Hemetério-Gurgel

Ibranhim Sued começava a sacudir a imprensa carioca no começo dos anos ´50, com uma coluna de gosips, que já era sucesso nos Estados Unidos, quando a recém lançada Rádio Cabugi, uma rádio que nem tinha auditório nem orquestra, começava a catucar a Poti e a Nordeste que disputavam a liderança do rádio natalense.

Pertencente ao senador Georgino Avelino, a Cabugi foi entregue, um grande repórter que havia passado pela revista O Cruzeiro e brilhava nos jornais dos Diários Associados, o natalense Romildo Gurgel.

Romildo impressionou-se com o sucesso de Ibrahim e resolveu adaptar sua coluna para o rádio.
Assim lançou a primeira coluna social do rádio brasiliero e um novo cronista: GIL BRAZ.

“Quando os ponteiros se encontram na metade do dia, a Rádio Cabugi, apresenta: Gil Braz”.

O pseudônimo que arranjou para seu irmão, Hemetério, um garoto de 16 anos.

Desinibido, assim com Ibrahim, Hemetério atropelava o vérnaculo e movimentou a sociedade local, com lista das dez mais, debutantes do ano, entre outras.

Uma personalidade da Natal dos anos ´50, que ele começou a sacudir e reger por mais de dez anos.

Hemetério formou-se em Direito, deixou o rádio, montou uma indústria de etiquetas para atender ao pólo de confecções, e depois dedicou-se ao Direito.

Depois voltou ao jornalismo no Jornal de Hoje com coluna sobre gastronomia e variedades e ainda teve programa com mesmo tema na TV Tropical.

 

Comentários do Site

  1. WELLINGTON SOUSA DE MEDEIROS
    Responder

    MORRE HEMETÉRIO GURGEL
    Ao assumir em 1964 o cargo de Diretor Superintendente da Rádio Cabugi, Hemetério Gurgel entendeu que o Jornalismo era a saída para incrementar a audiência. E criou os “Ases da Notícia”, sob a direção do jornalista Cassiano Arruda e tendo como novos integrantes Francisco Macedo, José Wilde, Adamires Furtado, Abmael Moraes, Souza Silva, Ewerton Alexandrino, Isa Freire, Nilson Freire, José de Sousa e eu. Os “Ases da Notícia” marcaram época no rádio potiguar. Quem viveu viu e ouviu.
    Wellington Medeiros.

  2. WELLINGTON MEDEIROS
    Responder

    HEMETÉRIO GURGEL NO RÁDIO
    Ao assumir em 1964 o cargo de Diretor Superintendente da Rádio Cabugi, Hemetério Gurgel entendeu que o Jornalismo era a saída para incrementar a audiência. E criou os “Ases da Notícia”, sob a direção do jornalista Cassiano Arruda e tendo como novos integrantes Francisco Macedo, José Wilde, Adamires Furtado, Abmael Moraes, Souza Silva, Ewerton Alexandrino, Isa Freire, Nilson Freire, José de Sousa e eu. Os “Ases da Notícia” marcaram época no rádio potiguar. Quem viveu viu e ouviu. Hemetério Gurgel tem longa história na imprensa norte-rio-grandense.
    Wellington Medeiros.

  3. Janaynna Cybelle
    Responder

    Sr Hemeterio tinha uma visão plana das coisas em certa vez ele me disse pra trocar minha área de faculdade porq não via naquele trajeto um caminho brilhante de retorno lucrativo pra mim. Eu sem experiência retuquei mas no fundo subia q ele tinha razão, ele sempre gentil procurava com bom gosto e fora de datas comemorativas agradar a todos com chocolates aos colaboradores e seus vinhos aos doutores, não esquecerei mesmo sem ter noção do seu sucesso todo…Não esquecerei q Deus um dia fez-me cruzar com os seus caminhos. Eternas memórias ao Dr Hemeterio Gurgel, como gostava de ser atendido.
    Janaynna Cybelle, uma simples recepcionista da clínica onde ele fez seus tratamentos exaustivos pela ja tão avançada idade sempre acompanhado de seu motorista sr João, simpática figura.

Deixe um comentário