atitude não é tolerada. Mas essa conversa sobre esse assunto também acho que não ocorrerá.

    Hoje era dia para Álvaro Dias brilhar. Virou um dia de denúncias, com provas. Inclusive teve nota da secretaria de saúde dizendo que o problema foi corrigido. Como? Colocando a dose de volta ao frasco?

  2. Arinaldo Maia
    Responder

    Tava demorando! Isso é a República de bananas e da corrupção chamada Brasillllll! Com a justiça fazendo em boa parte vistas grossas

Deixe um comentário