unnamed

Ao contrário do Governo do Rio Grande do Norte, que preferiu apenas RECOMENDAR aos chefes do Executivo municipal, o Governador Camilo Santana (PT), do Ceará foi além.

Lá, um decreto do Governo estabelece regras para realização de eventos e prestação de serviços no Natal e réveillon até 4 de janeiro.

Todas as festas estão proibidas e até as celebrações em residências foram alcançadas pelas restrições com permissão máxima de 15 pessoas.

Lá, antes da nova onda de contágio, os municípios tinham autonomia para realizar festejos públicos nas cidades.

Depois do Decreto do Governador, ficaram proibidas as festas, sendo permitidas apenas as  realizada com transmissão por TV, rádio ou internet.

Deixe um comentário