unnamed

A foto acima foi registrada por este TL e a outra metade da mídia potiguar no início da guerra contra o Coronavírus.

A Governadora Fátima Bezerra recebeu o prefeito de Natal Álvaro Dias em sua casa para trançarem metas e ações da pandemia do Coronavirus no Rio Grande do Norte.

Era 27 de março. Doze dias depois, o que podemos ter o saldo?

O prefeito Álvaro Dias já se prepara para entregar 100 novos leitos no Hospital de Campanha, onde funcionou o Hotel Parque da Costeira.Está quase pronto. O natalense tem acompanhado a obra de paredes, cal e camas hospitalares.

A Governadora Fátima teve que recuar de sua ideia inicial anunciada para fazer sua base de combate ao Coronavirus no Hospital Papi. Viu que a possibilidade não seria viável, depois de advertida pelo diretor do grupo proprietário do próprio hospital.

Apostou todas as suas fichas numa estrutura temporária a ser erguida na Arena das Dunas. Uma ideia com êxito em diversas cidades Brasil afora. Lançou o edital com o valor de contato de R$ 37 milhões.

Nada aconteceu.

Tem sido criticada pelo valor e pela forma escolhida. Tenta explicar que o valor não é para estrutura temporária em si, mas para todo o custo do serviço a ser prestado.

Fato é que a ideia não saiu do papel. A Governadora e sua equipe não tem nada de concreto para apresentar de Plus no atendimento de vítima de Coronavirus.

Aliás, tem sim.

Ontem, resolveu apresentar um novo estudo de projeção das vítimas no Rio Grande do Norte.

Seriam 11 mil mortes até 15/05. Sim, não há erro de digitação: onze mil mortes.Uma media de 300 por dia até lá.

A conta leva em conta número de novos casos, tempo de infecção do vírus no corpo, percentual de pessoas que cumprem isolamento social, taxa de mortalidade observada no mundo.

É um número que não se tem notícia de igual alerta em nenhum outro estado brasileiro.

O RN não está no radar do Ministério da Saúde como os casos mais graves da pandemia, ainda ali com sinal amarelo, podendo subir ou descer.

Mas, convenhamos, 11 mil mortes em cinco semanas é muita coisa, no RN, NY ou na China.

Na China, lembre-se, tem-se a maior notificação no mundo; mais de 3 mil mortes até agora. Os Estados Unidos marcham para lançar a terrível estatística. Hoje, contabiliza quase 2 mil mortes.

Como sozinho o RN iria ultrapassar esse recorde mundial?

A não ser que o Governo Fátima esteja contando com sua própria inércia, omissão, incompetência.

E isso é crível.

Até agora, foi dOs poucos atos concretos  que o cidadão potiguar pode contar do Governo do RN; o pânico, o medo.

Oremos para que seja igual as outras projeções divulgadas de prevenção e tratamento; bem pouco eficazes.

Comentários do Facebook

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    Tartaruga perde para esse governo. Diz pensar, mas não executa, então de nada adianta.
    São 300 mortes por dia projetada para uma população que reclama de decretos fechando comércio, mas hipocritamente, já que o comércio em várias partes de Natal está aberto. Imagine no interior que não há controle algum e os prefeitos fazem vista grossa.
    Governo vagaroso, população inconsequente. Nada melhor para a morte fazer festa.

Deixe um comentário